Os números mostram que a política adotada pela Petrobrás está no caminho certo

Flávio José Bortolotto

É bom que se denuncie publicamente o que achar errado na administração da Petrobras e de qualquer estatal. Quanto mais fiscalização, melhor. Mas tem que denunciar com competência.

1 – Produção e auto-suficiência

O comentarista Daniel Paixão alega que nos últimos 7 anos a Petrobras teve um déficit na venda/compra de petróleo de R$ 57 bilhões, para concluir que a Petrobras está “crescendo que nem rabo de cavalo – para baixo”.

É verdade que não se atingiu a auto-suficiência, faltando cerca de 5% de produção. Mas nesses 7 anos a demanda cresceu mais de 7% ao ano e o Açúcar/Álcool subiram muito no mercado internacional sendo vantajoso para a indústria sucro-alcooleira exportá-los, criando um déficit de combustíveis.

A produção da Petrobras nesses últimos 7 anos passou de 1,4 milhão de barris/dia para os atuais 2,3 milhões de barris/dia. Eu queria que minha micro-empresa tivesse crescido assim.

2 – O caso das plataformas

Pequenas variações por paradas de plataformas para manutenção, não devem ser levadas em conta. E foi uma grande decisão do governo Lula/José Alencar a construção de plataformas, navios sondas, embarcações auxiliares, rebocadores, equipamentos submarinos, bombas, tubulações, válvulas etc. etc., no Brasil e com mínimo de 65% de índice de nacionalidade, para alavancar a indústria nacional.

Depois, justamente para acelerar a produção e atingir a auto-suficiência, o que reduz o déficit da conta-corrente do Brasil, se alugam algumas plataformas e navios sondas etc., e isso é criticado também.

Sem dúvida, numa atividade tão gigantesca e complexa como “pioneiramente produzir petróleo em águas profundas”, se cometeram e se cometerão erros, mas as medidas tomadas pela Petrobras e criticadas pelo comentarista, a meu vê, nada têm de errado.

3 – Erros pontuais da Petrobras

É verdade que nesses 10 anos de governo do PT se cometeram erros pontuais como os indicados por Daniel Paixão. A compra da refinaria de Pasadena, no Texas, e a construção da Refinaria Abreu e Lima, em Recife, estão em análise e os responsáveis respondendo perante o Conselho Fiscal da Petrobras e também judicialmente.

O que o Sr. Daniel Paixão não diz é que a Petrobras e a indústria brasileira do petróleo como um todo passaram de 3,5% do PIB em janeiro de 2003 para os atuais 1% do PIB em 2013.  É lógico que aumentaram o capital, a dívida, os investimentos, a produção, tudo, mas o comentarista se fixa só na dívida.

Devido à demanda ter crescido muito e o grosso dos investimentos serem dirigidos para o Pré-Sal, com retorno em 10 ou 12 anos, é lógico que neste período a Petrobras estará apertada, apertadíssima, como qualquer companhia que atua em ciclo de longa duração como é o de petróleo, durante a fase de investimentos, e ainda pioneiramente em águas profundas.

4 – Política do governo é acertada

No fundo há uma luta surda entre a política do governo, que mesmo com erros e imprevistos optou por defender a indústria nacional do petróleo, e a alternativa de entregar o controle de tudo para o capital internacional via suas multinacionais do petróleo/gás.

Mas acontece que precisamos fortalecer a industrialização, que é chave para o aumento do padrão de vida do povo. O Haiti, por exemplo, tem gasolina na bomba mais barata do que nós.

Nessa polêmica, vemos como é importante uma Imprensa livre, para que tudo ande bem.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

21 thoughts on “Os números mostram que a política adotada pela Petrobrás está no caminho certo

  1. Realmente a saída para o verdadeiro desenvolvimento do Brasil é a industrialização com capitais nacionais. Idéia insensata, digna de entes saídos da estrebaria, foi a abertura irrefreada do País às multinacionais. Estas não deixam no País, como se é de esperar, a riqueza aqui produzida. Assim, se há uma constante sangria de recursos para o exterior, como esperar que haja melhoria generalizada de salários, investimentos geradores de mais empregos e prosperidade geral? Sem contar que as múltis não repassam tecnologia, pois já a têm pronta em suas matrizes. Ninguém se iluda: os governos estaduais e federal pagaram e continuam pagando para que essas sanguessugas permaneçam no Brasil. Por isso é que a Petrobrás, com todos os seus defeitos, deve ser defendida por todos nós. Parabéns ao Flávio Bortolotto pelo artigo.

  2. Pingback: “A PETROBRAS ESTÁ NO CAMINHO CERTO” | petroleiroanistiado

  3. Produzir, produzir e produzir.
    Mas … permanece a questão.
    Quem fica com os resultados?
    A Petrobrás produzir mais … significa o quê? Quantos parceiros estão envolvidos e em quais condições? Há transparência no processo? O Sr Shigeaki Ueki foi ministro de estado e presidente da estatal, e hoje é mais rico do que a família Bush. Mora no Texas. Como ele conseguiu acumular tal fortuna? Como Eike Batista tornou-se dono de importantes poços? Os números do bas fond do petróleo … são desconhecidos.

  4. Senhores,
    O Flavio esta certo!

    Convenhamos que o plano de contas de uma empresa como a Petrobras é um pouco meio maior do que o de uma microempresa…

  5. O governo está certo. O mercado e o brasileiro é que estão errados… Então, ok.
    A pessoa deveria ter uma certa vergonha na cara ao escrever certas coisas e publica- las na internet.
    Todas as petrolíferas do mundo batem recordes em suas cotações e a Petrobras só faz cair e se desvalorizar. O que é péssimo para a empresa, que precisa de capital para seus inúmeros investimentos.
    O problema é que esquerdista pensa que dinheiro nasce em árvore.

  6. Prezados Srs. Comentaristas que me honraram com Comentários, meu Muito Obrigado, e me permitam Responder:

    Sr. DeusdedithLeite.
    A Petrobras, mesmo com alguns erros e dificuldades ao longo do tempo, ajuda enormemente a Economia Nacional, a que realmente aumenta o Padrão de Vida do Povo. Economia Nacional é toda a parte de Capital Nacional (Estatal e Privado). A outra parte é a de Capital Internacional, +- 50% do total, que busca seus interesses voltados para a Matriz no Exterior, e que gera pouco para aumentar nosso IDH (Índice de Desenvolvimento Humano).

    Sr. César – Fortaleza.
    Obrigado pela correção do Português, a gente vai aprendendo praticando.

    Sr. Darcy.
    Agradecido pela tua complementação, postando os dados da ANP de ontem. Confirmam os meus dados que foram escrito de cabeça. Por isso muitas vezes coloco +-.

    Sr. Reginaldo Oliveira.
    Brilhante Comentário. Penso da mesma maneira. É que a abertura irrefreada do nosso mercado às Multi-Nacionais Estrangeiras, por um certo tempo, aceleram a criação de Fábricas e Produtos no País, mas a médio e longo prazo, levam a maioria dos Benefícios para suas Matrizes no Exterior. Basta ver nosso contínuo Deficit no Balanço de Pagamentos Internacional, hoje na ordem de US$ 80 – 100 Bi/ano.

    Sr. Mauro Júlio Vieira.
    O Brasil tem muitas Riquezas Naturais nesses quase 9 Milhões de Km2 que nossos Pais Portugueses nos legaram. A começar por um solo bom para Agricultura e Pecuária, Madeira( somos o 2º produtor de papel do mundo e seremos breve os primeiros), Minerais, etc. Mas nossa grande Riqueza mesmo são os 200 Milhões de Brasileiros, de longe o nosso maior Fator de Produção. Daremos um salto enorme de Qualidade de Vida, quando colocarmos todas nossas CRIANÇAS em Escolas tipo CIEPS de 2 Turnos(Instrução – Nutrição-Esportes). Valorizarmos os PROFESSORES. Só o fato de termos todas as Crianças hoje frequentando Escola, mesmo na média de baixa qualidade, já permitiu que a média do Povo informasse claramente ao Governo que mais importante que Torneios de Futebol da FIFA e Olimpíadas, são SAÚDE, EDUCAÇÂO, TRANSPORTE PÚBLICO e SEGURANÇA.

    Sr. Almério Nunes.
    A meu ver precisamos como o senhor diz: Produzir, produzir e produzir. Só assim teremos Emprego para todos e poderemos dar Salários altos para todos. A Petrobras produzindo mais, a meu ver, representa mais Lucros para o Governo Federal que a controla, e para os Acionistas. Quanto a Produção de Riqueza, desde Adam Smith aprendemos que existem Leis Econômicas que regem a geração de Riquezas como as Leis da Física regem os fenômenos Físicos, Estática – Cinemática – Dinâmica – TermoDinâmica – Relatividade, etc. Agora, quanto a Distribuição da Riqueza gerada, desde John Stuart Mills que aprendemos que para a Distribuição da Riqueza não existe Lei alguma, é uma questão Política. E devemos lutar para que seja a mais Justa possível.

  7. Sr. Francisco Vieira Brasília-DF.
    O importante era mostrar que, apesar das Ações da Petrobras estarem atualmente em baixa, a produção nos últimos 7 anos passou de +- 1.400.000 barris/dia, para 2.600.000 barris/dia hoje. E vai aumentar bem mais.

    Sr. Rodolfo.
    O Mercado sempre está certo. Se ele hoje baixa as Ações da Petrobras é porque ele estima que os Lucros futuros da Petrobras nos próximos 3/4 anos serão baixos. E é lógico que Investimentos pioneiros em exploração em águas profundas como o Pré-Sal, de ciclo de maturação 6 a 12 anos, deixam uma janela desse espaço de tempo, de muito Investimento e pouco Lucro. Os Lucros grandes virão depois desse tempo, e tenho certeza que o Mercado reagirá de acordo, elevando muito as Ações da Petrobras então.

  8. Está na hora de comprar ações da Petrobrás, erradamente denominada de “estatal”. Isto, para quem quiser ganhar dinheiro após o ciclo de maturação de 6 a 12 anos, mencionado pelo articulista.
    Não se esqueçam: Trata-se de empresa de economia mista, não de “estatal”, como gosta de propalar o jornal “The Globo”.

  9. Está na hora de comprar ações da Petrobrás, erradamente denominada de “estatal”. Isto, para quem quiser ganhar dinheiro após o ciclo de maturação de 6 a 12 anos, mencionado pelo articulista.
    Não se esqueçam: Trata-se de empresa de economia mista, não de “estatal”, como gosta de propalar o jornal “The Globo”.
    Lembro novamente.

  10. Caro Jodé Bortolloto, a China ao alcançar o sucesso que todos vemos, abriu o país para o mundo. Todas as indústrias do mundo foram para lá devido a vantagens em impostos e trabalhistas. E por aí vai. Claro, lá tem suas leis que o protegem de alguma possível interferência excessiva externa, mas não como o nosso país que as tem em excesso.
    Enfim, o que faz bem estar é dinheiro e este depende de produção e esta depende de infraestrutura e impostos aceitáveis, etc,etc,etc.
    Essa de dizer que o Brasil tem muitas riquezas naturais, é verdade, mas não são concentradas a ponto de fazer crescer o olho dos gringos, pois o mundo tem centenas de países que as tem também. Estamos concorrendo com eles. Quem investe em alguma coisa quer lucro, como todos queremos. Ou alguém quer trabalhar e ganhar pouco?
    Enfim, não é de hoje que este país vive na contra-mão da história com essa mania de ser uma Albânia.
    O pior é que o estado brasileiro sempre foi corrupto, agravado agora com os 10 anos do PT, não havendo punição severa como na China ou EUA para essa gente traidora da nação. Isto obriga para que um estado assim tenha de ser mínimo, pois uma Petrobrás por exemplo, do jeito que está, é um galinheiro na mão de raposas.
    Me explique por exemplo o prejuízo que o PT com Lula deu a essa essa empresa quando o índio da Bolívia que invadiu as refinarias com armas na mão e as tomou. Depois fez a chantagem do gás, que o burro do FHC provocou fazendo o gasoduto.
    E agora, com preço do gás de xisto e outras fontes de energia barata , como vai ficar a nossa situação daqui prá frente, inclusive podendo inviabilizar o pré-sal, com nossos combustíveis caríssimos?
    abs.

  11. Sr. Paulo Solon.
    A meu ver, agora é uma hora boa para comprar Ações da Petrobras. Mas tem que ter paciência e esperar médio e longo prazo. E realmente a Petrobras não é Estatal pura, mas mista sob o controle do Governo Federal.

    Sr. Mauro Júlio Vieira.
    O bom do nosso “Tribuna da Imprensa onLine” é que o Proprietário Sr. Hélio Fernandes através do incansável Editor/Moderador Sr. Carlos Newton, permitem o debate e essa troca de ideias. Vale bem uma Mensalidade. Eu não sou PT que é Socialista ( Socialismo é passar todos os Meios de Produção para as mãos do Estado, o que gera desincentivo geral na Produção e Escassez). Mas era fã do Sr. José Alencar do PR (Partido Republicano) que a meu ver representava a Empresa Nacional ou o Capital Nacional que quanto maior, melhor. Juntos com PMDB,PDT,PSB,PSD, etc,etc, formaram o Governo. E o Presidente Lula se deu muito bem com o Vice José Alencar e fizeram um Governo que não foi mau. A Presidenta Dilma/Temer seguem no mesmo caminho, hoje com mais dificuldades na Conjuntura Internacional, não tão favorável. Quanto a encampação das 2 Refinarias de petróleo da Petrobras na Bolívia pelo Presidente Evo Morales, que as invadiu de armas na mão, aquilo foi um teatrinho para dar prestígio ao Presid. Evo Morales perante seus 10,3 Milhões de Habitantes, geralmente tão maltratados por todos. Ele pagou US$ 350 Mi à Petrobras pelo que devia valer +- US$ 500 Mi. Quanto ao gás, a Petrobras em Contratos muito bem feitos, lá pelas tantas estava pagando aos Bolivianos +- 1/5 do valor do gás no Mercado Internacional. Contrato é Contrato, mas eles “choraram tanto” que a Petrobras generosamente aumentou o preço até +- 75% do preço internacional. Em troca o Governo Brasileiro abriu o Mercado Boliviano para nossos Produtos Industrializados, automóveis,tratores, carretas, aviões, etc. No Comércio temos que as vezes perder aqui para ganhar mais lá, que foi o que aconteceu. Quanto ao gás de xisto, obtido por Fracking nos EUA, até onde eu sei não é tão barato assim, calculo que custa +- 60% do equivalente em óleo. Será suficiente para manter o preço do barril de óleo nos atuais +- US$ 90/barril ou baixar no máximo 10%. A Demanda cresce forte a +- 5%aa e não vai parar nunca. Não vejo mínimo perigo de inviabilizar o Pré-Sal, cujo custo não deve passar de US$ 40/barril.

  12. Sr. Rodolfo.
    O Mercado sempre está certo. Se ele hoje baixa as Ações da Petrobras é porque ele estima que os Lucros futuros da Petrobras nos próximos 3/4 anos serão baixos. E é lógico que Investimentos pioneiros em exploração em águas profundas como o Pré-Sal, de ciclo de maturação 6 a 12 anos, deixam uma janela desse espaço de tempo, de muito Investimento e pouco Lucro. Os Lucros grandes virão depois desse tempo, e tenho certeza que o Mercado reagirá de acordo, elevando muito as Ações da Petrobras então.
    ——————————————————————————————————————————————————–
    Enquanto isso, o brasileiro paga a conta pelo maior déficit na balança comercial brasileira de todos os tempos. Déficit – dólar alto – INFLAÇÃO!
    Em nenhum lugar do mundo uma empresa é responsável sozinha por tamanho investimento em águas profundas!
    Lucro? Como você e o governo podem garantir que existe realmente tal quantidade de óleo lá embaixo do oceano a 7, 8km de profundidade? Como vc pode garantir o preço de break-even point do projeto para daqui a 10, 12 anos? Qual será o preço do barril de petróleo em 2023? Nem a Mãe Dinah saberia responder!
    O Eike Batista até o ano passado dizia que iria produzir 50.000 barris de petróleo ao dia. Depois, reduziu a projeção para 25.000, depois 5.000 e agora diz que não garante nem os 5.000!
    E a Petrobras, garante a produção? Como?
    E para finalizar, os analistas avaliam de um modo geral as empresas através do fluxo de caixa descontado, o que faz com que as ações sejam sempre descontadas, haja visto que eternamente a empresa terá que fazer vultosos desembolsos de caixa por causa dos enormes investimentos.
    Desse modo, a empresa jamais voltará a ser rentável e capitalizada como era no passado. O que é uma tremenda sacanagem com quem comprou as ações da empresa em vista a uma aposentadoria melhor, caso inclusive de diversos fundos de pensão estatais.
    Poderia ficar aqui até amanhã fazendo inúmeras comparações. Não há nada que justifique isso.

  13. Sr. Rodolfo.
    As críticas que o senhor faz à Petrobras são feitas com muita competência. A empreitada em que a Petrobras se lançou no Pré-Sal é complexa e envolve muito Investimento. As probabilidades porém demonstram que as chances de boa Produção e Lucro são elevadas. A experiência até aqui no Pré-Sal conforme relatório da ANP acima postado pelo Sr. Darcy mostra que a Produção lá já é de 376.000 barris/dia de petróleo leve em 2 Mega-Plataformas no Campo de Lula na Bacia de Santos até agora conectadas a 27 poços de campos adjacentes e com produção média por poço de 13.926 barris/dia, o que é média alta. E o que é importante, até agora com bem pouca água misturada. O Leilão, agora nas próximas semanas do Campo de Libra, nos dará uma boa noção da viabilidade e de como o Mercado avalia a situação. Agora, o senhor tem toda razão, já está mais do que na hora do Governo, que usou muito a Petrobras para alavancar a Indústria, para combater a Inflação, etc, enfim ajudar o Brasil, olhar para os Acionistas e remunerá-los condignamente. Abrs.

  14. Ah! É? E o que dizer da refinaria de Pasadena, que deu mais de um bilhão de dólares de lucro para a a belga Transcor/Astra? Realmente, é um exemplo.

  15. Dizer que “o mercado sempre está certo” foi uma das maiores idiotices que eu já li,aqui neste blog.Só poderia partir de um discípulo do grande bobalhão Olavo de Carvalho.
    O mercado necessita de uma regulamentação severa,do Estado,para funcionar a contento senão,mais dia,menos dia,a economia entra em colapso,como aconteceu em 2008!!!
    As ações da Petrobras,a médio e longo prazo(ou para quem opera no “day trade”)são um dos melhores negócios do mundo.
    Já auferi ótimos lucros,comprando na oferta de ações,em 2001 e vendendo antes da crise de 2008 e pretendo auferir mais ainda pois,no ano passado,voltei a ser acionista da empresa.
    Aliás,investir em ações “blue chips” a longo prazo sempre foi um bom negócio e sempre continuará a ser.
    —————————————————————————————–
    Darcy,
    Seu bobo alegre, não sou discípulo de ninguém, sei pensar e raciocinar sozinho. Provavelmente você me julga por você mesmo, por aquilo que você é.
    Poderia dizer também que ” o mercado necessita de uma regulamentação severa,do Estado,para funcionar a contento senão,mais dia,menos dia,a economia entra em colapso,como aconteceu em 2008!!!” foi uma das maiores imbecilidades já lidas ultimamente. Em que mundo você vive, meu rapaz? Em que século você está? Nem o Lula, nem a Dilma, nem o Rui Falcão… acreditam mais nisso! Só você e meia dúzia de patetas do PSOL, PSTU, PCO…
    Também poderia afirmar que se você comprou ações da empresa ano passado (teria sido iludido pelo cumpanheiru Lula na vagabunda e criminosa capitalização da empresa para o pré-sal?) está perdendo bastante dinheiro.
    Sinto muito, mas se você investiu em blue chips desde de a crise de 2008, você está perdendo dinheiro. No máximo, no zero a zero e mesmo assim se você acertou os pontos de entrada e saída, coisa que eu duvido muito que você tenha capacidade para tal. Melhor seria você ter ficado na boa e velha caderneta de poupança, pois mercado de ações é coisa de “burguês capitalista” como eu.
    Um abraço,

    PS: “Aliás,investir em ações “blue chips” a longo prazo sempre foi um bom negócio e sempre continuará a ser.”
    Você é parente da Mãe Dinah? Teve alguma indicação do além? É o novo profeta do mercado? Quero ver você falar em “longo prazo” para um japonês….

  16. O mercado somos nós, bilhões de pessoas. O que gostamos se mantém nele. A luta por ele pela empresas fazem-nas aperfeiçoar tecnologias e baixar preços.
    No caso da gazolina aqui ser das mais caras é porque no Brasil, que nunca foi capitalista, a lei do mercado não se aplica.
    Lei de mercado se aplica em países capitalistas sérios, onde é proibido monopólios, trustes, cartéis e outra malandragens que inibam a concorrência.
    Acabar com o mercado é dar um tiro no pé da humanidade. Aliás, no século passado, a URSS faliu por isso e Cuba taí na miséria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *