Obama vai à Rússia para o G-20, não conversará com Putin? Alckmin-Aécio-Serra, interligados pela ambição. O CARTELÃO do PSDB é muito mais assustador do que o MENSALÃO do PT, ambos têm que ser julgados. Quem e quanto tem de dinheiro brasileiro ‘sigiloso’ no exterior?

Helio Fernandes

Nos anos 80 e 90 (passando até um pouco para 2000), um dos meus assuntos constantes era esse dinheiro que empresários do Brasil mandavam para fora. Em 1996, precisamente, publiquei o total mantido lá fora naquela época: 400 milhões de dólares.

Agora, aqui mesmo no Blog, muitos publicaram notas e números (excelentes) sobre o total desse dinheiro “sequestrado” das formas as mais diferentes.

Alguns ultrapassam a casa dos 5 bilhões de dólares, o que parece desproporcional com os 400 milhões que publiquei quase no final dos 90.

Nenhuma diferença nem desproporção. Já se passaram quase 20 anos, o dólar subiu e caiu muito, a corrupção ganhou status superior. E mesmo na moeda americana, já estamos quase na era do trilhão. Há 30 ou 40 anos, por aí, 1 milhão de dólares, o possuidor dessa quantia se julgava rico. Hoje não é nada. Principalmente para a alta corrupção.

DADOS COMPLEMENTARES
SOBRE DINHEIRO SIGILOSO

Hoje a corrupção tem enorme facilidade na transferência desse dinheiro roubado. Aperta-se um botão e em segundos o dinheiro sai de um país, entra no outro. Antigamente era complicado, às vezes a operação era pessoal, perigosa, protegida, mas com risco.

Todos os governos, nas mais diversas épocas, sabiam de tudo, mas não podiam fazer nada. Então tentavam seduzir os possuidores com propostas para que “repatriassem” essas importâncias sem pátria. Acontece que ninguém acreditava nas propostas e promessas, “não haverá investigação, taxação, a liberdade de movimentá-lo, total”.

Em 2005, publiquei informação exclusiva, assim, bem sintética: “O ricaço filho de Lula, ontem, entrou e saiu de um dos bancos mais poderosos da Suíça”. Logo depois esse jovem ricaço aparecia como acionista importante de empresas, a mais poderosa, de telefonia.

Explicação. Durante pelo menos 50 anos este repórter era considerado “o jornalista mais bem informado do país”. Eu trabalhava os fatos, tinha grandes informantes, minhas fontes com total segurança de que eu publicaria mesmo a informação. Cheguei a consolidar o comportamento numa frase: “Notícia não se arranja em casa, notícia não se guarda em casa”. O grande informante quer ver o fato publicado, e saber que não será revelado.

Um informante, diplomata (já morto), estava em Zurich (não servia na Suíça), viu o jovem ricaço filho do Lula entrando no banco, ficou surpreendido, mas não imobilizado.

Me telefonou, no dia seguinte já estava publicada. Lula chamou o filho, cobrou: “Como você pode ser tão irresponsável?”. Era uma advertência, não uma punição.

DUAS PALAVRAS DIFERENTES
CAPITALIZANDO A CORRUPÇÃO

Quase todos que tratam do assunto dinheiro sigiloso, usam e abusam da palavra REMETE. Nenhum exagero, é isso mesmo. Mas essa denominação não é a única, existe outra, FICA, tão importante ou até mais. Essa então é simplíssima, fácil de rastrear. Mas ninguém (muito menos a Receita Federal, agora aparelhadíssima) tem o menor interesse em investigar e, claro, localizar.

Trata-se da exportação e importação, super e subfaturar na exportação e importação. O dinheiro surrupiado numericamente já FICA lá fora, nas gordas contas de exportadores e importadores. Há dois anos, depois de uma tumultuadíssima reunião que durou mais de 12 horas, os diretores dos grandes bancos suíços decidiram e comunicaram a esses clientes: “A partir de agora, não haverá mais nenhuma remuneração, seja o nome que tiver, para esse dinheiro”. E concluíram: “A segurança e o sigilo serão os mesmos, mas o dinheiro ficará sempre no total inicial do depósito”.

A FUGA PARA PARAÍSOS FISCAIS

Na reunião tumultuada, os que ficaram contra a “taxação zero”, tinham medo de que o dinheiro fosse para esses paraísos. Aconteceu. 60 por cento saíram da Suíça, 5 por cento retiraram para uso pessoal. 35 por cento, os que eram possuidores dos maiores valores, optaram pela própria Suíça, deram prioridadeà segurança.

Nos paraísos, muitos escândalos, até chantagem, Maluf e outros que o digam.

ONDE ESTÁ EDUARDO CAMPOS

O governador de Pernambuco sumiu completamente. Dos chamados presidenciáveis, era o que mais aparecia, mais até do que Camila Pitanga nos comerciais da Caixa. Hoje ninguém consegue encontrá-lo, ouvi-lo, vê-lo, em pessoa ou na televisão. Os próprios correligionários, preocupadíssimos.

Alguns, que eram íntimos, explicam: “O governador de Pernambuco levou choques elétricos-eleitorais com as três pesquisas sobre 2014”. Motivo: nas três, a expectativa de sua votação, se confirmada a candidatura, é de 4%. Nas outras duas, ficou em 3%. É para desaparecer mesmo.

SERRA-AÉCIO

O ex-governador de Minas, desesperado com o insucesso nas tentativas de seduzir o ex-governador de São Paulo. Sem constrangimento, disse publicamente: “Serra e o PSDB têm história juntos. Essa trincheira é dele, é nossa”.

Mostraram o jornal a Serra, ele riu muito e comentou: “Aécio acertou ao dizer que “o PSDB é uma trincheira minha. Mas não é nossa, examinem o comportamento dele em 2002, quando disputei a Presidência”. Aécio soube, ficou em silêncio.

ALCKMIN-AECIO-SERRA

O Governador de São Paulo não pretende se manifestar no momento, nessa indefinição Serra-Aecio. Motivo: seu projeto é a reeleição estadual agora, e a tentativa presidencial novamente em 2018. Para esse projeto se confirmar, prefere que Aécio não se eleja agora.

Alckmin sabe pouca coisa, mas não tem dúvida: se Aécio vencer a eleição de 2014 (quase impossível), ele é o Serra, com prazo de validade vencido desde “antes”, evidente, se lançará à reeleição em 2018. Se perder agora, disputará a indicação em 2018, Serra não será mais adversário, estará com 76 anos.

Aécio e Alckmin têm praticamente a mesma idade, em 2018, ainda na ativa. E no PSDB, que só tem quadros em SP, não surge ninguém com gabarito presidencial. Dominam o maior Estado da Federação (e lógico, com o mais volumoso eleitorado) desde 1994. E ameaçam com outros quatro anos até 2018. Tudo ameaçado pela incompetência e agora pelo CARTELÃO.

CPI SOBRE DANIEL DANTAS

Durante as tumultuadas sessões sobre a questão dos portos, o delegado-deputado foi três vezes à tribuna. Nas três, anunciava; “Vou organizar uma CPI sobre o senhor Daniel Dantas, o Brasil vai saber quem ele é”. Noutra noite, avisou: “Já tenho o número de assinaturas para a CPI funcionar”.

Na terceira vez:? “Tenho tal volume de informações e tão grande documentação, que será necessário um caminhão para transportar tudo”. Já se passaram 4 meses, a CPI não aparece. Acho que tudo que dizem a respeito do delegado-deputado é verdade.

O FUTURO DE DONA DILMA

Se o estado de saúde do ex estiver em perfeitas condições, sua vitória será interna e externa. Interna, praticamente por unanimidade. Externa, provavelmente sem perder tempo num segundo turno. (Sistema que foi criado na França pelo presidente De Gaulle, na eleição direta de presidente. Se chamava, e se chama, “Balotage”).

Apesar de nunca saber de nada, o ex tem certeza de que não pode deixá-la abandonada. Já sugeriu até o cargo. Embaixadora do Brasil na ONU. Como é monoglota, que maravilha viver.

OBAMA-PUTIN

O presidente dos EUA reagiu emocionalmente à decisão do presidente da Rússia de conceder asilo ao agente Snowden, por ter denunciado os crimes que Obama praticou. Putin respondeu amável e educadamente, onde é que aprendeu boas maneiras? Nos porões da KGB?

Putin afirmou que o encontro não está cancelado. Ele se baseia no fato de que em 20 de setembro haverá uma reunião do G-20, na Rússia. E todos acreditam que o presidente dos EUA irá, embora Obama se refugie no coletivo e fuja do individual. E se Putin disser para Obama, apertando sua mão: “Vamos conversar?”.

O MENSALÃO DE MINAS E AGORA
O CARTELÃO DE SÃO PAULO:
PÂNICO NA CÚPULA DO PSDB

Tentaram de todas as maneiras agravar e engravidar o PT, com a roupagem do MENSALÃO. Procuravam obter amenidade e até boa vontade quando chegasse a vez de julgar o ex-governador de Minas. Não tiveram complacência com o companheiro de Minas. Os incólumes, que palavra, de São Paulo, demitiram logo Azeredo da presidência do PSDB.

Agora, a preocupação do PSDB, muito maior do que a PT. A cada dia, os líderes do PSDB se enrolam mais, ficam indefensáveis. Todos se desmentem, afirmam perguntando, sem a menor credibilidade; “Quem, eu? Em 2000 estava de viagem pela Tanzânia”.

Outro que, em 2000 (com Covas licenciado e assumindo o governo, Alckmin) garante: “Não sabia de nada”. Devia pelo menos pagar royalties a Lula.

Denunciada, descoberta, devassada, a Siemens está “entregando” todos, diz, “estamos colaborando”. No contexto, colaborar é o mesmo que confessar.

E ao contrário do MENSALÃO do PT, o CARTELÃO do PSDB envolve bilhões e bilhões. Tudo tem que ser apurado, julgado, desvendado para a comunidade e o povo nas ruas.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

33 thoughts on “Obama vai à Rússia para o G-20, não conversará com Putin? Alckmin-Aécio-Serra, interligados pela ambição. O CARTELÃO do PSDB é muito mais assustador do que o MENSALÃO do PT, ambos têm que ser julgados. Quem e quanto tem de dinheiro brasileiro ‘sigiloso’ no exterior?

  1. O STF, Rousseau e meus não ditos impropérios.
    .

    (STF: Congresso decidirá cassação de político condenados -Jaílton de Carvalho, O Globo – …Por seis votos a quatro, os ministros do STF decidiram que Cassol deve perder o mandato no Senado, mas a palavra final dependerá de deliberação do Senado….A interpretação sobre perda de mandato mudou com os votos dos novos ministros Teori Zavascki e Roberto Barroso, que assumiram recentemente suas vagas no STF. Além deles, os ministros Cármen Lúcia, Dias Toffoli, Rosa Weber e Ricardo Lewandowski entendem que a palavra final sobre a perda do mandato depende de decisão do Congresso)
    .
    O homem é o que sempre foi, ou seja, um poço de maldade e bondade. Depois destes quatro milênios que passou a se olhar no espelho, não pode ter mudado muito.
    As leis tolhem o homem, mas não o mudam.
    Assistindo programa ao vivo sobre o massacre cometido pelo jovem parricida, um psiquiatra dizia que, para ele, o homem passou a ser civilizado quando se inventou o palavrão. Concordo em termos. Desde que não se conceda exclusividade a essa afirmação.
    Se minha liberdade é composta de vontade e capacidade na compreensão rousseauniana, também, no próprio dizer de Rousseau a tenho como “…nunca fazer o que não quisesse, e esta é a liberdade que sempre reclamei, muitas vezes preservei e pela qual mais escandalizei meus contemporâneos“. Somente por apego à legalidade é que não desfio aqui um rosário de impropérios.
    .
    O STF afronta e desafia a racionalidade conquistada pelo progresso civilizado e insufla e reclama violência. Não se pode perdoar em esclarecidos juristas tamanha insensatez e irresponsabilidade.

  2. “A Alstom destinou mais de US$ 20 milhões em propinas ao Brasil e parte do dinheiro foi parar em cofres de partidos políticos.” “Em cofres de partidos políticos”, é de morrer, morrer de rir, até hoje não inventaram eufemismo melhor.

  3. Caro Jornalista,

    O Brasil está como aquele leproso da bíblia: onde se aperta, sai pus! Desanima.

    -TÁ CADA VEZ MAIS DIFÍCIL ACREDITAR NO FUTURO DESTA JOSTA…

    Para acreditar, só mesmo sendo muito romântico.
    Abraços.

  4. Respeitosamente, Hélio Fernandes, no meu entender, o mensalão e cartelão são dois golpes diferentes.
    Se o aplicado pelo PSDB traz mais prejuízo ao erário público, o petista é infinitamente maior politicamente.
    O cartelão é corrupção pura, dinheiro desviado, cartel; o mensalão significava tomar de assalto o Brasil, o PT permanecer à testa do País indefinidamente pela compra de partidos políticos, aparelhamento do Estado, domínio total sobre as Instituições brasileiras.
    Eu não poderia compará-los somente com a questão monetária, pois seria simplório e incorreto tal confronto, a meu ver, lógico, haja vista o de São Paulo estar centralizado, mas o mensalão trazia implicações com o Brasil como Nação, Estado, Pátria e País.
    O PT quis ter o Brasil nas suas mãos – e conseguiu por um bom tempo – conforme um projeto muito bem elaborado de subversão, de traição, de domínio; o PSDB enalteceu a corrupção em níveis jamais vistos no que tange ao desrespeito à população paulista, ao rombo nos bolsos já gastos de tantos impostos que se paga neste País com mais esta falcatrua subterrânea conduzida pelos vagões do metrô abarrotados de dinheiro tungados do povo!
    Considero o mensalão o maior escândalo deste Brasil pelas suas proporções políticas, pelos tentáculos extraordinariamente longos e poderosos que alcançaram todos os partidos políticos a se irmanarem ao PT, que continua até hoje, e com repercussões ainda latentes, considerando que nenhum dos criminosos ainda foi preso e, nessas alturas, duvido que alguém vá para o xilindró!
    E, traçando um paralelo entre ambos, PT e PSDB, não veremos qualquer dos envolvidos nesses golpes na cadeia, basta que analisemos o comportamento do STF com relação ao Legislativo nesses casos gravíssimos, surpreendentemente!

  5. Jornalista Helio Fernandes.
    Tenho observado,que lentamente começa-se a discutir e divulgar uma “Auditoria da Dívida Pública”, assunto que o sr. já alertava há mais de duas (02) décadas.
    Hoje,os jovens tomam conhecimento desta excrecência ( a dívida), através da Prof.
    Fatorelli, que ajudou Honduras a resolver este roubo pelos banqueiros.
    É necessário,que mais brasileiros,saibam que, quarenta e três por cento (43%) do que se arrecada anualmente,vai para o pagamento da amortização e juros desta dívida maluca. Que pagamos dois ou três bilhões,por dia,para a monstruosa e vergonhosa dívida.
    Quantos editoriais,o sr. escreveu sobre isso e não se deu a divulgação necessária!
    Abraços e saúde.
    Paulo Barão.
    PS: Será que,aos poucos, estamos caminhando para a “Renovolução”?

  6. Senhores,

    Vejam o que anda circulando na rede:

    “Olhe aonde chegamos

    Uma velha piada sobre o Brasil que explica em parte o motivo das manifestações.

    http://www.youtube.com/v/PWm8nb5P_Xk

    An old joke about Brazil that explains why Brazilians are protesting against the government and the high costs of the world cup.

    Todos Partidos participam da piada”.

  7. Prezado Mestre HF. Como “filhinho”,pé rapado vira sócio dos NAPOLEÕES do CEARÁ????
    Como os pólos se encontram PSDB/PT.
    Concordo de inteiro teor,dito pelos senhores J.Barata,e a lucidez do conterrâneo F.Bendl.
    “NÃO VAI DAR EM NADA/NINGUÉM PRESO/NINGUÉM VAI DEVOLVER DINHEIRO.
    Como Bem diz o MESTRE,que República!!!!!!

  8. Ex-motorista do burgues socialista,agora ministro do trabalho Manoel Dias peita a dona da barraquinha do Planalto e diz que o pais passa longe da esquerdopatia. E promete enfático, quem viver…ainda vai sofrer muito mais.

  9. Digo mais, caros colegas,
    Não adianta ficarmos atentos, pois o descrédito do Judiciário POR ELE MESMO, repito, POR ELE MESMO,faz parte do plano petista iniciado pelo mensalão.
    A surpresa fica por conta do Judiciário como Poder e não do STF, ministros escolhidos pelo presidente da República, que não se insurgem contra esta intenção de se colocar o Judiciário contra a população, de ser catalogado como inoperante, cúmplice do Executivo e Legislativo na traição desses ao País!
    Aonde estão os magistrados de carreira, os Juízes devidamente concursados, que deveriam estabelecer tomadas de posições claras quanto ao arrasto da condenação dos meliantes pelo STF?
    Aos que adoram crises institucionais, a meu ver, esta da subserviência do Judiciário aos outros dois poderes jamais houve na História deste País em termos políticos.
    Quanto à conduta do Poder Judiciário, o episódio mais triste e deplorável que tivemos ao longo da República, foi o consentimento dado ao insano Collor de Mello, então eleito presidente desta Nação, em gesto de violência desmedida e sem necessidade impediu o acesso do trabalhador ao seu próprio dinheiro!
    Este crime lesa-pátria, o Judiciário foi cúmplice do Executivo em seu bandiditismo explícito, sádico, rasteiro e cruel, uma traição aos direitos constitucionais e cusparadas na Carta Magna!
    Pois repete, agora, a mesma cumplicidade em isentar os mensaleiros por conta de procrastinações sem fim e ministros escolhidos exatamente para esta finalidade.
    Assistimos a desconstrução de um País naquilo que deveria mais preservar: a independência dos Poderes, atualmente apenas exercendo funções corporativistas e manutenção do status quo, menos de cumprirem com suas obrigações para com o Estado e povo, para o qual foram criados.

  10. Pois é, os dois ministros começaram no pior.As excrescências, vão ser o mote deles,acompanhados dos dois PTs que já estão lá.Os mensaleiros comemoraram.O Brasil me envergonha, cada dia mais.

  11. Ja tiveram a oportunidade de ler ORIGEM DA IMORALIDADE NO BRASIl. Coleção Terra dos Papagaios. Autor Abelardo Romero. Editora Conquista ? LEIAM. Está tudo o que aconteceu, que acontece e que acontecerá.

  12. Por falar em Mensalão:

    Por ORDENS EXPRESSAS do cafajeste do palanque, os Fundos de Pensão, todos dominados pela QUADRILHA DE TRAFICANTES DE GRANA DE LULLA, desembarcaram um oceno de grana nas aventuras do menininho de papel Eike e sua mirabolantes empresas de Origami.

    Resultado?

    PREVI: Investiram 15 milhões, hoje tem menos de 300 mil.
    POSTALIS: Perdas de mais de 1 BILHÃO.

    QUEM VAI PAGAR A CONTA??

  13. Poderosas diferenças

    Se contabilizar todo dinheiro sujo, somente a partir de 1960 até os dias de hoje, ilegalmente enviados para os bancos suíços e paraísos fiscais, é bem provável que seja mais de R$ 5 trilhões. Por absurdo, se a poderosa China, que tem hábito de fuzilar corruptos e traidores da Pátria, depare com semelhante questão, então, em menos de 72 horas toda essa sideral grana estaria de volta à China. Alguém tem dúvida?

  14. A turma do PSDB, que manda neste blog, para não bater de frente com o Hélio Fernandes(que só tem compromisso com a verdade) tira a bronca e tenta tapar o sol com a peneira, dizendo que o mensalão é mais nocivo politicamente que o cartelão. Que desculpa furada, que puerilidade!

  15. O Hélio Fernandes insiste na tese de tentar defender os crimes praticados pela quadrilha petista comparando-os com os pretensos crimes de adversários políticos. É o mesmo que dizer que pode estuprar pq o outro também estuprou… além do mais, quem acelerou o início do julgamento do mensalão foi o Mollusco junto com Jobim, que foram fazer uma “visitinha” ao Gilmar Mendes, em clara tentativa de coação. A pressão da opinião pública passou, então, a ditar os rumos daquele julgamento. Isto até a chegada dos 2 novos ministros petistas (Teori e Barroso), pq pelo visto, tudo indica que será mais um interminável lenga lenga midiático para, despudoradamente, livrarem a cara dos condenados do mensalão.
    Se puder e quiser abreviar o início do julgamento dos tucanos, Hélio Fernandes, sugira que FHC visite algum não petista no STF, na companhia do Jobim para tratar da Siemens…

  16. “ONDE ESTÁ EDUARDO CAMPOS”. Ele não está, ele perdeu a oportunidade de azucrinar o PMDB, corrupto ou fisiologico, pedindo a vice ao PT. A coisa começa a melhorar agora, já no final de setembro, não existe CRISE para o brasileiro, todo final de ano o consumidor compra cada vez mais. Eduardo abriu muito o leque, se tornou amigo do Serra, do corruptissimmo Perilo, do DEM e do pior que há na politica. Seria um bom nome para 2018, mas acho que não é mais. Em 2018 tem o Haddad, o Aécio, gostaria que tivesse o Capilé…

  17. Delmiro, seja honesto, porque neste espaço, ninguém e bobo.
    Quem gerou o monstro? Este e tantos outros que se locupletaram
    com privatizações-doações. E na época obrigou todos os fundos
    de pensões estatais a ajudarem a fianciar este crime. O grande
    pecado do PT e de Lula foi o de não rever este absurdo, que deu
    ao país e a nos simples mortais, um prejuizo que monta a trilhões
    de reais. Sem entrar no merito, o mensalão e brincadeira de criança.

  18. Prezado Delmiro Gouveia

    Em qualquer lugar do mundo capitalista, os fundos de pensão costumam reunir muito dinheiro, verdadeiras fortunas, arrecadadas ao longo de muitos anos, provenientes de milhares de pensionistas acreditando poder dispor na velhice de algum recurso para custear o que lhes restam de suas vidas.

    Mas, essa grande quantidade de dinheiro, desperta muita cobiça das poderosas elites, sempre farejando oportunidades de dinheiro fácil. Por isso mesmo, todos os fundos de pensão estão sujeitos a permanentemente assédio de gente poderosa, sem muito escrúpulo, em eterna busca de gigantescos lucros fazendo uso dos recursos alheios.

    Quanto aos pensionistas, na condição de aposentados, caso tenham sido lesados por conta de alguma irregularidade ou incompetência dos gestores, só na velhice se darão conta dessa tragédia. Tarde demais. Assim funciona a maravilhosa sociedade de consumo.

  19. Dizem que a paixão deixa a mente entorpecida.
    Que o digam os apaixonados pelo PSDB que comentam neste blog.
    Diante do assustador volume de corrupção que vai sendo expelida pelo vulcão da Siemens/Alstom, na impossibilidade de justificativa, vão adotando a “tese” criada ontem pelo Merval BV Pereira de qualificar a corrupção: corrupção do PSDB é aceitável; corrupção do PT é pecado imperdoável.
    Então dizem que a corrupção do PT visava à perpetuação no poder, citando o fuinha enlouquecida do Ayres Brito.
    Até parece que o PSDB não está encastelado há mais de 20 anos no poder de São Paulo e não comprou a reeleição do FHC, exatamente, com o dinheiro roubado e escoado pelo metroduto paulista.
    Em verdade, como disse ontem o HF, diante do propinão de bilhões roubados pelo PSDB em São Paulo, o mensalão do PT mais parece troco.

  20. Prezado Welinton Naveira e Silva

    Você tocou em um ponto fundamental, pouco comentado, mas, de crucial importância para os participantes dos Fundos de Pensão. A Legislação Atuarial, que rege a matéria, não contempla uma fiscalização efetiva por parte daqueles que contribuem para os Fundos na expectativa de terem uma velhice mais tranquila, já que o INSS somente, não supre as necessidades dos aposentados, pois perde para a inflação a cada ano. No fim de 10 anos após a aposentadoria, a redução de aproximadamente 50% dos proventos é uma realidade lancinante e cruel.

    Os Fundos de Pensão das empresas Estatais eram mais confiáveis, entretanto, ao longo do tempo a influência política do Partido no PODER seja ele de direita, de centro ou de esquerda reserva um futuro preocupante para os aposentados e dos que estão ainda na ativa. Os órgãos reguladores do Estado só descobrem os possíveis rombos, quando a Instituição está a beira da insolvência, a exemplo dos Bancos que sofreram intervenção lesando os clientes. Três Fundos de Estatais poderosas entraram com somas fantásticas de recursos nos consórcios que assumiram empresas nos leilões de estatais privatizadas (Vale e Aeroportos) e com absoluta certeza irão participar do controle dos Portos. O povo não tem o menor conhecimento desse jogo do PODER.

    Quanto aos Fundos de Pensão de empresas privadas, a situação é deveras desesperadora. Só para citar o exemplo mais recente do Fundo Aerus, que faliu literalmente na onda da gestora principal, a NOSSA VARIG, outrora empresa aérea mais poderosa da nação, que voava para os quatro cantos do planeta e que, de uma hora para outra sumiu do mapa aéreo demonstrando que nada é eterno nesse vulcão dos negócios, pois bem, os participantes do Fundo Aerus passam por dificuldades financeiras sem que ninguém possa fazer nada. O governo se quedou inerte diante da má sorte dos aeroviários. Não há garantia de nada. Se o Fundo falir o aposentado fica sem o seu sustento e dependendo das esmolas de filhos e familiares mais distantes.

    Sinceramente, caros leitores, depositar na Poupança ou adquirir bens imóveis que podemos vender a cada dificuldade parece ser mais seguro diante da fragilidade do quadro atual. O mundo gira, a lusitana roda e tudo continua a mesma coisa desde os tempos idos.

  21. Darcy, a poupança pode render menos agora, que os juros baixaram para o patamar abaixo de 10%, entretanto, no longo prazo, a Poupança rende mais do que os decréscimos assustadores do INSS e até dos Fundos de Pensão na modalidade Contribuição Definida ( CD), que substituiu o Benefício Definido (BD) muito melhor para o aposentado.

    Quanto as Ações, creio meu caro, que trata-se de investimento de alto risco, a qual o trabalhador não pode arriscar de maneira alguma.

    Quanto aos bancos sou obrigado a concordar com você pelos exemplos citados e que tantos malefícios trouxeram aos correntistas daqueles bancos e que podem se repetir ao longo do tempo.

  22. Guilherme, saudações.
    O vídeo mostra o Brasil nu. É exatamente assim que a banda toca, entre nós.
    A diretoria da Escroqueria Brasil – aberta 24 horas por dia, desde 1500 – não tem medo de nada, certa que está da sua impunidade.
    Até o dia em que aparecer alguém que fuzile estes crápulas todos, ladrões contumazes. Mas este dia não chegará, já que preferimos ficar fazendo contas, apresentando e analisando relatórios e estatísticas, num festival de blablablás infindável e, por isso mesmo, nada construtivo e muito menos positivo para nós.

  23. Quanto a Obama … foi transformado em Bobo da Corte, definitivamente.
    E os planos PGBL e VGBL estão amordaçados, suas táboas atuariais não conduzem a bons resultados futuros e as empresas nada podem fazer a respeito. Aliás, ninguém sabe como conseguir isto, ao certo, pois nada é certo. Necessitamos de um novo projeto para os nossos futuros aposentados, mas não vejo quem esteja propondo algo realmente concreto.

  24. Almério Nunes

    No sistema capitalista, vale o aqui e agora. Para o amanhã, muitas dúvidas. Principalmente, para os pequenos poupadores tentando garantir uma velhice sem muitos transtornos financeiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *