Papa Francisco demonstra preocupação com o abandono do povo brasileiro

Ilustração do site www.católicasfrases.com.br

Francisco Bendl

Em carta enviada ao presidente Michel Temer, o Papa Francisco afirmou que a crise que o Brasil enfrenta não é de fácil solução e fez uma reflexão sobre a situação social do Brasil. “Não posso deixar de pensar em tantas pessoas, sobretudo nos mais pobres, que muitas vezes se veem completamente abandonados e costumam ser aqueles que pagam o preço mais amargo e dilacerante de algumas soluções fáceis e superficiais para crises que vão muito além da esfera meramente financeira”.

Tenho um amigo, que também escreve para este blog e esteve recentemente em Israel. Nas suas andanças pela Terra Santa, foi a Jerusalém e visitou o Muro das Lamentações, um dos locais mais sagrados do Judaísmo, talvez o mais importante. Pois, respeitosamente, encostou-se nas pedras do que restou do Templo de Salomão, destruído, reconstruído e mais uma vez destruído, e rezou, em voz alta.

CLAMAR A DEUS – Um israelita então lhe perguntou se não queria diminuir o som da sua voz, pois orava com fervor, e teve como resposta que ele não era judeu, mas devia render homenagem ao local e clamar ao Deus da Humanidade mais paz!

Foi um gesto nobre, honrado, digno, que seria o mesmo se ele frequentasse uma Mesquita, um Templo Budista, o Santo Sepulcro ou um Terreiro de Umbanda!

Dito isso, é preciso destacar que o Papa Francisco agiu acertadamente ao extrapolar sua autoridade como apenas Chefe de Estado, porque, independente do presidente que comanda a nação cujo número de católicos prepondera sobre as demais religiões, o Santo Padre tem a obrigação de alertar quanto ao tratamento que suas ovelhas recebem dos proprietários da fazenda. E estes têm sido cruéis, sádicos, desumanos.

FALSOS DEMOCRATAS – Minha reverência ao Papa Francisco, e que ele continue advertindo aos falsos democratas, aos corruptos e desonestos mandatários. O povo é muito mais importante que as leis de mercado, muito mais significativo que os poderes carcomidos pelos desmandos e descalabros, porque no Brasil é preocupante a situação do povo carente, atingindo pelos problemas criados por presidentes incompetentes e desonestos.

A Igreja tem problemas e comete erros, claro, afinal das contas é constituída por seres humanos, mas isso não quer dizer que o Papa deve se calar quando se defronta com as terríveis injustiças que o povo brasileiro tem sido alvo.

42 thoughts on “Papa Francisco demonstra preocupação com o abandono do povo brasileiro

  1. Quando ando pelas ruas e vejo o crescimento da miséria e da insegurança, principalmente atingindo pessoas crianças e pessoas idosas, eu fico me perguntando onde onde estão as instituição do Estado e as instituições sociais e religiosas. A preocupação do Papa Francisco com o abandono do povo brasileiro é legítima, mas na prática somente com ações concretas é que se resolvem ou se amenizam estes problemas.

    • Borges,

      Obrigado pela participação.

      De fato, precisamos de ações, e uma delas seria a implantação nacional de um Planejamento Familiar sério, de modo que a pobreza deixe de gerar mais filhos pobres, além daqueles que já possui.

      Um abraço.
      Saúde e paz.

  2. Senhores Editorialistas,

    Antigamente havia aqui um contador de visitas, que foi retirado acredito há mais de um ano. Eu gostaria de saber por que esse contador foi retirado, pois vocês sabem quantos visitantes tem, mas os seus leitores e comentaristas permanentes como eu também gostaríamos de saber. Obrigado pela atenção!

  3. Bendl
    Não há a minima chance de um país progredir, seja de que ideologia for, se não houver um controle contábil seguro, apoiado num sistema jurídico eficaz.

    No Brasil são 5570 municípios. Poucos seguem o que determina a Lei 3420/64. Esta lei estatui as normas à elaboração do orçamento e dos balanços da União dos Estados e Municipios
    Nao existem profissionais para dar suporte à execução desta Lei.
    No universo dos Tribunais de Contas, duvido muito que existam Conselheiros que saibam fazer um balanço de uma mercearia .
    Quanto a Contabilidade Comercial, o que se vê, é uma sequência de notas frias, sem notas, notas com números em duplicata e até triplicata, etc.

    O curioso é quando os luminares da economia enchem a boca e dizem O PIB DO BRASIL… Gostaria de saber como se mede esta ilusionaria medida de progresso ficticio.
    50% da economia – ou mais – é informal, e a formal, sonega para valer.

    • Bello,

      Muito obrigado pelo texto altamente importante, que diz respeito à total falta de fiscalização dos governantes brasileiros por quem deveria levar a efeito essa tarefa, o Legislativo.

      Assim, o país não sabe o que arrecada e o que gasta em consequência, voltando-se contra o povo todas as vezes que se vê sem dinheiro!

      Um forte abraço.
      Saúde e paz.

    • Tudo bem Elmir?

      Seu comentário é muito pertinente ao mesmo assunto que eu tinha tratado com o Francisco Bendl. Eu coloquei prá ele o absurdo de termos tamanha quantidade de municípios, bem como a despesa decorrente disso, além dos desvios e ilícitos praticados pelos dirigentes que não são punidos e acabam enriquecendo durante um único mandato. Obrigado pela atenção!

    • Jorge,

      Obrigado pelo comentário.

      Quanto à Igreja não vender o seu patrimônio e distribuí-lo aos pobres, certamente não deveria fazê-lo e por uma única e singela razão:

      Ela não é o pai dessas crianças e pessoas pobres!

      Ora, se os pais abandonam seus filhos e os deixam à mercê das circunstâncias por que a Igreja teria de se ver livre do que possui para sustentar os filhos de irresponsáveis?

      Faz-se necessário um Planejamento Familiar rigoroso, mas conforme esse teu pensamento, que respeito, acato, apesar de discordar, asa demais religiões deveriam fazer o mesmo ou, então, muito mais fácil e correto seria o poder público vender os prédios, que pertencem ao povo, e dar o dinheiro ao pobre!

      Um abraço.
      Saúde e paz.

    • Caro Jorge,
      a Igreja, mesmo que queira, não pode vender todos os seus bens e distribuir o dinheiro com os pobres porque seus bens pertencem ao patrimônio da humanidade. São tombados.

      Há dois mil anos a Igreja conta a história de nossa civilização.

      A Igreja fará muito mais pelos pobres permanecendo com toda sua estrutura, inclusive com o trabalho voluntário em todo o mundo – você precisa conhecê-lo -, até nas guerras.

      Então, a Igreja não pode nem deve, mas nós podemos … se quisermos.

  4. Eu continuo sem entender …sempre que o mundo entra em rota de crise financeira a 1ª solução vista pelos pseudos economistas são tirar dinheiro dos mais pobres , por isso entendo não haver crise . Pois se houvesse os primeiros a ter cortes seria as mordomias dos mandatários , essa pseudo crise nada mais é do que dar dinheiro pra quem tem mais , me corrijam se estiver errado !!

    • Coelho,

      Grato pela tua participação.

      Tens plena razão no teu raciocínio.

      O problema é que tirar dinheiro dos pobres – de várias formas, como agora, a reforma da Previdência – diz respeito a quem tem o poder nas mãos!

      O pobre nasceu para obedecer e outorgar poderes, e assim se comporta, então os poderosos usam-no e abusam da sua condição de submissão.

      O pobre devera se mostrar mais descontente e protestar contra o governantes, se fazer mais presente, mais participativo, e não tão passivo.

      Um abraço.
      Saúde e paz.

      • Agradeço por responder …mas é lamentável ter que reclamar de uma coisa tão obvia , não acredito em político , acredito na política como meio de diminuir as diferenças entre cidadãos , mas em nosso Brasil não existe justiça , legislativo e executivo só resta poucos abnegados , resto é folclore !!

  5. Francisco Bendl, primeiramente, um grande abraço.

    Muito oportuna o que escrevestes sobre o Papa Francisco, oriundo da Ordem dos Jesuítas. Por suas posições corajosas em defesa dos pobres e contra as guerras, que vitimam as crianças e os idosos, sem chance de defesa e também, para que os países não rejeitem os refugiados, que estão morrendo antes de chegar a praia, em embarcações lotadas de pessoas em fuga das guerras no Oriente Médio. A primavera árabe não era aquilo que imaginávamos, mas, uma armadilha para derrubar governos antiocidentais.

    Bendl, o Papa Francisco sofre pesada oposição da cúpula da Igreja Católica, do clero conservador, cujos membros não concordam com a liderança do franciscano Bergólio. Entretanto, os católicos do mundo inteiro estão do lado do Papa Francisco, um religioso voltado para quem mais precisa da caridade humana, pois as elites conservadoras se incomodam com a opção pelos pobres feita pelo Papa. E não poderia ser diferente, não é mesmo?

    • Meu caro Roberto Nascimento,

      Preciso sair agora, pois estou em emergência!
      Quando eu voltar respondo ao teu comentário extremamente importante pela pergunta formulada.

      Até já.

    • Jacob,

      Muito obrigado pelo comentário.

      Não importa que não tenhas religião, pois és uma pessoa decente, honrada, e não fazes mal a ninguém, e é esta a verdadeira crença a ser professada.

      Um forte abraço.
      Saúde e paz.

  6. Temer ainda tem três saídas imediatas, a saber: um milagre via rendição ao novo que urge se estabelecer, a morte, ou a cadeia. NA VERDADE, verdadeira, face à pressão das circunstâncias históricas, “data venia”, não é o Temer mas, isto sim, nós, as vítimas e reféns do Temer e cia, já em estado de agonia, que temos que fazer alguma coisa urgente como, p.ex., tocar o pé na bunda dele e seus comparsas para fora do Poder, até porque coberto de merda da Odebrecht como se encontra, acossado pela força-tarefa da lava jato, acreditar que ainda resta algum desprendimento, algum sentimento nobre, dentro desse receptáculo visceralmente corrompido, camuflado de governo como disfarce e tentativa de escape da predação natural, algum movimento alvissareiro tipo rendição dos me$mo$ em prol do Projeto Novo e Alternativo de Política e de Nação, como propõe a RPL-PNBC-DD-ME, seria algo parecido a esperar pelo milagre do ladrão e dos mais de 300 picareta$ do dito cujo de rabo preso com o $istema político podre entrincheirados no congresso nacional em estado de guerra contra o erário, o lombo do contribuinte e o são sentimento de honestidade do povo brasileiro, como insinuou o líder dos me$mo$, Homero Jucá, o Caju da Odebrecht. Enfim, como para Deus tudo é possível, quem sabe aconteça o milagre nas próximas horas, antes do confronto final dos me$mo$ contra o conjunto da sociedade e a Revolução Redentora que já se afeiçoa inevitável e inadiável a esta altura do campeonato da corrupção que ainda delira estancar a sangria desatada do $istema político podre, cuja podridão já está desabando sobre todos: culpados e inocentes. http://josiasdesouza.blogosfera.uol.com.br/2017/04/23/temer-acha-corrupcao-triste-mas-nao-faz-nada/#comentarios

    • Loriaga,

      Obrigado pelo texto.

      O teu alerta tem uma razão de ser publicado, pois diz respeito às injustiças cometidas contra o pobre em benefício da corrupção!

      Não é mais possível que recaiam sobre nós as despesas e prejuízos de uma classe de políticos desonestos, enquanto os ladrões permanecem impunes dos crimes.

      Um abraço.
      Saúde e paz.

  7. Os pobres já recebem o bolsa família que nós brasileiros da classe média pagamos com o suor de nosso trabalho. O que mais vocês e esse papa Francisco, comunista de carteirinha, querem.

    • Maria Rosa,

      O pobre quer ser ouvido, que seus direitos sejam mantidos, que seja tratado como ser humano, que parem as explorações sobre o seu trabalho, que não seja usado por movimentos políticos falsos e movimentos sociais cujas intenções são sub-reptícias!

      O pobre quer dignidade, e não receber esmolas, o erro crasso do Bolsa Família, que pensou apenas na alimentação e, fraca, mas deixou de lado o trabalho e estudo.

      O Papa não é comunista, e deseja que a humanidade tenha um tratamento melhor por parte dos governos, que deem menos atenção ao dinheiro e mais atenção às necessidades do povo.

      Francisco tem razão.

      Um abraço.
      Saúde e paz.

  8. Caro Roberto Nascimento,

    A Igreja ao longo da sua história sempre esteve ao lado dos poderosos.

    Reis, rainhas, imperadores, ditadores, tiveram a presença do Vaticano permanentemente, sendo que o Catolicismo optou por estar ao lado dos fracos e oprimidos recentemente.

    Em consequência, o lado conservador da Igreja faz frente à decisão de Francisco, tanto pelo receio de perder o apoio oficial quanto perder receita advinda dos governos que apóia, pois a companhia da Igreja faz bem aos governantes, ela os fortalece, com os fiéis seguindo pelo mesmo caminho.

    No entanto, a Igreja está dividida, havendo facções que inclusive se declaram abertamente ao socialismo, pois entendem que estar ao lado dos pobres aumenta os seus seguidores, justamente porque nessas alturas a pobreza domina o mundo, a maioria dos habitantes deste planeta possui carências indiscutíveis quanto à subsistência, razão pela qual a Igreja sediada na América do Sul, principalmente, escolhesse o pobre naturalmente, caso queira perder cada vez mais Católicos Apostólicos Romanos, não bastasse a “concorrência” das neopentecostais pregando exatamente o contrário, a prosperidade!

    Muito obrigado pelo comentário, Roberto, pois é sempre uma honra eu ter a tua companhia neste blog incomparável.

    Um grande abraço.
    Saúde e paz.

  9. Caro Bendl, oriundo de família católica, ainda criança, abracei outra Doutrina, a Espírita, codifocada por Allan Kardec, tendo como “Pedra fundamental, o Livro dos Espíritos, dado a Humanidade em 18 de abril de 1857, na Cidade Luz – Paris, tendo o fundamento Moral, o Evangelho de Jesus, o Código da vida, que nos apresenta um “Deus Pai Misericordioso, e na conversa com o Dr. da Lei Judaica Nicodemos, fala de nossas responsabilidades, como Almas Eternas, que, a Caminho da Luz Divina, tem que passar por diversas vidas materiais, para alcançar o Céu, calando nosso Caim,, e deixando falar o Abel dois irmãos que carregamos dentro de nós, mas, respeito a todas as seita religiosas, e tenho admiração pelo Papa Francisco, pelo esforço, de cumprir à Dotrina Cristã, dando sua Voz e Ações, em favôr dos pobres e miseráveis das Nações de nosso PLaneta, cujos Dirigentes, tem apresentado una Hipocrisia, conforme pregava Gandhi, qie citava, ser Jesus, foi e é, o maior benfeitor da Humanidade.
    Que Deus Pai, abençoe, a humanidade, desgarrada. Vida longa e saúde para o Papa Francisco. Fico por aqui, e te desejo e a Família, uma longa vida e muita saúde, para continar a vibrar positivamente, em teu Amor fraterno, Théo. PS. estudar e o esforço de o praticar, é necessário, para rendenção de nossas Almas

    • Caro amigo Théo, e decano da TI,

      Eu não sabia que eras espírita.

      Há vários espíritas no blog, gente boa, equilibrada, que pratica o bem.

      Neste aspecto, não existe quem mais atende o pobre nas suas necessidades mais prementes do que o Espiritismo.

      Confesso que ou um admirador declarado do extraordinário Divaldo Pereira Franco, que deveria há muito tempo ser distinguido pelo Prêmio Nobel da Paz!

      Obrigado pelo teu comentário, sempre pertinente, adequado e atual.

      Um forte e fraterno abraço.
      Saúde e paz, meu amigo, extensivo aos teus familiares.

  10. Caro Francisco Bendl;Ao ler os diversos comentários lembrei de uma passagem atribuída a São Lourenço, diácono e mártir, no século III: Conta a história que. interrogado pelo prefeito da cidade. este lhe pediu que lhe apresentasse os tesouros da igreja. Lourenço pediu um prazo e em pouco tempo trouxe para o átrio da igreja os pobres, coxos e todo tipo de desamparados e lhe disse que eles eram o tesouro da igreja. que nunca diminuem. Deus é contra a miséria e a exploração e pobres sempre teremos entre nós, Deus não aceita a miséria. Nenhuma instituição realiza tanto como a Igreja Católica, em todas as suas ordens e movimento. Lembremos de Mateus: a mim o fizestes. Somos todos chamados a exercer nossa Fé. tornando viva nossa certeza, aproveitando todas as ocasiões , de um simples sorriso ao pão para quem tem fome. Agradeço pelo seu artigo e pelo alto nível dos comentários.

    • Prezado Oscar,

      Obrigado pelo comentário.

      Independente das obras sociais da Igreja, faz-se mister realçar o grande trabalho do Catolicismo na Educação!

      Nenhuma organização religiosa fez mais pelo ensino que a Igreja, atribuindo a milhões de jovens condições para que enfrentassem o mercado de trabalho e se realizassem nas profissões escolhidas!

      Afora colégios de padres, também as organizações Lassalistas e Maristas, e de várias congregações de Irmãs, algumas escolas inclusive com Internatos!

      Desmerecer esta obra inigualável e incomparável da Igreja é ser maldoso, mal intencionado, pois o Catolicismo fez muto mais do que qualquer governo deste a Proclamação da República até os dias de hoje no aspecto educacional.

      E mais:
      Sem politiza a escola, como querem alguns movimentos políticos e deturpar a educação com o acréscimo de questões sexuais que dizem respeito somente aos pais transmitirem aos seus filhos o modo como acham mais adequado de ensinar-lhes sobre sexo.

      Enfim, inegavelmente a Igreja foi muito mais benéfica ao mundo ocidental do que o reconhecimento que esta parte da Humanidade confere ao Catolicismo, lamentavelmente, a ponto de o Papa Francisco por se preocupar com a situação do povo brasileiro, incluindo pobres e ricos, obter conceitos de que é comunista!

      Um forte abraço, Oscar.
      Saúde e paz.

    • O ser humano é um animal político pela sua própria natureza. A diferença é que uns a praticam com P maiúsculo e outros com p minúsculo, de politicalha, que, “data venia”, parece ser o seu caso.

    • Alex,

      O Papa é mesmo político, e de batina.

      Acertaste em cheio!

      A diferença é que Francisco não rouba, não trai, não mente, não engana, não é desonesto, não é corrupto como os nossos parlamentares e governantes!

      Na condição de Chefe de Estado é político, sim, inclusive na função de Papa, de modo que possa manter relações amistosas com líderes de outras religiões, tanto monoteístas quanto politeístas.

      A questão que diferencia o político Papa com o político parlamentar é a intenção.

      Francisco quer o bem do povo; o parlamentar quer roubar e explorar este mesmo povo.

      Obrigado pelo comentário.

      Um abraço.

        • Caro amigo e professor Rocha,

          Muito obrigado pelas palavras amáveis e generosas.

          Quando se diz a verdade ela mesma serve como inspiração, então as ideias fluem normalmente, os pensamentos vêm à tona, e se consegue escrever frases pelo menos compreensíveis.

          Um grande abraço, meu caro.
          Saúde e paz.

    • Jared,

      Grato pela complementação da minha resposta com esta qualidade que postaste, acompanhada de um humor irrepreensível!

      Um forte abraço.
      Saúde e paz.

  11. Não sou muito de discutir religião pois entendo que se Jesus Cristo tivesse criado alguma saberíamos Mas ao contrário disso ele condenou a religiosidade , ele Jesus não criou outro mandamento quando disse: amarás ao teu próximo como a ti mesmo….O que acontece no mundo hoje é uma citação de Jesus que disse : não podeis servir a dois senhores a Deus e a mamom …amarás a um e desprezarás o outro …O amor ao dinheiro é a raiz de todos os meles …1 Timóteo 6:10 parte A

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *