Depois do Papa, vão se queixar até à Sociedade Protetora dos Animais…

E o Papa tem de suportar essas coisas…

Deu no Yahoo e na Folha

Deu no Yahoo que a atriz Letícia Sabatella, acompanhada da juíza Kenarik Boujikian Felippe, foi ao encontro do papa Francisco, em Roma (Itália), na última segunda-feira (9), para denunciar o processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff. Segundo ela e grupos de juristas, o Brasil sofre um golpe de estado.

Na Folha, a repórter Marina Dias informa que, após se reunir com a presidente Dilma Rousseff, o secretário-geral da OEA (Organização dos Estados Americanos), Luis Almagro, afirmou nesta terça-feira (10) que o processo de impeachment tem “incertezas jurídicas” e que fará uma “consulta jurídica à Corte Interamericana de Direitos Humanos” para garantir a proteção dos direitos civis e políticos no país.

Segundo Almagro, que já ecoou a tese do governo de que o impeachment da petista é “um golpe”, “há pelo menos três pontos de incertezas jurídicas” no processo contra Dilma.

O primeiro, diz ele, é um “problema estrutural”: “a porcentagem alta de deputados e senadores que poderiam estar inelegíveis ou foram imputados em denúncias de corrupção”. O segundo, “a legalidade das causas invocadas para o impeachment” e o terceiro, diz Almagro, é que “não há tipificação de delito” contra Dilma.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGO Papa não tinha o que dizer, pensou em mandar rezar cinco orações Ave Maria e dez Pai Nosso para se livrarem dos pecados. Agora, só falta se queixarem no ONU, na Corte Internacional dos Direitos Humanos e na Sociedade Internacional Protetora dos Animais. Seria cômico, se não fosse deplorável, patético e humilhante. (C.N.) 

15 thoughts on “Depois do Papa, vão se queixar até à Sociedade Protetora dos Animais…

  1. Prezados,

    O que me deixa curioso é saber como conseguiram marcar essa audiência. Será que já tinham marcado tem tempo e, por uma feliz coincidência, as datas casaram na linha do tempo?

    Imagino que o Papa Francisco seja uma pessoa bem ocupada e com uma agenda bem intensa.

    Uma outra pulga que me (r)atazana a moleira é saber se foi com recursos próprios que as duas foram ter com sua santidade.
    Um Forte Abraço,

  2. Desde quando o cardeal de Buenos Aires Jorge Mário Bergóglio foi eleito Papa, com Sua Santidade (Francisco não gosta de ser chamado assim) venho trocando mensagens e-mail com ele, fato que já foi objeto de artigo aqui na Tribuna da Internet e divulgado por Ancelmo Gois em O Globo de 25 de março de 2013.
    Nunca o Papa e eu tocamos na política. O assunto diz respeito à saúde, à liturgia, à Igreja, ao esporte, ao Direito, à Fé… Política jamais foi assunto.
    Mas desta vez vou quebrar o protocolo. Amanhã ou depois, vou enviar mensagem e-mail para o Papa Francisco, mostrando a verdade que a ele não foi contada. E vou explicar o motivo do impeachment, que aborda o Conjunto da Obra e o Conjunto do Dano.
    Não será uma mensagem privada. Creio que seja do interesse público. Por isso consulto antes nosso editor Carlos Newton para saber da oportunidade e conveniência de publicar aqui na Tribuna da Internet a mensagem, após ter sido enviada.

    • Dr.Béja,

      Certamente Carlos Newton publicará a sua correspondência com Sua Santidade, até porque de interesse público!

      No entanto, acredito que o Papa deve saber da real situação brasileira, e cuja mensagem que o senhor lhe enviará, irá confirmar algumas informações que já são do conhecimento do Sumo Pontífice.

      Agora, permitir sem o contraditório, que a atriz Letícia Sabatella seja porta-voz da presidente Dilma será um escárnio aos mais de onze milhões de desempregados, mais de sessenta milhões de inadimplentes, uma brutal recessão econômica, juros extorsivos, roubos contra a Petrobrás que a deixaram em estado pré-falimentar, e a corrupção, desonestidade, imoralidade e falta de ética, que dominam as administrações de Dilma Rousseff, o Papa deve mesmo ser colocado a par do caos instalado em terras brasileiras, afora o processo de impedimento estar absolutamente de acordo com a Constituição, monitoramento do STF, e ritos que obedecem as leis e o Regimento Interno da Câmara Federal e Senado da República!

      Indubitavelmente, Francisco irá ler as suas informações, isentas e imparciais, dr.Béja, e tomara que envie para nós as suas bênçãos e desejos que consigamos nos restabelecer o mais rápido possível.

      Brilhante ideia, e escreva o mais rápido que puder para o Chefe da Igreja Católica, seu amigo, que tanto admiramos e reverenciamos pelo magnífico trabalho que desenvolve no Vaticano e nas suas viagens ao redor do mundo.

      Um abraço, dr.Béja.
      Saúde e Paz!

  3. Essa atriz esteve ontem no programa do Jô (arrrgh!).
    Ele, para variar, estava de camisa vermelha. Nada a ver, mas quase sempre, caramba! Não sabia que ele gostava tanto dessa cor.

    Sabatella, sempre com aquela pinta de fugida dos anos 70/80, meio hippie fora de época, meio coitadinha, aquela coisa…

    A certa altura, tocaram no problema de defender a cleptocracia que está indo embora e, no centro desse tema, a questão das facilidades da Lei Rouanet.

    Como ela não atava nem desatava, o Jô se adiantou e disse algo como: “que absurdo falarem em Lei Rouanet, quando um artista defende o governo, como se recebesse verbas do governo. Quem dá a verba são os empresários, não é o governo!”

    Que pulha!!! Ele não sabe que as empresas “dão” quantias por causa dessa lei que permite “doações” que são deduzidas do Imposto de Renda? Entre pagar o tributo e o dinheiro ir para o governo, preferem financiar qualquer coisa em que venha a aparecer seu nome, desde que o produto artístico não arranhe a imagem da empresa.

    Será que o Jô, tão culto, não sabe que existe uma indústria com engrenagens muito bem azeitadas entre os “doadores” e os “receptores”? Que quem recebe essas verbas milionárias precisa ter um ótimo trânsito com esses intermediários? Que existe uma outra indústria de “prestadores de serviços”, que nada mais são que pessoas mal intencionadas que, por meio de um CNPJ, emitem notas fiscais de serviços que não prestaram, para efeito de justificar despesas não incorridas?

    Guilherme Fontes, o produtor de “Chatô”, entende profundamente desse assunto.

  4. Dilma manda suspender cerimônia de descida de rampa
    Vera Rosa – O Estadão

    A presidente Dilma Rousseff pediu para auxiliares suspenderem a cerimônia de descida da rampa do Palácio do Planalto depois que o plenário do Senado aprovar o impeachment contra ela, em votação prevista para esta quarta-feira, 11. O governo dá como certo o afastamento de Dilma por até 180 dias.
    A avaliação é que a imagem de descer a rampa é muito forte e pode ser interpretada como “capitulação” e “entrega” do governo para o vice-presidente Michel Temer. Dilma, ao contrário, quer passar a ideia de que a gestão Temer é ilegítima.

    Representantes de movimentos sociais ainda pretendem fazer uma caminhada do Planalto até o Palácio da Alvorada, sede da residência oficial, em protesto contra o impeachment. Se não houver nenhuma mudança no roteiro da votação, a caminhada deverá ocorrer na quinta-feira, 12. Dilma, porém, não participará do ato.

    O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva almoçou nesta terça-feira, 10, com os ministros Jaques Wagner (Casa Civil), Ricardo Berzoini (Secretaria de Governo) e José Eduardo Cardozo (Advocacia Geral da União) no hotel Royal Tulip, em Brasília. Um dos assuntos discutidos foi a demissão coletiva dos ministros. Agora, Dilma estuda só dispensar os auxiliares que quiserem sair, e não mais toda a equipe, como estava combinado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *