Países ricos querem transformar o Brasil no Zoológico da humanidade

Resultado de imagem para amazonia charges

Charge do Newton Silva (newtonsilva.com)

Francisco Vieira

Parece que o Brasil foi mesmo destinado a ser o zoológico do Planeta Terra, servindo apenas para fornecer produtos primários e para que o cantor Sting e os magnatas venham visitá-lo nas férias e ver mulher pelada no carnaval. E os brasileiros foram conservados vivos apenas para servirem de Jeca Tatus, vigilantes de suas imensas riquezas minerais. Os países ricos podem explorar petróleo no Ártico, os Estados Unidos podem explorar no Alasca e, até mesmo, usar gerador nuclear na Antártida, mas o Brasil, mesmo sufocado pela miséria, não pode construir estradas e nem explorar as riquezas minerais e o petróleo do Amazonas.

Temos que ser “politicamente corretos”, usar o sabugo de milho e deixar o papel higiênico para os europeus que se dizem preocupados com a natureza, mas são os mesmos que quase arrasaram o planeta com duas grandes guerras e que agora nos ameaçam com uma terceira.

DEU NA REUTERS – Vejam este recentes artigos da Agência Reuters. Um deles critica a exploração de petróleo que poderá ser feita na Região Norte: “Nova era do petróleo na Foz do Amazonas dispara alerta por ameaça a ecossistemas”.

O outro artigo revela que o Cazaquistão está oferecendo vender urânio ao Brasil para compensar a escassez de combustível para seu programa de energia atômica e ajudar o país a explorar suas grandes reservas de minério de urânio.

Como se sabe, apesar de possuir abundantes reservas de urânio, entre as dez maiores do mundo, a indústria nuclear do Brasil tem sido prejudicada pela recusa de licenças ambientais para extrair o minério. Sua capacidade de enriquecimento tem ficado para trás devido à falta de investimento, e o país precisa importar urânio de produtores como o Canadá para alimentar suas duas usinas nucleares, Angra 1 e Angra 2.

ANDANDO PARA TRÁS – Com os cérebros manipulados pela ideologia esquerdista para acreditarem que o sabugo de milho que usamos por aqui é melhor, mais saudável e mais confortável do que o papel higiênico usado pelos capitalistas do Primeiro Mundo, estamos andando para trás e brevemente estaremos importando bananas. Confira os links:
http://www.defesanet.com.br/toa/noticia/25729/AMAZONAS—Nova-era-do-petroleo-na-Foz-do-Amazonas/

http://www.defesanet.com.br/nuclear/noticia/25669/Cazaquistao-oferece-vender-uranio-para-o-Brasil/

 

10 thoughts on “Países ricos querem transformar o Brasil no Zoológico da humanidade

  1. Essa é uma luta que vem de longe. O Países Industrializados querem que os Países sub-desenvolvidos continuem apenas produtores de matérias-primas, quando muito de produtos semi-acabados, Mercados cativos de seus produtos industriais, e Concorrentes a menos.

    Cabe a Nós, sub-desenvolvidos (Emergentes), portanto descapitalizados, tirar as consequências, e escolher o caminho certo, que é a INDUSTRIALIZAÇÃO, principalmente com Empresas de Matriz no Brasil.

  2. Chega de andar pra trás !!!

    Em pesquisa do PMDB junto aos seus filiados e simpatizantes na semana passada um fato ficou escancarado. O Brasil rejeita a deforma da previdência, para ser mais exato, 97% (noventa e sete por cento) são contra essa barbárie. É unanimidade !!!

    http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,enquete-no-site-do-pmdb-aponta-que-97-da-populacao-sao-contra-reforma-da-previdencia,70001777745

    Não a deforma da previdência !!!

  3. O artigo muito bem escrito pelo meu xará, Francisco Vieira, aponta uma das causas que impede o nosso desenvolvimento, evidentemente não a principal, porém importante.

    Mestre Bortolotto concorda, e reitera a necessidade da industrialização como fundamental a este propósito de crescimento.

    Do alto da minha experiência de vida, paradoxalmente à minha capacidade limitada de conhecimentos porque pertenço à plebe ignara, ouso afirmar que jamais atingiremos o desenvolvimento e consequente progresso individual e coletivo, se não obedecermos etapas para esta evolução, para esta prosperidade!

    Surpreendentemente elas chegam ser simplórias de tão fáceis de ser implantadas, entretanto, requerem governantes corajosos e não covardes, interessados no povo e no país, e não em manter um Sistema que classificou a nação e sua cidadania como inimigos!

    Dito isso, os Estados Unidos, que sofreram uma das piores crises da história após a quebra da Bolsa, em 1.929, e entraram na pior recessão econômica registrada, conhecendo intimamente a miséria absoluta que sequer o pobre brasileiro padeceu, os americanos se reergueram porque Roosevelt decidira rasgar o território através de rodovias, ferrovias, túneis, viadutos, elevadas, pontes, vias urbanas, colocando o desempregado, que atingira índices apavorantes com mais de 30% da população do país, para trabalhar e ganhar o seu salário!

    Temer, covarde, incompetente, corrupto, desonesto, que poderia notabilizar-se se de fato fosse interessado pelo povo e país, e não um mero representante do Sistema ladrão e assassino, omitiu-se da sua função como presidente do Brasil, renunciou deploravelmente de liderar uma reação contra a estagnação econômica, que conduzisse ao emprego os desesperados por qualquer trabalho!

    Temer mostrou que segue a quadrilha petista porque dá sequência indiscutivelmente à conduta criminosa de Lula e asseclas, que condenaram o brasileiro à miséria através do Bolsa Família, extirpando dessa pessoa a sua dignidade, a sua utilidade como mão de obra mesmo carente de qualidade, e impondo a sua dependência do governo e sua benevolência, criando currais eleitorais e votos cooptados!

    Não podemos iniciar a debater formas de crescimento sem antes estabelecermos infraestruturas ou, por acaso, não tivemos graves problemas quando houve um crescimento tempos atrás, e pequeno, que se refletiu em falta de energia às indústrias poderem ampliar seus parques e o comércio ter condições neste aspecto à construção de shoppings?!

    Antes de ser implantado um projeto sério e honesto, factível e realizável, de modo que possamos imaginar a industrialização brasileira como inexorável, devemos criar estruturas que suportem este crescimento e desenvolvimento que tanto precisamos.

    Agora, com estes governantes lacaios, degradantes, perniciosos, nocivos e nefastos, deletérios e abjetos, corruptos e desonestos, o nosso futuro será NÃO TER FUTURO, mas permanecermos sempre na condição de dependentes de tecnologias, então um mero fornecedor de commodities, pois as nações desenvolvidas e ricas evidentemente que não querem concorrentes para preços de seus produtos acabados, e como dependemos de nossas exportações, a realidade determina que se quisermos sobreviver temos de aceitar que somos produtores de matérias primas, e as compramos de volta industrializadas, muito mais caras, que exigem que vultosas quantias obtidas do que vendemos para o que compramos!

    Antes de trafegarmos em rodovias, escoar as nossas produções agrícolas e industriais por ferrovias, pois iria baratear o frete, melhorar a navegação fluvial, e colocar a imensa mão de obra desempregada para reconstruir o país, as nossas conversas serão hipotéticas, devaneios, utopias!

    Um forte abraço a ambos os meus amigos.
    Saúde e paz, Francisco e mestre Bortolotto.

  4. Não é de hoje que a soberania do Brasil é vilipendiada pelos países ricos, desenvolvidos, industrializados, quem tentou se desvencilhar desta corrente foi Getúlio Vargas e João Goulart, mas as forças internas comprometidas com o capital internacional, sempre fizeram este país andar para trás, tivemos outra oportunidade com Leonel Brizola, mas o povo preferiu Collor, FHC, Lula, Dilma e agora temos o interino Michel Temer, só Deus sabe quem virá depois, tomara que o povo saiba bem a quem escolher, pois o povo escolhe mal, prefere que entreguem o país pelo carnaval, futebol e cerveja.

  5. “AGRO É TEC, AGRO É POP, AGRO É TUDO”.
    Nem esmagamento de grãos nós fazemos, exportamos a soja, o milho, o minério de ferro, etc. sem nenhum valor agregado.
    O que realmente doí, são os que estão enxergando isto, e não podem fazer absolutamente nada.
    No ramo offshore, uma verdadeira mina para a indústria de navi peças e para a área montadora, veio a ordem para mandar tudo para literalmente China.

  6. Prezado Bentl,

    “Mestre Bortolotto concorda, e reitera a necessidade da industrialização como fundamental a este propósito de crescimento.”

    Na década de 30 o grande brasileiro JOSÉ BENTO MONTEIRO LOBATO, após chegar dos Estados Unidos, onde ficou “abismado” com a grandeza e a riqueza daquele país, onde acompanhou de perto as constantes inovações tecnológicas e industriais, convenceu-se de que o progresso norte-americano era um fruto de investimentos em ferro, petróleo e transportes, e que nós, brasileiros, deveríamos seguir o mesmo caminho dos ESTADOS UNIDOS, copiando suas políticas de desenvolvimento, e simplificou em duas palavras para o caminho do desenvolvimento brasileiro: O PETRÓLEO E O AÇO!!!
    Mas enquanto os americanos eram governados por estadistas, os brasileiros eram governados por POLÍTICOS MERCENÁRIOS da mesma forma que (ainda) somos hoje e o caminho seguido foi outro – para a infelicidade e o azar na geração atual.

    Mais de cinquenta anos depois, os americanos já têm satélites em Marte e nós podemos ver que os países mais desenvolvidos e os maiores PIBs mundiais são aqueles que escolheram a trilha apontada por aquele grande brasileiro: Estados Unidos; Japão; Alemanha; Reino Unido; França; Itália; Canadá e Rússia.
    Justiça seja feita: O título veio de um artigo do saudoso jornalista Carlos Chagas.

    Abraços.

    PS: Calcule o VOLUME e QUANTAS TONELADAS de soja o Brasil precisa vender para comprar este aparelho da SIEMENS, que cabe em qualquer sala:

    -Soja. Origem: Brasil. Preço por tonelada-Mar/2017 US$ 366,10 (Fonte: indexmundi.com)
    -Aparelho de Ressonância Magnética. Origem: Alemanha. Preço US$ 700,000,00 (Fonte: info.blockimaging.com)

  7. -O QUE os países desenvolvidos têm a nos ensinar sobre como evitar ou reduzir o desmatamento?
    -NADA! Absolutamente nada!

    Vejam estes números sobre DESMATAMENTO DAS FLORESTAS NO MUNDO, em milhares de quilômetros quadrados, até o ano de 2005:
    -ÁFRICA: Cobertura original 6.799. Hoje restam 7,8%.
    -ÁSIA: Cobertura original 15.132. Restam 5,6%.
    -AMÉRICA DO NORTE: Cobertura original: 10.877. Restam 34,4%.
    -AMÉRICA CENTRAL: Cobertura original: 1.779. Hoje restam 9,7%.
    AMÉRICA DO SUL: Cobertura original 11.709. Hoje restam 54,8%.
    EUROPA: Cobertura original: 4.690. Hoje resta 0,3%.
    RÚSSIA: Cobertura original 11.759. Hoje restam 29,3%.
    Oceania: Cobertura original 1.431. Hoje restam 22,3%.

    -Agora repito para quem acha que as ONGs Europa têm o que ensinar aos brasileiros sobre como conservar as nossas florestas:
    AMÉRICA DO SUL: Cobertura original: Hoje restam 54,8%.
    EUROPA: Cobertura original: Hoje resta 0,3%.

    Abraços.
    (Fontes: Livros de geografia do ensino médio, Almanaque Abril 2014)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *