Os políticos e as autoridades cospem na moral. Todos eles.

Francisco Menezes

Uma roupa diferente só vale pra quem tem moral de andar vestido; quem já vive intelectualmente nu despreza o tecido. Os políticos e autoridades estão nus em matéria de moral. Vou repetir: político no Brasil é aquele sujeito que tudo que tentou fazer na vida deu errado ou realmente só quer ter poder sobre as demais pessoas. Os políticos brasileiros representam esses dois times. Os times dos que não tem mais nada a perder. Os times dos sem vergonha, os times dos imorais e amorais.

Lula e Dilma são protótipos das pessoas que nada têm a perder. Agem na irresponsabilidade. O que der deu. E a conta manda para quem se preocupa com ética. Mas se Dilma e Lula saírem agora, entrarão outros iguais ou piores que eles.

Entenda-se que são todos ladrões. E em jogo de ladrão o puxador da pistola mata o que anda de facão. A tendência é eles sempre se superarem. As artimanhas exigem planos maquiavélicos. A evolução é no sentido de quem é mais larápio.

NÃO EXISTE MORAL

Os políticos e as autoridades cospem na moral. Todos eles. Eles sabem que a imoralidade existe e se alimenta da moralidade dos outros. Enquanto existirem pessoas morais, eles vão continuar agindo livremente. Não quero dizer que devamos nos tornar imorais ou amorais. Estou dizendo que não vislumbro alternativa.

Para subir num andar, você precisa ou de um elevador ou de uma escada. Na política brasileira o elevador e a escada que poderiam levar alguém ao poder são os próprios membros do poder, através de suas negociações. Portanto, é impossível um cidadão defensor da moral subir neste andar sem antes se comprometer com a mão suja dos que o agarram, puxando-o para cima.

As pessoas morais têm suas responsabilidades. E quem tem responsabilidade não encontra tempo pra ficar rondando por aí não, fazendo passeata etc. Quem tem responsabilidade tem conta para pagar, filhos para criar.

Estamos entregues nas mãos dos covardes. Estamos cobertos pelo manto dos nus. Por isso sentimos tanto frio.

11 thoughts on “Os políticos e as autoridades cospem na moral. Todos eles.

  1. Políticos brasileiros e um mote de merda são a mesma coisa. A única vantagem do monte de merda é que ele desparece rápido. Os políticos por sua vez ficam nos atazanando por vários anos.

  2. Francisco Menezes,

    Falô e disse, é isso aí mesmo. Tô contigo e naõ abro.
    Faz muito tempo que eu não voto em ninguem, pois se votar fosse bom seria proibido e se valesse alguma coisa seria tributado por esta corja.

  3. Por essas e outras que não voto mais desde 1996, aliás, um voto perdido para Prefeitura de São Paulo, um lamaçal de corrupção aos moldes do Partideco Franco-Tucano-Suiçõ.
    Por falar nisso, Sr. Newton, o que será que está acontecendo com a Rainha Francesa da Corrupção.?
    Confessando que é corrupto e entregando seus “cumpanheros” corruptos de Partido e amigos & Cia Ltda.????
    Dá até para fazer um filme “Ali EfeaGá e os 40 Tucaladrões”…..
    eh!eh!eh!eh
    VIVE LA FRANCE.!!!

  4. O texto acima originariamente comentário, mereceu ser transformado em artigo pelo Mediador.
    Conforme análise que o autor havia feito de um artigo meu publicado pelo Carlos Newton, elogiei e agradeci a participação de Francisco Menezes porque abordara outro aspecto sobre os parlamentares, complementando as críticas que eu fizera na ocasião.
    Desta forma, nada mais justo que eu reproduzir a minha resposta quando o autor assim se manifestara com relação ao meu texto:

    Francisco Bendl outubro 24, 2015 8:33 am

    Prezado Francisco Menezes, meu xará,
    Muito obrigado pelo comentário, que complementa o artigo de forma plena, pois aborda a questão moral e a maneira como nossos políticos, por serem amorais, se conduzem quando no poder.
    Enalteço o texto que escreveste, Francisco, em face de tu teres caracterizado com muita propriedade os dois tipos de políticos, ambos deletérios, corruptos e desonestos, a ponto de eu concordar contigo que todos, sem exceção, não valem nada!
    Inclusive, respeitosamente, claro, discordo quando algum colega elogia um nome ou outro de deputado e senador que atesta ser honesto, em face deste parlamentar “correto” frequentar o ambiente de bandidos, inúteis, incompetentes, perdulários e criminosos, contrariando a índole de alguém que se afastaria desse tipo de companhia se de fato a sua ética e moral fossem superiores ao meio político, que deve trazer enormes compensações pessoais e financeiras porque a classe pouco se importa com a fama que sabe possuir entre o povo, de ladrões, simplesmente.
    Por outro lado, faz-se mister eu esclarecer, Francisco, que não me apraz tecer comentários que registram um Congresso desse tão baixo nível que temos, de desqualificados, de gente que trai o povo e o País naturalmente, não, não me agrada.
    No entanto, diante do comportamento dos parlamentares, suas alianças, fisiologismo, avidez por legislarem em causa própria, principalmente salários e regalias, o convívio com a corrupção e desonestidade permanente, escândalos, envolvimento em falcatruas, desfalques, comissões exigidas em contratos da União com empresários, não me resta alternativa que não seja a crítica contundente, veemente, o meu repúdio e aversão à política brasileira.
    Reitero agradecer a tua participação, xará, te desejando saúde e paz.”

    • O Armando come só sanduíche alucinógeno de mortadela. Conhece o cara paranóico que fala sempre a mesma coisa, noite e dia? É o famoso vitrola do disco rachado. A agulha fica pulando e só sai a mesma coisa.

  5. Uma boa parte dos atuais deputados/senadores foi reeleita. Muitos já receberam diversos mandatos. Diante disso, pergunto: são tão ruins e continuam merecendo mandatos? Por que? Será que as urnas, sozinhas, produzem o fenômeno? Como conseguem, eleição após eleição, enganar a maioria dos eleitores?
    Ano que vem os eleitores escolherão os vereadores. Uma grande parcela será reeleita.
    Democracia exige algum conhecimento e responsabilidade. Mais uma oportunidade para a sociedade dizer o que pensa e o que deseja em seu município. Aliás, qualquer reforma, deve começar por ele!

  6. Esse artigo faz um resumo de tudo que pensamos desse monte de excremento, roubam a mão cheia, depois com a maior falta de pudor distribuem o ônus ao cidadão descente que trabalha 5 meses por ano pagar a extorsão federal, são todos pertencentes à mesma lata de lixo.
    Agora como se não bastasse estão destruindo o sistema educacional, na Bahia dominada pelo PT consiste no fechamento de escolas, estão indo devagar, mas com constância, em São Paulo o Geraldo Alckmin, descaradamente está destruindo as escolas, destruíram a saúde e a segurança públicas.
    Não se trata mais de um partidão perpetrando essas desgraças, mas de RATAZANAS destruindo um país, destruindo o futuro de crianças.
    O Francisco Meneses foi muito feliz em escrever essas palavras que exprimem nossos sentimentos em relação a esses verme que parasitam nossa sociedade.
    Proponho às pessoas desse país a beira do abismo o VOTO NULO em todas as eleições.

  7. Sinceramente, político, é como cachorro que come ovelha. Só matando. Pode ser a pessoa mais honesta do mundo mas, após a eleição, pode mandar matar que não presta mais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *