Outra Piada do Ano! Bolsonaro anuncia que não mais há queimadas nem desmatamento

Bolsonaro falou essa bobagem em cerimônia no Itamaraty

Douglas Rodrigues e Mateus Maia
Site Poder360

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta 5ª feira (22.out.2020) que irá convidar diplomatas de outros países para uma “curta viagem” à Amazônia. Segundo ele, a intenção é mostrar a representes de outras nações que não há “nada queimando ou sequer 1 hectare de terra desmatado” na região.

Sem informar a data, Bolsonaro falou que a viagem deve durar uma hora e meia, no trajeto entre as capitais Manaus (Amazonas) e Boa Vista (Roraima).

A VERDADE LIBERTARÁ – “O que mais nós precisamos é da verdade. Não podemos nos deixar vencer pela falsa narrativa. O mundo sempre esteve em guerra, nem que seja no campo das comunicações. Não é fácil estar do lado da verdade. A verdade me trouxe até aqui e a verdade libertará o nosso país”, afirmou.

Ele fez a declaração durante cerimônia de formatura dos alunos do Instituto Rio Branco, responsável por formar diplomatas no país. A turma formada em 2020 recebeu o nome de João Cabral de Melo Neto, em homenagem ao poeta e diplomata pernambucano. O evento foi no Palácio do Itamaraty, em Brasília.

A fala de Bolsonaro contradiz números do próprio governo. Dados divulgados pelo Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) e pelo Ministério do Meio Ambiente apontam que a Amazônia teve, de janeiro a setembro deste ano, a maior área queimada em 10 anos. Outros biomas também tiveram aumento no número de incêndios em 2020.

PRESSÃO NO EXTERIOR – Esses números repercutem negativamente no Brasil e no exterior. A administração federal é pressionada externamente, tanto de governos e fundos de investimento, para a adoção de práticas sustentáveis.

Em seu discurso, o ministro Ernesto Araújo (Relações Exteriores) criticou o “globalismo” e o “ambientalismo”. Disse que são forças “marxistas” que tentam consertar a humanidade sem entendê-la. “Nada disso pode dar certo”, declarou.

O ministro disse que o povo brasileiro acordou e encontrou 1 líder. Segundo ele, as recentes escolhas da população revoltam os “esquerdistas”.

“COURAÇA MORAL” – “O poder oligárquico pela 1ª vez está efetivamente ameaçado. A oligarquia e a esquerda se acasalaram confortavelmente, mas diante do povo elas tremem. Somente a fé verdadeira desse povo cristão e conservador proporciona a couraça moral e palpitante de amor patriótico para enfrentar o dragão da maldade”, afirmou.

 “O Brasil fala em liberdade através do mundo, se isso nos faz ser 1 pária internacional, então que sejamos um pária”, declarou.

Também participaram do evento no Itamaraty: Hamilton Mourão, vice-presidente da República; Luiz Fux, presidente do STF; Michelle Bolsonaro, primeira-dama; Campos Neto, presidente do Banco Ce ntral; General Ramos, ministro da Secretaria de Governo; Paulo Guedes, ministro da Economia; Rogério Marinho, ministro do Desenvolvimento Regional; Tereza Álvaro Antônio, ministro do Turismo; Ricardo Salles, ministro do Meio Cristina, ministra da Agricultura; Milton Ribeiro, ministro da Educação; Marcelo Ambiente;  Eduardo Bolsonaro, deputado federal pelo PSL de São Paulo; e Nelsinho Trad, senador pelo PSD do Mato Grosso do Sul.

###
NOTA DA REDAÇÃODO BLOG
Duas horas depois, Bolsonaro  foi desmentido por Mourão. O vice-presidente disse exatamente o contrário, ao anunciar que o governo vai desbloquear recursos e retomar combate a queimadas. Em quem você acredita: em Bolsonaro ou em Mourão?  (C.N.)

5 thoughts on “Outra Piada do Ano! Bolsonaro anuncia que não mais há queimadas nem desmatamento

  1. Bolsonarista são assim. Um dia destes, li aqui neste espaço sob o signo do punitivismo, que o Bozo era o responsável pela construção da Ferrovia Norte-Sul.
    O que comentar?
    Como argumentar em frente a tamanha desfaçatez?
    Virou piada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *