O Sal da Terra, uma obra de arte da fotografia brasileira

 

Pedro do Coutto
Meu amigo Carlos Alberto Rabaça me envia um livro da Editora Documentação Histórica extremamente importante: O Sal da Terra, que reúne o acervo fotográfico de Wolney Teixeira, falecido, sobre a região dos Lagos do Rio de Janeiro, o branco das salinas mergulhadas no mar de Cabo Frio, Arraial do Cabo, São Pedro da Aldeia, Araruama, Macaé. Os patrocinadores principais da bela obra são a CEF Cultural e a Prefeitura de Cabo Frio. A organização editorial é de Mauro Trindade. O livro reúne colaborações de mestres em fotografia, inclusive Anne Cartier-Bresson, e de especialistas em matéria de arte visual.
 
São descritas as técnicas adotadas por Wolney Teixeira e reproduzidas ao longo de sua vida, passando por várias épocas que marcaram as evoluções dos equipamentos. Mas o mais importante é a visão impressionista do autor e a poesia contida nas imagens que povoaram sua sensibilidade. Há uma beleza às vezes triste retratando o passar do tempo. As salinas e as águas que, de forma revolta ou calma, fixam na verdade um roteiro do mar litorâneo de uma região que encanta os que a percorrem.

Wolney Teixeira, durante décadas, focou nas lentes e nos retoques das fotos que o inspiraram hábitos, costumes, além do comportamento humano. O prefeito de Cabo Frio, Marcos da Rocha Mendes, escreve um artigo ressaltando a importância da obra para a história da cidade. Em um dos trechos, destaca o prefeito: com seu olhar agudo, Wolney percorreu e captou dedicada e delicadamente a beleza característica da região através de sua expressão artística.

Com um olhar ao mesmo tempo tímido e apaixonado, digo eu, Wolney Teixeira muito acrescentou à arte de fotografar e fazer história. Sua obra,exposta no livro em que Rabaça me presenteou, vai se tornar eterna como legado maior de um artista que fez das lentes os espelhos de sua emoção e de seu destino. Vale a pena admirar as fotos que estão no livro, espécie de exposição portátil e leve. A sensibilidade do autor é contagiante.
This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

One thought on “O Sal da Terra, uma obra de arte da fotografia brasileira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *