O Supremo e a negativa de extradição de Battisti

Helio Fernandes

Não se pode mais revogar a negativa de extradição do prisioneiro italiano. O mais alto tribunal do país, pode determinar o tipo de vida que ele levará no Brasil. O Supremo tem duas opções sobre o tipo de liberdade que terá no Brasil.

Muito se tem comentado o perigo que corre a decisão de Lula, já que Gilmar Mendes é o relator, o processo irá direto para ele. Votou pela extradição, pode (e irá) votar pelo tipo de permanência mais opressivo para ele. Mas é apenas um voto.

Quanto à alegada afirmação de Berlusconi, “a ação ainda não acabou”, pura divagação de um corrupto, que não sabe quanto tempo ainda ficará em liberdade. Difícil ganhar na Corte da Haya, pois na Itália Battisti foi JULGADO À REVELIA.

PS – Nada ficou provado a respeito das mortes. Quase 20 anos depois dele ter desaparecido (e mais de 6 anos morando na França), pedem a extradição ao Brasil, na tentativa de intimidação.
 
***
JUIZ DE SANCTIS É PROMOVIDO

Ninguém esperava que o juiz federal Fausto Martin De Sanctis, da 6ª Vara Criminal de São Paulo, fosse elevado à condição de desembargador, também federal. Por que a surpresa? Pelo fato dele ter mandado prender duas vezes Daniel Dantas. Não sei bem que proporcionou essa promoção justíssima, meus parabéns.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *