O violento esporte bretão à brasileira

Tostão (O Tempo)

Minhas críticas ao futebol que se joga hoje no Brasil, com muitas faltas, chutões, jogadas aéreas, brigas, reclamações, discussões, paralisações, excesso de cartões amarelos e vermelhos, se estendem também aos outros países sul-americanos. Os jogos no Brasil são violentos também na arquibancada e em volta dos estádios. É a violência da sociedade, que se reflete no futebol.

Os jogadores, pressionados por todos os lados, para mostrar que têm raça, são cada vez mais agressivos. Os treinadores, da mesma forma, passam o jogo todo gritando na lateral do campo. Em vez de criticar e punir seus jogadores violentos, sempre culpam os árbitros. Esses, além de fracos tecnicamente, tumultuam mais o ambiente bélico, criado pelos atletas.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *