O que comemorar ? Com 113 mil mortes, Bolsonaro participará de “Encontro Brasil vencendo a Covid-19”

Bolsonaro vai na contramão de medidas apontadas como eficazes

Felipe Amorim
Folha

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) participa na segunda-feira, dia 24, do evento “Encontro Brasil vencendo a Covid-19”, que será realizado no Palácio do Planalto. A cerimônia está prevista para ocorrer às 11h, será aberta à imprensa e terá transmissão ao vivo pela TV Brasil, emissora do governo. O Planalto não forneceu mais detalhes sobre o evento.

Na sexta-feira, da 21 , o Brasil alcançou a marca de 113.454 mortes provocadas pelo novo coronavírus. O número de pessoas que já foram infectadas no país é de 3.536.488. Dados divulgados pelo Ministério da Saúde apontam que 2.670.755 pacientes conseguiram se recuperar da doença. Outros 748.217 seguem em acompanhamento.

NÚMEROS – No mundo, apenas os Estados Unidos têm números piores, com quase 175 mil mortos e mais de 5,6 milhões de casos, de acordo com a Universidade Johns Hopkins. Logo atrás do Brasil vêm o México, em número de óbitos (59.106); e a Índia, em número de infectados (2,9 milhões).

Bolsonaro e ao menos oito ministros de seu governo foram infectados pelo coronavírus. A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, também contraiu o vírus. Tanto o presidente quanto a primeira-dama e os ministros não tiveram quadros graves da doença e já se recuperaram. O presidente tem desincentivado medidas apontadas por médicos e cientistas como eficazes para desacelerar a transmissão do vírus. Bolsonaro é um crítico das medidas de isolamento social e, na quarta-feira (19), contestou a eficácia do uso de máscaras de proteção facial.

A afirmação vai na contramão do que dizem autoridades sanitárias de diversos países e das recomendações da OMS (Organização Mundial de Saúde), cujo trabalho se baseia em evidências científicas. O presidente chegou a vetar trecho de uma lei que tornava obrigatório o uso de máscaras em escolas, comércios, indústria e igrejas. O veto foi derrubado pelo Congresso Nacional e o uso da máscara voltou a ser obrigatório nesses estabelecimentos.

26 thoughts on “O que comemorar ? Com 113 mil mortes, Bolsonaro participará de “Encontro Brasil vencendo a Covid-19”

  1. A falsidade de Bolsonaro não tem limites. Ele é o grande responsável pela tragédia sanitária no Brasil perante a Covid-19. Mas continua fingindo que age corretamente, apesar de o mundo todo conhecer a nossa realidade atual.

    O desgoverno Bolsonaro tornou o Brasil vice-campeão no infame ranking dessa doença infecciosa. E pelo andar da carruagem, logo vamos ultrapassar os EUA do também ignorante e negacionista Donald Trump.

    • Discordo amigo!
      Talvez tenha sido Bolsonaro o governante mais franco e transparente, que teria passado pela República.
      Tudo por uma característica prevalecente, no rol de mazelas que o nosso presidente homizia em seu caráter: Jair Messias é um vingativo que comemora sua desforra, publicamente, escarnecendo dos seus retaliados. Porquanto, é quase impossível se vangloriar de uma revanche, com divulgação massiva, sob o manto da falsidade!

  2. Aí um jornal dá uma notícia que agora a China está recomendando o uso da cloroquina e todos embarcam na furada. Essa sugestão de tratamento com antivirais, incluindo o fosfato de cloroquina já era feita em março de 2020, infelizmente não foi comprovado até hoje.

    https://www.who.int/docs/default-source/wpro—documents/countries/china/covid-19-briefing-nhc/1-clinical-protocols-for-the-diagnosis-and-treatment-of-covid-19-v7.pdf?sfvrsn=c6cbfba4_2

    https://video-intl.alicdn.com/Handbook%20of%20COVID-19%20Prevention%20and%20Treatment%20%28Standard%29.pdf?spm=a3c0i.14138300.8102420620.download.6df3647f3ljg0P&file=Handbook%20of%20COVID-19%20Prevention%20and%20Treatment%20(Standard).pdf&fbclid=IwAR0ZBdo58tMFeCcwJQjjMf7oqnwmSQrgLZ2xcXy9zeyqedLXiqCngOVZ6lU

  3. Esta pandemia do corona vírus, e outras que ainda virão, nada mais é que a NATUREZA dando uma “freada de arrumação” na explosão demográfica que acontece no mundo.
    Já tem gente demais, e se a humanidade não adotar algum controle que diminua o nascimento de mais gente, a natureza o fará, como já esta fazendo.
    Os recursos naturais já começam a se esgotar, de alguma forma a natureza restabelecerá o ponto de equilíbrio. Portanto tratar epidemias com fervor político ou qualquer outra passionalidade, é contribuir para que a solução fique cada vez mais distante.

  4. WOOOOOOOOOOOOOW !!!!!!!!!!!!!!!!!!

    A desfaçatez do Imbrochável não surpreende. Adulado, de um lado, por vagabundos oportunistas, e do outro, por uma manada de trouxas, o Imbrochável goza da popularidade proporcionada pelo populismo do auxílio emergencial que ele, pragmaticamente tenta transformar em um Bolsa Família versão 3.0. O mesmo Bolsa Família que ele certo dia chamou de Bolsa Farelo…kkkkkkkkkkkkkkkkkk xD

    Negacionista desde o início da pandemia, o Imbrochável chamou de “gripezinha” e “resfriadinho” um vírus que já fez 113 mil mortos.

    Estimulou aglomerações, sabotou o isolamento, incitou seu gado a sair às ruas tentou esconder os números pra que não saíssem no Jornal Nacional, queimou dois ministros da Saúde, como costuma fazer com aliados que o contrariam.

    Afirmou que o vírus não mataria mais de 800 pessoas. Demonstrou indiferença monstruosa enquanto a população morria (“E daí?”, “não sou coveiro!”, “todo mundo vai morrer um dia!” e outras asnices) e jamais se dignou em dizer uma palavra de apoio a profissionais de saúde e pessoas que perderam parentes (só o fez quando ficou evidente demais a sua indiferença)…Pelo contrário, houve seua apoiadores que chegaram a agredir profissionais de saúde.

    Seus apoiadores não ficam atrás. No melhor estilo manada de jumentos, fizeram carretas em frente a hospitais de campanha com buzinaços, dancinhas com caixões, debocharam da pandemia enquanto brasileiros morriam, invadiram hospitais onde doentes eram tratados, estimularam aglomerações e atacaram governadores e prefeitos, especialmente aqueles vistos como potenciais adversários do Imbrochável em 2022.

    O bolsonarismo é isso: uma pocilga moral que naturaliza comportamentos grotescos e repugnantes.

    • Vejam o vídeo abaixo, de apenas 5 segundos:

      https://www.youtube.com/watch?v=3J6U-IvakUk

      Nela aparecem os youtubers bolsonaristas Allan dos Santos, Fernando Melo e Ítalo Lorenzon, que costumam ganhar likes e views às custas de prostituir e emporcalhar o conservadorismo bolsonarista (que não passa de um conservadorismo de chiqueiro). No dia 25 de março, quando o vírus já havia matado cerca de vinte pessoas no país, eles aparecem fazendo dancinha e debochando do vírus. Um deles chega a exclamar: “Corona é o ca¨%#lho”

      A isso eles chamam de “conservadorismo” “direita” e “defender os valores da família”…. Conservadores e direitistas autênticos como Nelson Rodrigues, Roberto Campos, Paulo Francis, Jose Guilherme Merquior e Carlos Lacerda vomitariam se vissem algo parecido.

      A história será pesada com esses e outros vagabundos negacionistas.

      Empatia, humanidade e solidariedade são alguns valores que diferenciam seres humanos de quadrúpedes.

      • “Não sabia que coronavírus dava em porco também”.

        Estas palavras foram publicadas em uma rede social, após Joice Hasselmann anunciar que tinha contraído Covid-19.

        O autor das palavras é Eduardo Bolsonaro que, como seu pai, se diz “de direita”, “conservador”, “cristão” “cidadão de bem” e “defensor dos valores da família”.

        A claque vagabunda de Eduardo ( que naturalmente também se considera “de direita”, “conservador”, “cristão” “cidadão de bem” e “defensor dos valores da família”…….kkkkkkkkkkkk xD) urrou de gozo, aplaudiu, adorou a “lacrada”, e assim foi consumado mais uma ato repugnante da pocilga bolsonarista, aquela fábrica de “conservadores” “cidadãos de bem” que debocham da doença de adversários…..

        “Êh, ô, ô, vida de gado
        Povo marcado
        Êh, povo feliz!”

        • “Ainnnnnnnnnnnnnnnnnn, quem critica meu Capitãozinho Imbrochável só pódi sê cumunixtaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!)

          (Escrito em MODO JUMENTINHO HISTÉRICO BINÁRIO PREOCUPADO COM A HEMORRÓIDA DO IMBROCHÁVEL))

  5. Já postei, se não me engano, ontem, que estudos enviados à OMS concluíram que a Covid-19 tem maior efetividade de contágio através do ar, do que pelas gotículas da fala ou pelo toque das mãos, e que máscaras são indispensáveis em reuniões e aglomerações, especial e principalmente por indivíduos infetados. Considerando que o paciente pode levar até sete dias assintomático após o contágio, ele sem máscara estará espalhando o vírus no ambiente,sem sabe-lo.
    Resumindo, quem anda sem máscara junto a outras pessoas, poderá incorrer em negligência criminosa ou, ainda, em homicídio culposo.
    Já, quem incita, em nível nacional, a esse comportamento irresponsável e criminoso, em havendo consequências fatais, É GENOCIDA SIM, e está tentando se apoiar na teoria da seleção natural para aliviar a pressão demográfica sobre a economia, através de um holocausto epidêmico, já que não tem capacidade de aumentar a renda per capita.

  6. China adota a cloroquina, remove o uso de máscaras, faz festa com enorme aglomeração em Wuhan, vende vacinas para os governadores e prefeitos brasileiros.

    Chineses estão rolando de tanto rir. Como diz o Xi Jimping “blasileilos são otálios mesmo”

    Kkk… kkk… kkk…

  7. No século XIV a Peste Negra matou entre um quarto e metade da população da população européia, mas nenhum rei perdeu seu trono em consequência disso, e nenhum deles se esforçou muito para terminar com a peste. Ninguém pensava então que que evitar pestes era parte das tarefas de um rei.

    Agora, século XXI é completamente diferente e os reis – digo – governantes – tem o DEVER de cuidar da saúde do povo. Sabendo como se comporta o tosco não é preciso dizer mais nada. Ou é?

  8. Protocolo tratamento covid 19 (trial 8) . Alguns pontos:

    “Tratamento antiviral.

    Um breve resumo das drogas antivirais testadas foi feito. Estudos clinicamente observados de certas drogas mostraram que eles podem ter algum efeito terapêutico, mas nenhum medicamento antiviral tem sido eficaz em rigorosos “estudos randomizados, duplo-cegos, controlados por placebo”. Recomenda-se que medicamentos com potenciais efeitos antivirais devem ser utilizados no início da doença e devem ser aplicados a pacientes com fatores de alto risco e tendências de doença grave.
    Não é recomendado usar Lopineve/Litonave e Libavelin sozinho, e hidroxicloroquina ou achmycin não é recomendado.
    Alfa-interferon, libavelina (recomendado em combinação com interferon ou lopinave/litonave), fosfato de cloroquina, e Abidor pode continuar a ser testados para avaliar ainda mais a eficácia e reações adversas, tabus e interações com outras drogas em aplicações clínicas. Mais de 3 medicamentos antivirais não são recomendados ao mesmo tempo.”

    http://www.nhc.gov.cn/yzygj/s7652m/202008/475d0199d34c4cac840eb7998fad444f.shtml

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *