Palocci e Mantega inovaram ao operar para Lula, Dilma e PT dentro da Fazenda

Resultado de imagem para lula, mantega e palocci

Quando se reuniam, era formação de quadrilha

Eliane Cantanhêde
Estadão

Além do tucano Aécio Neves e de Rocha Loures, assessor de Temer, as duas bolas da vez são Antonio Palocci e Guido Mantega, que agregam grande dose de suspeição sobre os governos do PT. Não bastassem os ex-presidentes da República enrolados e os ex-presidentes e ex-tesoureiros do partido condenados e presos, agora são os ex-ministros da Fazenda (da Fazenda!) que têm muito o que explicar – e contar.

Pela delação de Marcelo Odebrecht, Palocci era o único com poderes para definir quando, de quanto e para quem eram os saques na conta “Amigo” que a empreiteira mantinha para Lula. Pela de Joesley Batista, Mantega era o administrador das contas de US$ 150 milhões da JBS para Lula e Dilma Rousseff no exterior. Eram US$ 70 milhões para ele e US$ 80 milhões para ela, ou o contrário? Joesley não lembra. Afinal, o que são “só” US$ 10 milhões?

SERVIÇO EXTRA – Os ministros da Fazenda eram ocupadíssimos. Tinham de traçar a política econômica, cuidar dos cofres e contas públicas, definir projetos de lei, emendas constitucionais e medidas provisórias da economia, negociar financiamento de empresas para o PT, achacar os “campeões nacionais” do BNDES e ainda servir de gerentes para as contas dos chefes. Dureza…

Além disso, e de calibrar o fluxo entre o BNDES, empresas aliadas, campanhas e bolsos alheios, cabia aos ministros da Fazenda alimentar o guloso Leão da Receita Federal, que devora nacos importantes da renda de quem produz, vende, compra e trabalha. Mas, tão ocupado com Lula, Dilma, PT e JBS, Mantega se esqueceu de declarar US$ 600 mil.

LEÃO ERA MANSO – Se o senhor e a senhora deixarem de declarar uma renda qualquer, ou errarem em R$ 400 o valor de um aluguel, vão ter uma dor de cabeça infernal, mas o domador do Leão pôde se dar ao luxo de esquecer uma bolada dessas. Segundo ele, a origem foi a venda de um imóvel herdado do pai, provavelmente italiano. O dinheiro, porém, não está em bancos da Itália nem do Brasil, mas sim da Suíça, paraíso de recursos duvidosos.

Escândalos com deputados, senadores, prefeitos e governadores já fazem parte do cotidiano no Brasil, mas com ministros da Fazenda?! Soa como se estivessem fazendo negociatas não só com estatais e fundos de pensão, mas com o próprio País, com a economia nacional. Em nome do quê? De uma ideologia, de um projeto de poder? Ou de interesses bem mais comezinhos?

VÃO DELATAR – O certo é que Palocci e Mantega sabem das coisas, de muitas coisas do submundo dos governos Lula e Dilma. Sabem, principalmente, como Lula agia e se salvava algum bônus para ele próprio. Daqui e dali, lê-se e ouve-se que Palocci quer entregar o sistema financeiro e duas dezenas de empresas. Tudo bem. E o chefe?

José Dirceu é um quadro político, com uma biografia pujante, e engoliu calado o título de “chefe de quadrilha”, o mensalão, o petrolão e a cadeia. Mas Palocci não é Dirceu, e Mantega não chega a ser nem mesmo um Palocci. Palocci vai falar, Mantega está recobrando a memória e ambos vão rugir. O PT acha que já chegou ao fundo do poço, mas a força-tarefa da Lava Jato tem certeza de que não.

AÉCIO E LULA – É constrangedor Aécio forçar reuniões para dar a impressão de que tudo continua como antes e ele ainda manda no PSDB e nas bancadas depois de ser gravado, aos palavrões, pedindo R$ 2 milhões para a JBS.

E o que dizer de Lula, que comanda o PT, define Gleisi Hoffmann para presidir o partido e se prepara para disputar a Presidência da República mesmo depois de virar réu cinco vezes por pedir, não dois, mas muitos milhões para contas, triplex, apartamento, reformas e terreno do seu instituto, além de ajeitar a vida dos filhos? Ninguém se constrange?

9 thoughts on “Palocci e Mantega inovaram ao operar para Lula, Dilma e PT dentro da Fazenda

  1. Eliane Cantanhêde não é a esposa do Gilnei Rampazzo?
    A empresa do marido , a GW Comunicação, é citada na Lava Jato pelo delator Benedicto Júnior, o BJ, o mesmo que falou do esquema de Aécio Neves na Cidade Administrativa de Minas Gerais.
    Ninguém se constrange?

  2. Delata, Palloci delata. Aproveita e delata essa receita frouxa, que não pegou os 600 mil, mas pega todos os dias os centavos dos assalariados!

  3. Ninguém que tenha um posto de alto escalão, não fará nada se não houver autrorização do poder maior, tudo é respaldado pelo chefe de estado, nada é feito sem o consentimento, seja de qual for o ministério, afinal quem comanda é o presidente da república.

  4. O lula é tão “onesto” que como tem absoluta certeza da sua inocência pede para o TRF 4 não desperdiçar tempo com depoimentos de Emílio Odebrecht.

  5. Se o marido da grande jornalista Eliane Cantanhêde estiver mesmo na Lava-Jato, acabo me convencendo de que ninguém escapa. É só fuçar a fica deles todos, inclusive o juiz cogitado para presidente da república (será que escapa)! Danou!

  6. Os pernambucanos que ainda sofrem os efeitos das enchentes e a destruição de seus lares e trabalhos, sob o olhar de abandono desses 14 anos de incúria administrativa dessa gente, teve no meio de suas dores e perdas um momento de reflexão para o futuro dessa Nação através de uma Criança. No Distrito de Várzea do Una, Cidade de São José da Coroa Grande uma cena marcou nessas enchentes, foi a menina Rivânia Rogéria do Ramo Silva, Estudante do 3o. ano do Ensino Fundamental na Escola Municipal Várzea do Una que lutou bravamente em salvar seus Livros carregados em frágeis mochilas, e, abraçada aos Livros atravessou o Rio Una em um barco abraçada com firmeza em seus livros em busca de uma salvação em momentos tão duros ! Me perdoe Carlos Newton trazer tão grandioso drama diante de tantos que destroem esse imenso país, mas, o Brasil precisa conhecer a História dessa Criança de 8 anos. A fonte e cópia são do Jornal do Commércio do Recife-JC ON LINE, que retrata na chamada o Amor de uma Grande Brasileira pelo futuro de seus Livros que guardam também o seu futuro. Belo exemplo, principalmente para esses “rapazes da foto” dessa reportagem que traíram, abandonaram e desrespeitaram o Brasil, seu Povo e suas Leis para se perpetuarem no Poder !

    HOME›CIDADES›EDUCAÇÃO MATA SUL DE PERNAMBUCO
    ”São meu futuro”, diz menina sobre livros que salvou de enchente em PE
    Após chuvas, menina recebe visita do governador de Pernambuco e vai escolher alguns dos 80 livros que ganhou para dar à Escola Municipal Várzea do Una, onde faz o 3º do ensino fundamental !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *