Os juros vão aumentar até chegarem a quase 10%, ruim para o país, festa permanente para os bancos. Obama completa 6 meses do segundo mandato. Em 5 questões de grande repercussão, faltou com a credibilidade em 4. Nenhum chefe de Estado tem a receptividade do Papa.

 (Yasuyoshi Chiba/AFP Photo)

Helio Fernandes

Decepção, frustração, alienação, negação do passado e até mesmo do realizado no primeiro mandato. Agora, quando completa exatamente 6 meses do segundo mandato, se envolveu em 5 questões de repercussão nacional e internacional, em 4 delas de forma negativa, atingindo o bom senso e a credibilidade. É evidente que esse personagem se chama Barack Obama, e é o presidente dos EUA.

Quando foi aprovada a emenda 24, em 1952, restringindo os mandatos presidenciais apenas a 2 e impedindo a ocupação de qualquer outro cargo, eleito ou nomeado, comentaristas disseram: “O segundo mandato presidencial será exercido sem maior entusiasmo, até mesmo com displicência”.

É possível que Obama esteja sofrendo dessa falta de objetivo visível e desejável, embora seu primeiro mandato, não criticável, não tenha sido o que se esperava, e até mesmo o que prometera e garantira. (Está  aí  Bill Clinton, com 8 anos de um excelente governo, “obrigado” a ganhar dinheiro, com muitos pagando fortunas para ouvi-lo. Até cadeias de televisão famosas nos EUA e no resto do mundo compram a “voz” de Clinton para garantir audiência.

Mas desperdiçar prestígio pessoal e do país, em 5 oportunidades, passados apenas 6 meses, precisa mais do que uma simples explicação, ou a utilização da palavra equívoco. Vamos examinar os 5 fatos, na ordem que surgiram, deixando bem claro quanto eu lamento a posição de Obama em todos eles.

O ESPIÃO OBAMA

1 – A revelação de que o governo dos EUA “espionava” o mundo todo, utilizando o formidável poder da tecnologia que acumulara. Foi revelado que a América Latina e a União Europeia tiveram sua privacidade devassada não só por satélites, mas por muitas outras formas conhecidas ou não ostensivas.

O HERÓI CONTRA A ESPIONAGEM

2 – Um jovem de 29 anos, ex-analista da Agência Nacional de Segurança (NSA), por pura convicção, revelou os documentos, “infernizou” a própria vida. Imediatamente Obama chamou-o de “traidor” e passou a persegui-lo com a mesma falta de constrangimento com que atraiçoara os países amigos.

PRESSÃO CONTRA O ASILO

Snowden não traíra o país, não vendeu documentos, fez o que considerava seu dever. Ameaçado de condenação a prisão perpétua, teve que se esconder em vários países, com Obama atrás dele, pressionando países para não lhe darem asilo e a Rússia para não lhe conceder salvo-conduto.

3 – Com esse caso, lembro logo de Daniel Ellsberg (cuja história contei aqui), que revelou e publicou os “Documentos do Pentágono” (e contribuiu para o fim da Guerra do Vietnã), com isso, ameaçado, acusado igualmente de traição, e levado a julgamento perante a Corte Suprema dos EUA.

Ellsberg compareceu ao próprio julgamento, e não só ele, mas quase toda a comunidade de informação considerava que seria condenado. Só que a Corte Suprema , também sem surpresa, inocentou o técnico-especialista, decidiu: “Ele não é traidor, ao contrário, prestou relevante serviço ao país”. Foi uma festa de democracia. Ellsberg solto, os direitos individuais, consagrados.

4 – Nesses 6 meses, único ponto a favor de Obama. O assassino de um jovem negro foi julgado e absolvido por lei absurda e criminosa. Obama deu entrevista coletiva dizendo textualmente: “Esse poderia ter sido eu há 35 anos, antes de ser senador”. Merece todos os elogios, mas deveria ter tomado alguma providência para que houvesse novo julgamento, e essa lei não existisse mais.

ATENTADO ÀS FONTES DE INFORMAÇÃO

5 – Agora, insensato, o presidente dos EUA investe contra o sigilo às fontes de informação, sem o qual ninguém saberia ou saberá de coisa alguma. Obama rasga a própria Constituição dos EUA e se joga contra o pensamento dos “pais fundadores”, como foram chamados os grandes personagens da primeira e única Constituição dos EUA.

Sendo complementada depois de promulgada, ganhou a Primeira Emenda, reverenciada e respeitada no mundo inteiro, principalmente na questão da liberdade de Imprensa. Espantosamente, Obama teve o apoio da Justiça, a ação chegará à Suprema Corte, e o direito à informação e ao sigilo será restabelecido.

PS – O Brasil e mais 47 países assinaram a Ata de Chapaltepec, de garantia do sigilo às fontes de informação.

PS2 – Em 1963 (antes do golpe), fui preso e julgado pelo Supremo, pelo fato de ter publicado um documento do ministro da Guerra, que ele mesmo colocou no envelope: “Sigiloso e confidencial”.

PS3 – No mesmo dia, preso e incomunicável, meus advogados (Sobral Pinto, Adauto Cardoso, Prado Kelly, Prudente de Moraes neto) entraram com habeas corpus no Supremo. Não fui libertado, mas julgado pelo Supremo, único jornalista JULGADO pelo Supremo em toda a História da República.

PS4 – O julgamento ficou empatado em 4 a 4, o bravo presidente do Supremo, Ribeiro da Costa, desempatou a meu favor. Mas podia desempatar contra.

PS5 – Quando fui libertado, o Millôr escreveu, não como meu irmão, mas pela própria formação: “Jornalista que não publica circular sigilosa e confidencial, deve abrir um supermercado”.

PS6 – Ninguém me pediu para indicar a fonte, nem eu indicaria. Nem precisava. A fonte, uma grande personalidade, deu entrevista coletiva, foi claro e simples: “Quem deu o documento ao jornalista Helio Fernandes fui eu”.

ATÉ ONDE CHEGARÃO OS JUROS

Todos os economistas, oficiais ou oficiosos (os que servem aos bancos) desta vez vão acertar coletivamente. No final deste  2013, esses polêmicos juros estarão perto de 10 por cento, no mínimo, no mínimo em 9,50%. Essa certeza vem da afirmação de todo o Banco Central: “Sem aumento de juros, o que vai crescer é a inflação”.

DUAS CITAÇÕES INDISPENSÁVEIS

FHC elevou os juros até 44 por cento, verdadeiramente inacreditável. Quem investisse em títulos públicos, digamos 1 milhão de reais, em 2 anos já teria recuperado o investimento, tudo então seria lucro. Passou o governo a Lula, com os juros em 25 por cento.

DO PROFESSOR (DITADOR)
SALAZAR PARA JUSCELINO

Quando viajou pelo mundo como presidente eleito e ainda não empossado, levou apenas 4 pessoas. Uma delas, este repórter. Me convidou pelo fato de eu ter dirigido a Comunicação de sua campanha, sem receber nada. Não havia dinheiro nem para combustível.

Aceitei, lógico, mas disse a JK: “Presidente, vou viajar como jornalista, quero estar sempre ao seu lado, onde o senhor estiver estará a notícia”. Ele riu e concordou. Em Portugal, fomos recebidos numa bela festa pelo primeiro-ministro (ditador) Oliveira Salazar. Inesperadamente, naquele jardim lindíssimo, JK e Salazar (e eu ao lado) ficaram sozinhos, ele aconselhou: “Presidente, se o senhor quiser governar o mandato inteiro, cuidado com a inflação e não faça reforma cambial”.

Foram chegando pessoas, o diálogo foi interrompido. No carro, preocupado, JK me perguntou: “Helio, o que ele quis dizer?” . E eu: “Presidente, ele é um ditador, mas antes disso era respeitado professor de Finanças da Universidade de Coimbra”. E acrescentei: “Em 1928, ele era ministro das Finanças do presidente, general Carmona. Em 1930 derrubaria o presidente e já está no poder há 25 anos”.

###
PS – O avião com o Papa chegou 15 minutos adiantado. O  Papa desceu as escadas do avião quase correndo, forma física notável. Esperando-o na pista a presidente Dilma, que foi apresentando a sua comitiva.

PS2 – “Este é o Ministro Mercadante, que já foi derrotado duas vezes para governador de SP, quer a terceira”.

PS3 – “Este é o Sérgio Cabral, governador do Estado do Rio, não consegue sair de casa por causa dos protestos. Em homenagem ao senhor, deram uma trégua a ele”.

PS4 – “Vou lhe apresentar meu vice, Michel Temer, quer beijar sua mão, o que o senhor acha? “O Papa concordou, Temer se abaixou, de forma subserviente, como sempre.

PS5 – Dona Marta Suplicy atravessou a faixa, um guarda queria impedi-la. Dona Dilma não deixou, apresentou-a: “Dona Marta, Ministra da Cultura, derrotada duas vezes para prefeita, quer ser derrotada para o governo”.

PS6 – Dom Orani Tempesta se aproximou, Dona Dilma ia dizer alguma coisa, o Papa falou: “Esse eu conheço, vai ser o primeiro Cardeal brasileiro promovido por mim”. E acrescentou, provocando risos: “Se ele aceitar”. O Papa exibe o bom humor e a simplicidade de sempre.

PS7 – Muitos políticos, o Papa não falou com nenhum. Comentadíssimo, Dona Dilma não apresentou o prefeito do Rio. Por quê?

PS8 – O Papa entrou no carro fechado, Dona Dilma fez o gesto de segui-lo, mas o transporte era exclusivo para ele. Que vexame para ela.

PS9 – O vice de Cabral estava, não foi apresentado, como dizer ao Papa, que fala português: “Este é o Pezão”.

PS10 – A primeira parada do Papa foi na belíssima Catedral Metropolitana, no fim da Rua do Lavradio, a cem metros da Tribuna da Imprensa. O Jornal não pôde esperá-lo aberto, ele conhece a história, resistiu a uma ditadura de 7 anos, a Tribuna, a outra de 21 anos.

PS11 – O trajeto foi muito mal planejado, jogando o carro do Papa em lugares de congestionamento, principalmente de pessoas. E aumentando a responsabilidade dos seguranças de fora do carro. Estes não podem ser agressivos nem omissos.

PS12 – Em nenhum momento, o Papa fechou as janelas do carro, beijou crianças. Exatamente às 5 horas, saltou do carro fechado e entrou no papamóvel. Impressionante, sempre alegre.

PS13 – O Papa passou em frente à Petrobras, podia ter abençoado o prédio, a empresa, Dona Graça, servindo indiretamente ao povo, que tem ações do FGTS-Petro.

PS14 – Na Avenida Rio Branco, o Papa via mães com crianças, pedia para irem até ele, beijava-as. Essa mãe jamais esquecerá o fato.

PS15 – O Papa não saltou na Rio Branco, como as autoridades se assustavam. Depois foi para o Guanabara, 2 horas no Rio, sucesso total. Nenhum chefe de Estado tem a receptividade do Papa.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

15 thoughts on “Os juros vão aumentar até chegarem a quase 10%, ruim para o país, festa permanente para os bancos. Obama completa 6 meses do segundo mandato. Em 5 questões de grande repercussão, faltou com a credibilidade em 4. Nenhum chefe de Estado tem a receptividade do Papa.

  1. Helio
    Era para ter chegado quase uma hora antes, o avião deu uma longa volta entre Valença e Rio das Flores, as 15:29 foi publicado aqui na Tribuna da Imprensa que o avião do Papa chegaria adiantado.

  2. SE AGIU CERTO, POR QUE SE ESCONDER?

    O meu pai,Sindicalista, quando eclodiu a CONTRA-REVOLUÇÃO DE 64, foi o único na região salineira do RN que não fugiu e nem se escondeu, recebeu o Delegado do Trabalho Marítimo na porta do sindicato e nem foi cassado. Por que? Porque não tinha nada a temer e nem a esconder ou seja agia certo e dentro da lei. PRONTO. NÃO EXISTE MILAGRES!

  3. Esta é a política dos juros altos, beneficiam banqueiros e prejudica os brasileiros, este economistas governamentais possuem PHD em economia, mas só fazem as mesmas práticas que governos passados e o povo não percebe esta maldade.
    Que país prefere pagar bilhões a banqueiros e deixar de fazer pelo cidadão/contribuinte, são todos iguais.

  4. QUE TAL NAS PASSEATAS PEDIRMOS JUROS BAIXO E FORA ECONOMISTAS QUE TRABALHAM PARA OS BANQUEIROS DENTRO DO BANCO CENTRAL QUE É UM ABSURDO ESSES VENAIS FICAREM DENTRO DE QUALQUER SETOR DO GOVERNO EM TODOS OS NÍVEIS.ELES PODEM ATÉ EXISTIREM MAS NÃO COM A CONIVÊNCIA DO GOVERNO QUE SE DIZ SÉRIO.SERÁ QUE OS PROTESTOS VIRAM CINZAS?

  5. O papa chegou ao brasil. Durante dias a imprensa (principalmente as redes sócias) noticiou que a visita do mesmo ao Brasil custaria R$ 118 milhões para os cofres públicos.
    Pois bem, como já escrito acima, o papa já está no Brasil e daí eu leio coisas tipo: “Redes sociais convocam protestos contra visita do papa”.
    Se a grande maioria dos brasileiros fossem mais inteligentes, soubessem raciocinar, soubessem pensar, fossem mais racionais e avaliassem o outro lado da moeda não daria tanta importância aos gastos com sua vinda ao nosso país. Coisa pior acontece por aqui e não vemos protesto destes “revoltados por pouca coisa”.
    Não estou defendendo a igreja católica, mas se vamos protestar porque a Igreja Católica já é rica e não arca com seus custos então vamos protestar também contra as grandes seitas evangélica do Brasil que são isentas de impostos, a grande maioria dos seus pastores estão riquíssimos à custa de pobres esquecidos por um Estado ausente e o que é pior: Porque o povo brasileiro (a grande maioria anda preocupada com carnaval e nem sabe da trajetória dos pastores no Congresso Nacional) não protestou contra os congressistas evangélicos envolvidos com o escândalo dos Sanguessugas?
    “O Globo” noticiou em 2006 que quase metade da bancada evangélica do Congresso está envolvida com a máfia das ambulâncias.
    Vão até um site e verifiquem o porque de tantos parlamentares da bancada evangélica serem a favor da PEC 37. Lá diz que eles são a favor devido “Muitos parlamentares evangélicos, bem como, os líderes que estes representam, são alvo de investigações do Ministério Público e possuem pendências com a justiça”
    E diz mais: Entre os deputados integrantes da Bancada Evangélica com pendências na Justiça, a maioria responde a acusações como peculato (furto ou apropriação de bens ou valores públicos), improbidade administrativa, corrupção eleitoral, abuso de poder econômico, sonegação fiscal e formação de quadrilha. Enfim, crimes do colarinho branco onde a atuação das instituições que a PEC 37 pretende amarrar têm sido decisiva nestes últimos anos.
    Pergunto aos do contra gastos com o papa: Mesmo não justificando os gastos com a vinda do papa ao Brasil, mas vocês não percebem que R$ 118 milhões é troco se comparar as centenas de milhões que são canalizados para os templos evangélicos e seus riquíssimos pastores que dizem nos representar na Câmara e Senado Federal?
    .
    Ah, tenham paciência, só porque a Igreja Católica e o Papa tem uma maior visibilidade é motivo para querermos fazer nosso nome às suas custas?

  6. Sinais dos tempos

    A grande “mídia livre” sempre a serviço das elites dominantes, cumpre seu papel de desinformação, formatação, direcionamento e banalização da cabeça do povo. Apesar disso, vez por outra escapa alguma coisa, como a muito corajosa revelação do Edward Snowden, ex-analista da NSA, divulgando a gigantesca espionagem e controle dos EUA sobre tudo que é lançado nos computadores e internet.

    Somando a bombástica revelação de Snowdem, a outras tantas, como o direito que os EUA reservaram de deter qualquer suspeito para ser interrogado em local ignorado, longe de advogados e da lei, contribuem para muita apreensão sobe o futuro da humanidade, em especial, das nações possuidoras de gigantescas riquezas naturais, mas desarmadas. Claro.

    Decorrentes do atual quadro crítico da crise mundial, è possível perceber que a estrutura capitalista, apesar de sua incrível vitalidade, encontra-se em estágio avançado de inseguranças e incertezas, sujeito a perigosas manobras, nada certo do que poderá acontecer, confirmando a exaustão do sistema capitalista, tal como é. Só não vê quem não quer.

    Comparativamente, o total de ricos e de bilionários em todo o mundo é parcela ínfima em comparação com a quantidade de trabalhadores, pobres e miseráveis. Com um pouco de esforço mental (só um pouco), é possível concluir que a grande maioria dos trabalhadores fica com muito pouco da riqueza que produz. A quase totalidade dessas riquezas fica em mãos dos donos dos meios de produção e do capital. Por isso mesmo, existem ricos e bilionários, graças ao sistema capitalista, fundamentado em roubos e assaltos, inclusive, vistos nas invasões militares do Iraque e da Líbia, lideradas pelos EUA, buscando controle e posse das riquíssimas jazidas de petróleo desses indefesos países.

    A velha sociedade de consumo em continuadas cíclicas crises, responsável pela existência de cerca de 4 bilhões de excluídos no mundo, por permanentes distúrbios, revoltas, guerras e devastadoras agressões ao meio ambiente, ruma para o colapso final por conta de suas inúmeras e insolúveis contradições. Principalmente, pelo desemprego tecnológico tomando conta de todas as áreas e setores da produção e manejo de riquezas, botando no olho da rua milhares de trabalhadores, intelectuais e braçais, mundão a fora.

    Muitas das vezes, torna o jovem que está entrando no mercado de trabalho sem condições de obter bom salário, e o desempregado, sem chance de recuperar seu poder de consumo. Ter bom poder de consumo, é coisa vital para a existência do sistema capitalista.

    Reduzindo o poder do polo consumidor, a fantástica tecnologia vai minando as bases da estrutura capitalista. Sem um sideral polo consumidor, forte e saudável, a falência do sofisticado e complexo polo produtor de riquezas e manejos (indústria, comércio, serviços e bancos) será inevitável.

    Provavelmente, a mais séria indagação de todos os tempos é saber se humanidade já atingiu suficiente nível espiritual e racional para ser capaz de fazer uso de toda a formidável tecnologia existente, na pacífica estruturação uma nova ordem mundial, racional, fraterna, justa e humana, construindo um novo mundo, limpo e belo, para todos. Que Deus nos ilumine, pois que essa gigante tarefa se aproxima, querendo ou não.

  7. PS 16 – ” Este é Joaquim Barbosa, Presidente da Corte Suprema, que abriu uma offshore no EUA para sonegar imposto;
    PS 17 – ” Estes são os filhos do Roberto Marinho, especializados sonegação de impostos.
    PS 18 – ” (…)

    Quer saber o problema real? É a sonegação fiscal, estúpidos!
    Amaury Ribeiro Jr. e Rodrigo Lopes: Globo tem bens bloqueados
    publicado em 22 de julho de 2013 às 21:59

    A Globopar, empresa ligada à TV Globo, está com parte de suas contas bancárias e bens bloqueados, devido a um dívida ativa de R$ 178 milhões com o Tesouro Nacional. De acordo com documentos conseguidos pelo Hoje em Dia na Justiça Federal do Rio de Janeiro, a dívida inscrita no cadastro de inadimplentes federais foi originada por várias sonegações de impostos federais.

    Por solicitação da Procuradoria da Fazenda Nacional do Rio de Janeiro, as contas bancárias da Infoglobo e a da empresa Globo LTDA também chegaram a ser bloqueadas. Mas os irmãos Marinho – Roberto Irineu, José Roberto e João Roberto – conseguiram autorização da Justiça para liberar o bens dessas duas últimas empresas no mês passado, na 26ª Vara da Justiça Federal do Rio de Janeiro.

    Inadimplente

    A dívida da Globopar, no entanto, já está inscrita no cadastro de inadimplentes do Tesouro Nacional, em fase de execução. Na semana passada, a Globo conseguiu adiar a entrega de seu patrimônio ao tesouro até que o processo transite em julgado.

    O Hoje em Dia também teve acesso ao processo que apurou o sumiço do inquérito de sonegação da Organizações Globo na compra dos direitos da transmissão da Copa de 2002.

    Receita Federal

    Um documento enviado pela Receita à Justiça em 2010 comprova, ao contrário do que a emissora divulgou, que a dívida de R$ 600 milhões nunca foi paga. A papelada comprova ainda que o Ministério Público Federal ao ser avisado sobre operações de lavagem de dinheiro entre a Globo e a Fifa nas Ilhas Virgens Britânicas prevaricou muito.

    Omissão

    Ao invés de solicitar investigação à Polícia Federal, preferiu emitir um parecer que atesta não ter ocorrido nenhum ato ilícito nas transações nas Ilhas Virgens. Um inquérito criminal contra os irmãos Marinho chegou a ser instaurado, mas também sumiu das dependências da Receita Federal.

    Não bastasse toda essa confusão, a Globopar continua sonegando. E como nunca. Nos últimos dois anos, a empresa foi notificada 776 vezes pela Receita Federal por sonegação fiscal.

    Equipamentos

    A maior parte dessas autuações envolve a apreensão de equipamentos, sem o recolhimento de impostos, no aeroporto do Galeão, no Rio De Janeiro. Para um bom entendedor a Globopar é uma empresa contumaz na prática do descaminho.

    Verba publicitária

    O ministério da Comunicação do governo Dilma Rousseff e os demais governantes desatentos liberaram verba para empresa inadimplente com a União, o que constitui-se ato de improbidade administrativa. A liberação pode ser comprovada no site do Ministério da Fazenda.
    (Do blog Viomundo antecipando, com exclusividade, coluna que será publicada nas próximas horas pelo jornal Hoje em Dia, de Belo Horizonte: Amaury Ribeiro JR e Rodrigo Lopes).

  8. “A grande “mídia livre” sempre a serviço das elites dominantes”
    Ideologia (pode ser também também fanatismo ) política e religiosa é algo a ser muito, mas muito mesmo ser estudada para melhor compreendermos este fenômeno.
    Será que a mídia estatal de Cuba (Granma), União Soviética (Pravda), da Coréia do Norte e Camboja são as reais mídias livres?
    Lembro-me que quando da queda da União Soviética foi divulgado que o povo da época era proibido (não tinha nas bibliotecas) ler livros do economista Adam Smith e ter acesso à obra dos Beatles.

    Do livro PRIVATIZE JÁ:
    No brasil, boa parte da esquerda ainda elogiam a “educação” cubana. Mas será que Cuba pode ter boa qualidade de ensino quando os indivíduos não desfrutam de liberdade para ler o que desejam? Será que podemos chamar de educação a doutrinação de professores obrigados a elogiar um sistema opressor? Que educação é essa onde o povo é completamente afastado das leituras de sua livre escolha? Cubano algum pode ler George Orwell, por exemplo?

  9. Já circula na internet uma montagem do Papa conversando com a Dilma apontando o dedo pra trás e perguntando?
    – quem é este senhor que cumprimentei agora?
    – é o Renan Calheiros, presidente do Congresso.
    – é porque ele roubou meu relógio

  10. Helio !!!!
    O Papa Francisco pediu o livro do Leonardo Boff e
    o teólogo já enviou-o à Arquidiocese do Rio. Reaproximação à vista? A Teologia da Libertação … é para libertar mesmo, e não para enclausurar em um pensamento único. Tenho um livro do mestre Heráclito Sobral Pinto sobre o tema e sugiro a você que o leia (se é que já não leu!).
    Na época de Francisco de Assis os religiosos fixavam-se em mosteiros. Coube a Francisco de Assis promover uma mudança total, ao ir para as ruas pregar a humildade, a caridade e a pobreza … tal como ensinou (e fez) Jesus Cristo. Francisco de Assis é a maior figura do Cristianismo depois Dele.
    Leonardo Boff!!! Parabéns!!! Você e o Papa Francisco unidos!!!

  11. Hoje é o segundo dia da “temporada” do papa Francisco no Brasil, que vai até domingo. Do show de simplicidade carregado nas tintas, com atitudes que beiram o burlesco, como o sumo embarcar no avião em Roma carregando sua própria mala – coisa tão simples quanto caber um paramento papal numa maleta…

    Desce do avião e anda com a presidente Dilma dando risadas deixando pulga atrás de orelha sobre o que falavam. E beijo em criança, e carro de vidro aberto, quarto simplesinho de 50 metros quadrados…

    Atitudes que contrastam com o providencial cuidado de não palpitar sobre os temas que os políticos tentam “encaixar” na visita. Agora são mais seis dias e o papa aqui está numa missão pastoral, que tem sustança na reação da Igreja contra a perda de fiéis.

    Esse papa amigão é a estratégia, e não o seu posicionamento político. Por isso o que teremos nesses dias restantes é muita cantoria e muita reza e missa, muito mais que os políticos gostariam. Eles que até de peronista estão chamando o sumo, coitado.

    A esquerda geriátrica brasileira, na qual está contido o governo petista, está eufórica a falar numa “primavera da Igreja católica”, como se os hábitos de Francisco representassem o passo doutrinário da instituição milenar. Como se Francisco não fosse a continuação de João Paulo Segundo e Bento 16.

    Esse esquerdéu colher de pau dá por vencido que o papa não vai apoiar o aborto, o casamento homossexual, adoção neles de crianças e pesquisas no campo da genética.

    Em contrapartida querem fazer crer na “primavera” e que o papa difere dos antecessores e até flerta com a famigerada Teologia da Libertação. Dizendo que João Paulo e Bento não eram amigos dos fiéis, que fizeram da Igreja uma fortaleza ideológica, quando na verdade ela foi doutrinária. Para que agora se assente nela a busca, pelo novo papa, do rebanho que se distanciou e espalhou mundo afora.

    A esquerda vê essa visita do papa ao Brasil como uma “primavera” gôche. Mas a Igreja não vê assim não. Ela vê essa presença física do Bispo de Roma, como ele gosta de ser chamado, como estratégia central das jornadas com os jovens, nesta brasileira e nas que virão a seguir mundo afora. As jornadas são o pilar da ação da Santa Sé, em busca dos fiéis – num plano que vem de longe e no qual o papa Francisco está incluído porque o idealizador Bento 16 renunciou. Lembrando que foi com Bento 16 o último encontro de Francisco antes de embarcar.

    A esquerda está batendo bumbo que o papa Francisco é um novo João 23. Não é. E nem João 23 foi o que a esquerda bananeira pensa que ele foi.
    (do blog Trem Azul)

  12. É MAIS FÁCIL O MAR SECAR O SOL DERRETER EM UM ANO QUE A PODEROSA PAGAR ESSA DÍVIDA E OS AUDITORES,GOVERNOS,JUÍZES,POLÍTICOS,MP,STF MORREM DE MEDO DEVE SER POR TEREM COMO DIZEMOS AQUI NO CEARÁ TÊM O RABO PRESO OU ASSUMIREMOS : SÓ OS POBRES PAGAM SUAS DÍVIDAS IMPOSTOS ETC EITA PAÍS JUSTO E IGUAL PARA TODOS…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *