Pânico no Planalto: Renato Duque vai depor na CPI da Petrobras

Se fizer delação, Duque derruba o governo

Deu na Folha

O juiz federal Sérgio Moro, da Operação Lava Jato, autorizou que o ex-diretor da Petrobras Renato Duque seja transferido para Brasília para ser ouvido pela CPI da Petrobras nesta quinta-feira. Duque foi preso segunda e está na carceragem da Polícia Federal em Curitiba. Com a autorização de Moro, deve ser transferido para a PF no Distrito Federal.

Após a prisão, a comissão enviou um ofício ao juiz pedindo a transferência temporária de Duque para que ele pudesse ser ouvido pelos parlamentares. O ex-diretor é acusado pelo Ministério Público Federal de receber propinas de empreiteiras que formaram um cartel para obter contratos da Petrobras. Também é acusado de repassar parte da propina ao tesoureiro do PT, João Vaccari Neto. Ambos negam as acusações.

Como um ato de 2006 da mesa diretora da Câmara impede a oitiva de presos, um grupo de integrantes da CPI deve ir até a PF. Em tese, o depoimento pode ser aberto, já que se trata na prática de uma sessão da CPI. Essa regra vale só para a Câmara – no Senado, podem ser tomados depoimentos de presos.

Antes do depoimento de Duque, porém, alguns parlamentares tentam articular a derrubada desse ato para que ele possa comparecer à Câmara. O líder do PPS, Rubens Bueno (PR), e o deputado Ivan Valente (PSOL-SP), integrantes da CPI, são alguns dos que defenderam a mudança. As legendas prometem pautar a discussão, que pode ter uma decisão na reunião da mesa diretora que ocorre nesta quarta-feira.

###
NOTA DA REDAÇÃOO Planalto, o PT e o Instituto Lula estão em pânico com a autorização para Duque depor na CPI. Ele é um personagem hitchcockiano, como o homem que sabia demais. Era ele que autorizava a propina que o tesoureiro do PT João Vaccari levava para bancar a campanha que elegeu Dilma em 2010. Se abrir a boca, a República vai estremecer. (C.N.)

18 thoughts on “Pânico no Planalto: Renato Duque vai depor na CPI da Petrobras

  1. Vai calar-se, para não comprometer uma eventual delação premiada. Esse é outro que só ficou com os rendimentos do capital. Ele guardava a grana para um figurão da quadrilha. Talvez até para o capo di tutti capi.

  2. INSTITUTO LULA

    Missão:

    “O principal eixo de atuação do Instituto Lula é a cooperação do Brasil com a África e a América Latina. O exercício pleno da democracia e a inclusão social aliada ao desenvolvimento econômico estão entre as principais realizações do governo Lula que o Instituto pretende estimular em outros países.
    O Instituto Lula também trabalha na construção de um museu para contar a história do Brasil a partir da experiência dos movimentos sociais. Com o nome de Memorial da Democracia, sua concepção está sendo baseada em projetos modernos, nos quais a interatividade é mote central, como o Museu da Língua Portuguesa e o Museu do Futebol, ambos na capital paulista.

    De acordo com seu estatuto, o Instituto Lula tem compromisso com o desenvolvimento nacional e a redução de desigualdades, visando o progresso socioeconômico do país, assim como com o estudo e compartilhamento de políticas públicas e privadas destinadas à erradicação da extrema pobreza e da fome, ao acesso à educação à promoção da igualdade, à universalização da Saúde, ao desenvolvimento com sustentabilidade ambiental, ao fomento à participação política e social dos cidadãos em todas as esferas da vida pública nacional.

    O Instituto Lula não tem fins lucrativos e é independente de estados, partidos políticos ou organizações religiosas. A manutenção de seus trabalhos é garantida por meio de doações de empresas e pessoas que se identificam com os objetivos da entidade.”

    • KKKKKKK …. Pensei que o museu fosse para as obras de arte aprendidas na Lava Jato. Teve uma boa materia no Jornal Nacional sobre a empresa do Ze Dirceu e sobre o Vaccari . O advogado do Ze vai entrar com um inutil HC para nao quebrarem os sigilos do Pedro Caroco
      Falta a J. D. Consultoria no Panama.

  3. nuncaantesnestepaiz

    um PSICOPATA, crápula, asqueroso, bandido, mentiroso=LADRÃO, vagabundo, peti.$$$$$$$$$$$$$.ta, calhorda, desclassificado, bebarrão analfabeto, … … …

    passou tanto tempo escondido debaixo da cama, atrás do pInico,

    N U N C A ! ! !

  4. FORA TODO$
    Fora todo$. Meritocracia Eleitoral e Democracia Direta Já, em 2016. O que é isso afinal de contas ? É de comer, é de beber, é um pássaro, é um avião, é o super-homem ? Não, não é nada disso, mas tem tudo a ver com as manifestações populares de junho de 2013, cujo desfecho deverá acontecer em junho de 2015, especialmente na parte que diz respeito ao “sem partidos, sem partidos, vocês não nos representam”, que a sociedade gritou alto, firme, forte e em bom som nas ruas em junho de 2013, e que reflete a crise de representação na qual o Brasil está atolado até o pescoço, e o mundo também embora o Brasil tenha sido o primeiro a questionar a fundo o dilema de tamanha incongruência, para o qual a sociedade não se cansa de pedir solução ao congresso, o destinatário-mor da grande indignação popular brasileira, quem tem o poder-dever, remunerado, de resolver e nada resolve, fato que deixa a sociedade cada vez mais transtornada, e que a faz ganhar as ruas à moda enxame de abelhas procurando o zangão e a abelha rainha. Congresso esse que, por sua vez, quando muito, acena à sociedade, a patroa, apenas com uma “reforma política” só para inglês ver, a qual, em essência, não muda nada, nem mesmo seis por meia dúzia, à medida em que os congressistas, já sem credibilidade satisfatória, discursam no máximo até o tal financiamento de campanha, que propõe trocar o privado pelo público, fazendo-se de morto, ou de avestruz, em relação à possível mudança de verdade do modelo, séria, estrutural e profunda, capaz de mudar até mesmo o perfil e a consistência da política, do político e do congresso, com o banimento do dinheiro e a sua influência sobre os resultado das eleições, o qual, por ora, continua sendo o senhor das eleições e o patrão dos eleitos, salvo exceções, posto que o modelo em vigor, há 125 anos, apodreceu, tornou-se caro demais e até insustentável à sociedade, além de divorciado dos reais e legítimos interesses da patroa, que, no frigir dos ovos, é quem paga as contas das farras eleitorais e seus efeitos colaterais, e que, a esta altura do campeonato, não vê outra saída senão a extinção do modelo apodrecido. Todavia, quanto a esta parte da história, o congresso faz vistas grossas, corpo mole e ouvidos moucos, de modo que é exatamente aí que está residindo o pomo da discórdia, o grande conflito de interesses e vontades entre a sociedade, a patroa, e o congresso, o mandatário constituído pelo voto, porém desobediente, arredio, insubordinado, divorciado, incompatível e até descumpridor dos seus deveres em relação aos interesses da sociedade, a patroa, que, doravante, já o notificou, publicamente, através das ruas do Brasil, que quer a revogação do mandato, para experimentar uma nova fórmula, que é a Meritocracia Eleitoral e a Democracia Direta, ciente de que não há nada de bom que um deputado eleito pelo voto popular viciado possa fazer que um outro deputado eleito pela via direta não possa fazer igual ou melhor, como um servidor comum, a um custo comum, posto que não terá o rabo preso com ninguém senão com a sua própria consciência político-social e com o sucesso pleno do bem comum. E é aí que o Bicho está pegando, porque tais mudanças implicam num verdadeiro fora todos, uma verdadeira Revolução, do Brasil para o mundo. Até por isso, o “Fora Dilma” e o “Fora PT”, nas manifestações do dia 15/03/2015, soaram estranhos e fora do contexto das ruas do Brasil, destoando do são sentimento da população cujas manifestações anteriores vinham acontecendo até então no sentidos das mudanças no conjunto da obra, tendo na berlinda o partidarismo-eleitoral e o golpismo-ditatorial, velhacos, com prazo de validade vencido há muito tempo, que encontram-se até bichados, e dos quais, não obstante tudo, o povo brasileiro continua refém, há 125 anos, sendo que ambos nasceram do mesmo parto, conluiados, em 1889, e desde então governam o Brasil e seu povo em regime de revezamento, de modo que é disso tudo que a sociedade brasileira, a partir de um novo despertar e de uma nova tomada de consciência, quer e precisa se libertar, sob pena de não ter futuro viável a trilhar. E isso não implica em desistir do Brasil, mas, isto sim, libertar o Brasil daquilo que não mais satisfaz os seus interesses e de sua gente.

  5. Em um páis sério, esse ladrão, cretino, escroto e imoral sairia direto prá jaula. Em outros, sairia com um tiro na cabeça, bala paga pela família do animal. Ia se ter como o capeta no findo das trevas.

  6. Como sempre vai permanecer calado, sabe que nada acontecerá porque se falar tudo que sabe este governo já era e sabe-se lá o que o PT está fazendo para mantê-lo calado, o MP terá que hábil para pressionar e colher resultados, não acho que os principais estão com medo, sempre sobra para a parte mais baixa.

  7. Não é possivel considerar justiça o que este juiz tem feito com o Duque. Toda hora ele é chamado para depor e a cada convocação o Duque é enxovalhado pela PF e pela imprensa carniceira brasileiras.Ora, se o Duque é culpado, julgue-o e condene-o conforme manda a lei, ao invés de ficar submetendo o homem a vexames toda a hora. Essa justiça não tem organização nem métodos. Parece até que é combinado: Vamos convocar o acusado toda hora para mostrar que a justiça brasileira é dura lex sed lex, e todo mundo sabe que não é. Propaganda enganosa, porque o cidadão sabe que não há mais poder corrupto no Brasil que o Judiciário. O juiz que se apropriou dos bens do Eike é a imagem real da justiça brasileira, o juiz espertalhão não foi submetido aos mesmos vexames que o Duque e o Cerveró estão sendo sumetidos. O juiz espertalhão será julgado com parcialidade e será aposentado com vencimentos integrais por um crime dos mais graves, GRAVÍSSIMO ! Mas não interessa o que interessa é associar a roubalheira ao PT.
    Na verdade , na essência da matéria, dá pra desconfiarver que foi tudo armado pelo PSDB para desmoralizar o PT e vencer a eleição. A operação lava Jato começou no Paraná, governado pelo PSDB, quando um doleiro , conhecido há tempos, doleiro muito antes da era PT, foi pego em operação suspeita num lava jato, o doleiro , teve o benefício da delação premiada, tudo para parecer com o que aconteceu na Italia com a máfia. Dá para desconfiar. A história é mal contada. E a falta de desorganização da PF e do Juiz é notoria, a toda convoca o suspeito, a cada momento o suspeito é submetido a constrangimentos porque a justiça não consegue pegar o fio da meada. E não vai achar, são zilhões de contratos, obras em todos estados, uma quantidade imensa de aditivos, a propina está no preço final da obra, e todas as obras da Petrobras e os seus respectivos orçamentos foram aprovados pelo congresso e foram ou são acompanahadas pelo MPOG.
    Não vai provar nada, delação premiada sem prova não é nada. Na verdade pensaram que fossem vencer a eleição para depois abafar, perderam, agora , com uma justiça desorganizada e despreperada de tudo vão ficar convocando os acusados até que sejam exauridos todos os ânimos dos acusados e das famílias deles. UM NOJO ! A justiça brasileira é uma vergonha, além de ser injusta, falta-lhe organização, método, e preparo, para exercer a justiça que o cidadão espera.
    O silverinha, aqui no Rio, foi enxovalhado, exposto a todo tipo de constrangimento, silverinha quis até mudar o nome da família. Agora vai lá onde o silverinha trabalhava para ver se acabou a corrupção.

    Basta de tanta covardia !

  8. Até agora ninguém foi condenado, não há prova concreta de que o delator esteja dizendo a verdade. Delator ganhando prêmio para delatar , todo mundo acreditando no delator e condenado o delatado antes do julgamento. Depois de tudo terminado se forem analisar os tramites veremos com a justiça brasileira é desorganizada e conduzida por homens primários sem a justça na alma.

  9. Doutrina Cristã – Instruções dos espíritos, copiado do livro “ O evangelho segundo o espiritismo” – do mestre Allan Kardec
    É permitido repreender os outros, notar as imperfeições de outrem, divulgar o mal dos outros?
    Como ninguém é perfeito, seguir-se-á que ninguém tem o direito de repreender o seu próximo?
    Certamente que não é essa a conclusão a tirar-se , pois cada um de vós deve trabalhar pelo progresso de todos e, sobretudo,daqueles cuja tutela vos foi confiada. Mas, por isso mesmo, deveis fazê-lo com moderação, para um fim útil, e não pelo prazer de denegrir, como se faz na maioria das vezes. Neste último caso, a repreensão é uma maldade; no primeiro , é um dever que a caridade manda cumprir com todo o cuidado possível.
    Mais ainda: A censura que alguém faça a outrem deve ser dirigida também a si próprio, procurando saber se não a terá merecido. São Luis, (Paris, 1860).
    Será repreensível observar as imperfeições dos outros , quando daí não resultem proveito para eles , mesmo que não as divulguemos ?
    Tudo depende da intenção. Certamente não é proibido que se veja o mal, quando ele existe. Seria mesmo inconveniente ver em toda parte somente o bem, pois essa ilusão prejudicaria o progresso.
    O erro consiste em fazer que essa observação redunde em detrimento do próximo, desacreditando-o, sem necessidade, junto à opinião pública. Também seria repreensível fazê-lo apenas para dar expansão a um sentimento de malevolência e de satisfação em apanhar os outros em falta. Dá-se inteiramente o contrário quando, lançando um véu sobre o mal, para ocultá-lo do público, limitando-nos a observá-lo para proveito pessoal, isto é, para nos exercitarmos em evitar o que reprovamos nos outros. Essa observação, aliás, não é proveitosa ao moralista ? Como ele pintaria os defeitos da humanidade, se não estudasse os modelos ? São Luis, (Paris, 1860).
    Haverá casos em que seja útil revelar o mal alheio?
    Esta questão é muito delicada, e aqui se deve fazer um apelo à caridade bem compreendida. Se as imperfeições de uma pessoa só prejudicam a ela mesma, não haverá nenhuma utilidade em divulgá-la,. No entanto, se podem acarretar prejuízo a terceiros, deve-se preferir o interesse do maior número ao interesse de um só. Segundo as circunstâncias , desmascarar a hipocrisia e a mentira pode constituir um dever, pois mais vale cair um homem, do que muitos virem a ser suas vítimas. Em tal caso, deve-se pesar a soma das vantagens e dos inconvenientes. São Luis, (Paris, 1860).
    Um país regido pela doutrina Cristã, com certeza se desenvolverá com sabedoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *