Os criminosos não são melhores nem piores do que os homens públicos


Francisco Vieira

Vocês sabiam que o assaltante Diego Rocha Freitas Campos, 20 anos, já condenado por assalto e identificado como matador do menino boliviano Brayan Yanarico Capcha, havia sido beneficiado pela justiça com a saída temporária do Dia das Mães por não representar perigo à sociedade? E que, por não ser idiota,não retornou à prisão?

Realmente, os bandidos não são melhores do que os nossos homens públicos. Nem são piores! Para constatar como bandido tem vez neste país, basta ver que a Folha de São Paulo acaba de estampar uma matéria criticando os policiais de São Paulo que reagiram a um assalto e mataram o criminoso.

Segundo o articulista, esse ato fez com que aumentasse a estatística de “homicídios dolosos cometidos por policiais em horário de folga”. Pela abordagem do colunista, que com certeza é usuário de carro blindado ou morador de outro país, os policiais deveriam ser mais politicamente corretos, para não prejudicar os número controlados pelo pessoal dos direitos humanos.

O CASO GLAUCO

“Morro de medo que ele volte”, disse a viúva, após a libertação do assassino confesso do cartunista Glauco Vilas Boas e do filho dele, Raoni,  Apenas três anos após o duplo homicídio, o criminoso Carlos Eduardo Sundfeld Nunes, o Cadu, de 27 anos, já pode sair da clínica psiquiátrica e retornar à casa de seus pais.

A viúva do cartunista, Beatriz Galvão, disse que a decisão é um “absurdo” e que teme por sua segurança. “Ele sabe tudo da minha vida, meu telefone, onde eu moro, o calendário de todos os eventos da igreja Céu de Maria. Morro de medo que ele volte“, afirmou.

“Eu lutei tanto com isso. Primeiro para sobreviver à tragédia. Depois para que ele continuasse preso. É um absurdo tão grande, estão condenando as vítimas e libertando os assassinos”, completa.

A decisão foi dada pela juíza Telma Aparecida Alves, da 4ª Vara de Execuções Penais de Goiânia, que afirma que Cadu, que sofre de esquizofrenia, está apto a passar para o tratamento ambulatorial.

Estes são os fatos. Neste país, o direito à impunidade deve ser garantido a todos os criminosos: normais ou doentes mentais.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

6 thoughts on “Os criminosos não são melhores nem piores do que os homens públicos

  1. Vocês querem o que?
    Quem governa este Estado por 24 longos anos? (4 de montoro).
    O Estado de São Paulo está totalmente abandonado nestes anos governado pela tropa mídiatica , segurança pública hoje em dia para os franceses não é mais investimentos e sim gastos, por isso que eeles detastam policiais, a não ser para sua própria segurança.
    geraldo/serra anda de carro blindado e mais de 200 policiais para sua segurança.eh!eh!eh

  2. “O corpo de Diego Rocha Freitas Campos, de 20 anos, foi reconhecido na quarta-feira (11/7) pela família em fotografias armazenadas no Instituto Médico-Legal (IML). Diego é apontado como o homem que atirou no menino boliviano Brayan Yanarico Capcha, de 5 anos, durante um assalto na casa dos pais do menino, em São Mateus, na Zona Leste de São Paulo . Ele foi encontrado morto no dia 7 de julho, na Zona Norte.”

    http://m.g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2013/09/suspeito-de-atirar-em-menino-boliviano-tambem-e-encontrado-morto.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *