Os Estados Unidos caminham para o socialismo

Almério Nunes

Barack Obama aplica, hoje, toda a doutrina keynesiana, na qual se apoiou Franklin Delano Roosevelt em 1933 para lançar seu “New Deal”. E foi assim que salvou o país de uma falência total.

Obama segue Roosevelt

Saiu a nova edição da “Newsweek”, com o título de capa: “Barack Reagan”, na qual lemos que, se Reagan teve grandes méritos na recuperação do país, em seus dois mandatos,os desafios de Obama tem sido muito maiores, somente comparáveis aos de 1929. Sobre Mitt Romney … quando abre a boca parece a Ofélia, aquela que “só abria a boca quando tinha certeza”,ou com o inesquecível Justo Veríssimo, aquele que dizia “quero que o pobre se exploda”. Uma das (muitas!) besteiras ditas pelo republicano, podemos recordar: “Let Detroit go bankrupt!” … “Detroit (onde os carros dos USA são fabricados)que se dane!”

E Obama recuperou esta indústria, salvou mais de um milhão de empregos. Salvou com o dinheiro dos contribuintes. Se está colocando muito dinheiro público … nas mãos do público … está na verdade apenas fazendo uma devolução, pois como sabiamente diz Paul Krugman, “de uma forma ou de outra, todos se aproveitam da infra-estrutura do Estado, sem a qual nada existe”.

###
TRAVESSIA

Os Estados Unidos caminham para o Socialismo e é dessa forma, com a compreensão desta “travessia”, que retomará seu caminho e recuperará as perdas gigantescas que vem sofrendo atualmente. Distribuir riquezas com sabedoria, da classe média para cima e não dos ricos para baixo, é o que defende Obama … no que está corretíssimo.

As leis devem ser iguais para todos, e todos devem ser iguais diante das leis. Mercados sem regras … como pregava Reagan (por exemplo), é teoria que nunca deu certo, e, se deu, hoje já não é mais possível em país algum. O Estado deve reger as economias, ou o homem (o animal insaciável) se apropriará de tudo, causando as maiores desigualdades sociais – que é o que vemos há décadas e décadas neste mundo quase que totalmente destruído pelas crises, verdadeiras atrocidades causadas pelas jogatinas dos que pregam “livre iniciativa”, mas estão sempre mamando nas tetas do … Estado.

Quem paga? “Same ol’ story” … os povos, hoje arrebentados e humilhados na Espanha, em Portugal, na Grécia, na Itália e outros países. Estavam gastando muito? Estavam desperdiçando muito? Ora ora ora … Só os Estados Unidos foram obrigados a um remanejamento da sua dívida, a partir dos anos 80 … 78 vezes! São os mais irresponsáveis e desorganizados do mundo, mas o mundo os financia (a moeda é deles) … faz tempo. Ou já teriam quebrado outra vez, levando-nos a todos de roldão.

Resumindo: o dinheiro tem origem no trabalho, e quem o produz é o seu dono. Cabe ao Estado planejar, organizar, executar e controlar … mostrando como isto se realiza. Uns ficarão com mais, outros ficarão com menos, mas numa proporção que possibilite a todos uma justa e digna participação no processo.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *