O prefeito de Paris, já era gay, antes de ser eleito

Demonstrando toda irreverência e domínio do preconceito, o governador Requião investiu contra os gays e suas passeatas, cada vez maiores no mundo inteiro. Desde que se mantenham sem hostilizar fisicamente os outros, ninguém tem nada com isso.

Bertrand Delanos

Vereador em Paris, sempre respondia porque não fazia carreira, ficava na capital: “Paris é a minha cidade, vivo aqui, não saio daqui”. Surgiu a oportunidade, feito prefeito quando já era gay “assumido”, “nada tenho a esconder”. Tem feito administração corretíssima. Apoiado pelos que respeitam a privacidade e pelos que não respeitam.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *