Oficial da Arábia Saudita é preso na Síria participando de atentados terroristas

Começam a surgir informações importantes na Síria sobre a articulação internacional do golpe para depor o governo Assad. Militares sírios apresentaram à imprensa internacional um oficial do Serviço de Inteligência do Reino da Arábia Saudita, identificado como Naser Al Arighi, capturado durante um enfrentamento entre militares do exército sírio e grupos armados na cidade de Homs, a 140 km ao norte de Damasco, capital da Síria.

O grupo do infiltrado saudita faz parte dos grupos terroristas de mercenários estrangeiros, equipados com armas pesadas, que pretendiam destruir as barreiras de segurança criadas pelo exército sírio. “Naser Al Arighi comandava um desses grupos terroristas que agiram em Homs”, informou a agência de notícias do Irã, que apoia o governo sírio.

A denúncia é de que os reinos da Arábia Saudita e Qatar contratam mercenários e enviam armas para criar uma guerra civil na Síria, para derrubar o presidente Bashar Al-Asad, dentro de uma estratégia militar que envolve os serviços de segurança dos Estados Unidos da América, Israel e Inglaterra. O governo da Síria diz que “o objetivo é criar um governo fantoche na Síria, subserviente aos interesses criminosos do governo sionista de Israel e do imperialismo norte-americano”.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *