Papa tratou Lula como um “bom ladrão”, que roubava muito e distribuía um pouco aos pobres

Lula recebe benção do Papa Francisco em Roma Foto: Ricardo Stuckert / Reprodução/Twitter

Nota-se que Lula “sentiu o peso” da bênção do Papa Francisco

Lucas Ferraz
O Globo

Após uma audiência privada de quase uma hora nesta quinta-feira com o Papa Francisco, no Vaticano, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que o argentino é um personagem “inspirador” e disse ter ficado muito “satisfeito” em conhecê-lo. O petista também disse que não tratou sobre o presidente Jair Bolsonaro e a gestão dele no Brasil durante a conversa com o pontifíce.

O encontro entre o brasileiro e o líder religioso argentino, o primeiro entre eles, aconteceu na casa de hóspedes Santa Marta, onde mora o papa, dentro do Vaticano, e foi intermediado pelo presidente da Argentina, Alberto Fernández, que visitou o conterrâneo em Roma no último dia 31.

FORA DA AGENDA – Lula chegou ao Vaticano acompanhando por uma pequena comitiva na qual estavam o ex-ministro Celso Amorim (que comandou o Itamaraty nos seus oito anos de governo) e seu fotógrafo oficial, Ricardo Stuckert, que registrou o encontro. A audiência foi tratada com discrição pelo Vaticano, que não a incluiu nos eventos oficiais de Francisco.

O ex-presidente afirmou ter conversado com o papa sobre o combate à pobreza, o desenvolvimento econômico voltado aos pobres e a defesa do meio ambiente. Lula disse ter lido o documento final do pontífice sobre o Sínodo da Amazônia, divulgado ontem, mas que eles não falaram especificamente sobre a floresta. Indagado se o governo de Jair Bolsonaro foi tratado na conversa, Lula limitou-se a dizer:

— Não podia vir aqui para discutir Bolsonaro — afirmou Lula em uma rápida conversa com jornalistas, na noite desta quinta, na sede da Confederação Geral dos Trabalhadores Italianos, uma espécie de CUT local, onde participou de um debate.

DOSSIÊ DE CHICO BUARQUE – Lula e sua assessoria se recusaram a informar se o chamado “lawfare” (prática de manipulação do sistema jurídico para fins políticos) esteve entre os temas do encontro. Francisco recebeu em dezembro de 2018 de Chico Buarque e da namorada, a advogada Carol Proner, um dossiê sobre o tema relacionando-o à condenação do ex-presidente.

— A minha vinda teve o objetivo principal de discutir com o papa a questão da desigualdade e de sua luta em defesa de uma boa política ambiental. Todo mundo sabe que os trabalhadores estão perdendo direitos, as conquistas que tivemos no século XX estão sendo derrubadas pela ganância dos interesses empresarias e financeiros. E estamos percebendo que há uma má vontade dos governantes, apesar dos discursos, de se preocuparem com a questão ambiental — afirmou.

ELOGIOS AO PAPA – Durante a entrevista que sucedeu o encontro, Lula fez observações positivas sobre Francisco: “Se todo ser humano, ao atingir 84 anos (Jorge Mario Bergoglio fez 83 em dezembro), tiver a força, a disposição e a garra que ele tem em levantar temas instigantes para o debate, podemos encontrar soluções mais fáceis” — disse o ex-presidente, que completou: “Uma frase muito alentadora que ouvi do papa é que ele quer fazer coisas que sejam irreversíveis, que fiquem para sempre no seio da sociedade”.

Lula também exaltou um evento que o Vaticano vai organizar no final do próximo mês na cidade italiana de Assis (intitulado “Economy of Francesco”, a Economia de Francisco) para discutir com 500 jovens de todo o mundo um pacto para mudar a economia mundial.

— Quando Francisco toma a atitude de fazer um encontro para discutir a igualdade, chamando jovens para debater a nova economia, é uma decisão alentadora, que toca num assunto essencial para o futuro dos trabalhadores. Quem é que vai oferecer trabalho e oportunidades para as pessoas pobres? — perguntou.

INSPIRAÇÃO – Ao participar do evento na central sindical romana, Lula contou ter se inspirado no início de sua carreira de sindicalista no modelo do país, onde disse ter aprendido que “sindicato não é um órgão de colaboração, mas de contestação”.

O ex-presidente afirmou que retorna ao Brasil na manhã de sexta-feira, ressaltando que espera voltar para casa com a mesma disposição do papa para brigar por um mundo melhor. Antes, sua assessoria confirmou que ele ficaria mais um dia em Roma cumprindo uma “agenda pessoal”.

Esta é a primeira viagem internacional do petista desde que ele deixou a prisão, em novembro. Além do papa Francisco, ele se reuniu com lideranças da esquerda italiana, de sindicatos e de organismos de direitos humanos. O ex-presidente também conheceu brasileiros residentes na Itália que integram o Comitê Lula Livre, criado para apoiá-lo após sua prisão por causa da Lava Jato, em abril de 2018.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
O Papa se comportou com Lula como um padre que recebe confissão. Ficou ouvindo o que o pecador tinha a dizer e falou pouco. Como não foi na verdade uma confissão, fez algumas observações de ordem geral, sem manifestar em nenhum momento apoio político ao ex-presidente, que já está condenado à prisão e responde a diversos outros processos por corrupção e lavagem de dinheiro. É claro que Lula e o PT tentam explorar ao máximo imagem do Papa, que ´pouco falou durante o encontro. Na verdade, o líder da Ireja Católica tratou Lula como se fosse uma versão do “bom ladrão”, por ser um político que roubou muito, mas soube distribuir um pouco aos pobres. Apenas isso. (C.N.)

31 thoughts on “Papa tratou Lula como um “bom ladrão”, que roubava muito e distribuía um pouco aos pobres

  1. Não gostei.
    Sou católico, apostólico romano, praticante.
    D. Cláudio Hummes, Cardeal emérito, de esquerda, mora em Roma , e tem grande influência sobre o Papa. Foi ele, d. Cláudio, o responsável pela escolha do nome de Francisco.
    Além disto, a famigerada CNBB, distorce as informações enviadas ao Vaticano, por ser, majoritariamente, de esquerda.

  2. Se Lula distribuiu um pouco da fortuna incalculável que roubou, o ladrão e genocida DEU O NOSSO DINHEIRO, e não que tenha sido de sua intenção tal gesto!

    Lula e sua quadrilha não mudaram os impostos para atender a questão social da forma como sempre divulgou, mentirosa e enganosa.

    Os ladrões petistas se lambuzaram com o dinheiro roubado do povo e país, e nada fizeram de concreto para melhorar a condição dos pobres e miseráveis que, se deixaram de passar fome – e reconheço o mérito desta medida -, foi às custas do Bolsa Família, que não devolve a dignidade do ser humano e não o faz se sentir útil perante a si mesmo e à sociedade!

    Aonde está o emprego?
    Aonde estão as escolas de Ensinos Fundamental e Médio?
    Aonde está a saúde pública, que o ladrão arrotava ser de primeiro mundo?
    Aonde está a segurança, que ceifa a vida de dezenas de milhares de pessoas anualmente?
    Aonde está o cuidado com a maior e deprimente chaga nacional, as cracolândias, atestados de incompetência e desprezo pelo dependente químico?
    Aonde está o devido combate contra o tráfico de drogas e armas?

    Eu teria uma infindável relação de mentiras de Lula, de suas más intenções, de seus crimes, razão pela qual não entendo como que o Papa recebeu este meliante!

    Enfim, Sua Santidade está em sintonia perfeita com o nosso Judiciário, que tem mais dado importância, consideração e beneplácitos das leis para delinquentes, que às pessoas honestas e trabalhadoras!

    Duvido que Francisco recebesse uma família simples e desconhecida, se pedisse uma audiência para conhecê-lo e receber a sua bênção!
    Mas, o Lula??!!

    O Papa João Paulo II em 13 de maio de 1981, uma quarta-feira, na Praça de São Pedro, no Vaticano, foi baleado e gravemente ferido por Mehmet Ali Ağca, um terrorista turco, enquanto entrava na praça.
    João Paulo II foi atingido duas vezes e sofreu perda de grande quantidade de sangue.
    Ağca foi detido imediatamente e, mais tarde, condenado à prisão perpétua por um tribunal italiano.
    Posteriormente, o Papa perdoou o terrorista pela tentativa de homicídio. Ele também recebeu o perdão do então presidente da Itália, Carlo Azeglio Ciampi, que, a pedido do religioso, foi deportado para a Turquia em junho de 2000.

    O terrorista turco quase matou João Paulo II, então o Papa foi visitá-lo na prisão, e o perdoou do crime.
    Mas, o terrorista cometera uma tentativa de assassinato.
    E Lula, indiretamente com os roubos contra o povo e erário matou??!!
    Quantas pessoas que morreram por falta de atendimento nos hospitais?
    Quantas pessoas que morreram vítimas da violência petista?

    Se alguém deveria receber Lula, este seria o demônio!

  3. Desculpe o nobre condutor da TI.

    Existe um antiquíssimo ditado que tudo resume:

    “Uma imagem vale mais do que mil palavras”

    Se fosse um perdão ao “bom ladrão” por que nao nas audiências publicas, para todos sabermos o que de fato falaram e agiram??

    Por que fora da agenda oficial?

    Temer quase caiu por receber Joesley ( também da turma) fora da agenda e o Papa é uma virtude receber fora da agenda?

    O que o Papa, a Igreja Católica, os católicos, ganharam com este gesto?

    A sinalização de que roubar, se destinara uma parte ínfima aos pobres, tem a benção divina?

    Então estamos autorizados na próxima missa em que o padre citar o episódio da expulsao dos vendilhões do templo “acusando-os de tornar o local sagrado numa cova de ladrões através de suas atividades comerciais.’ devo me posicionar e dizer: Olha não é isto que o chiquinho do PT está falando………

    Desculpe, mas sou ou talvez era catolico e não consigo encontrar nenhuma justificativa para esta ação do Papa.

    Não existe:

    Justificativa pastoral (seguramente ele não foi pedir perdão de seus pecados)

    Politica – A Igreja quer que o catolicismo seja visceralmente ligado as ações do PT e suas quadrilhas?

    Justiça; Quer dizer que todos os catolicos do Brasil e do mundo devem considerar Lula e seus “seguidores” inocentes e perseguidos por uma justiça cruel e injusta??

    estratégica/pastoral: Quer dizer que como Bolsonaro é ligado aos evangélicos devemos iniciar uma novíssima cruzada, contra os infieis e Lula será o nosso Ricardo Coração de Leão??

    Desculpem amigos mas como catolico, como brasileiro, como cidadão, não encontro a mais remota justificativa para esta ação do Papa

  4. A Bolsa Família que tornou parte do miseráveis menos miseráveis, não pode servir de compensação para roubalheira do Lula e seus comparsas que levou o Brasil a maior crise de sua história, em que a saúde, educação e segurança foram totalmente abandonadas, deixando os pobres em total abandono.
    Ajuda mesmo, Lula deu aos banqueiros e grandes empresas, incluindo as multinacionais. para os pobres foi cala boca, isto é , Lula deu com uma das mãos e tirou com as duas.

      • Ah, e tem mais. O Bolsonaro pede benção ao “bispo” Edir Macedo, “pastor” Silas Malafaia, “bispo” Waldomiro Santiago, “bispo” R.R. Soares, etc.

        Esses são homens de “deus”, né não Mário Jr?

      • Um chefe de Estado recebendo um chefe de Estado da maior nação católica do mundo , ( com ações como estas caminhando rapidamente para perder este titulo) nao é a mesma coisa do que receber um ex-chefe de estado condenado e preso como responsavel pelo maior sistema de corrupção da história mundial.

        Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa

  5. Tem um ditado que diga-me com quem anda e dir-te-ei quem és. Isto diz tudo deste papa. Assim como ele outros membros da igreja não são dignos de confiança. Hoje no site do Jornal da Cidade Online, tem um artigo sobre o encontro destes dois demagogos: O papa e o ladrão, é muito legal. Em especial por dois pensamentos do Millôr. Fernandes.

  6. Com a Quaresma chegando para cumprir a vontade de Deus e o encontro do homem com Deus, eis que Papa Francisco tenta , novamente, soltar Barrabás e entregar Cristo para a Morte !!!! Eis o sentido de tudo isso que vergonhosamente e tristemente nós Católicos assistimos com gestos como esses, com cenas tão grotescas como essas. E as Igrejas Católicas se esvaziando, como vão confiar ou respeitar quem apoia, anda, pensa igual e age, com os maiores Genocidas do Povo Brasileiro e seu Comandante Satânico e Cruel que deixou mais de 80 milhões com seus Familiares Desempregados passando Fome e Necessidades em nosso Brasil ???? Que Deus nos proteja !

  7. -O papa está certo em receber o lula:
    Jesus veio ao mundo para os ladrões e malfeitores “porque o Filho do homem veio buscar e salvar o que se havia perdido”.
    -A única incongruência é que o Lula não reconhece a própria culpa, nem se arrependeu da desgraça que fez aos milhões de brasileiros.

  8. A ignorância do JN e do Bonner são incomensuráveis. Ontem, falando da visita do lula, ele disse que o capo foi condenado em primeira e segunda instâncias. Esqueceu da condenação unânime pela 5ª turma do STJ e portanto em 3ª instância? Jornalismo brazuca é isso aí. Salário nos milhões informação nos mícrons.

  9. Nos velhos tempos, a Igreja se associou á nobreza, inventou a confissão para conhecer os segredos dos nobres, e fez até Inquisição para ter sempre razão.
    Hoje não há nobreza, mas partidos políticos, geralmente compostos de demagogos ávidos pelo voto do povo desinformado. No Brasil de Bolsonaro, os Evangélicos predominam; no tempo do Ladrão era a mesma exploração.

  10. Há uma diferença incalculável entre o período do ladrão e genocida Lula, pois ele e sua quadrilha praticaram várias formas de roubos contra o povo e país, e a “exploração” dos evangélicos.

    Lula foi e é ainda um criminoso.
    O PT usou de violência desmedida contra a população para roubar de maneira torpe, vil, hedionda.

    Os fiéis evangélicos entregam para suas igrejas o dízimo e ofertas solicitadas espontaneamente.
    Se enganados, explorados na suas crendices, é outro assunto.
    Caso o fiel não concordar em dar o seu dinheiro, alegam os pastores, bispos, apóstolos e missionários, que não terão fé suficiente para obter as bênçãos divinas, mas não são obrigados a doar dinheiro se não quiserem ou porque não têm tostão algum.

    Lula não nos perguntou ou deu satisfação se poderia ou não roubar o Brasil.
    Roubou, e muito.
    Assim, cometeu os mais variados crimes pela falta de verbas, que foram desviadas para o PT e bolsos de seus dirigentes.

    Caso os donos das neopentecostais estão riquíssimos, o povo deveria saber que as suas doações não vão ser destinadas às evangelizações, mas aumentar o patrimônio do “religioso”.
    Logo, mesmo ignorantes, se doam e ofertam suas economias, agem de livre e espontânea vontade.

  11. Complementando:

    Mesmo durante os mandatos de Lula e Dilma, os evangélicos frequentavam as suas igrejas e doavam dinheiro para suas seitas escolhidas.

    Não foi com Bolsonaro que as neopentecostais cresceram politicamente.
    Muito menos, as igrejas citadas não são oficiais do governo, pois o presidente seria alvo fácil para o impeachment porque o Brasil é laico, e constitucionalmente!

  12. -Esse papa me lembra um filme futurista do Woody Allen (salvo engano, “O Dorminhoco”), onde a manchete de um jornal afirma que “A mulher do papa defende o aborto”!

  13. Que vergonha! Que o papa mande cartinha para o meliante condenado, vá lá. Mas receber e apoiar um salafrário que roubou um país inteiro, não tem sentido. Francisco está muito mal assessorado. Mesmo ele querendo receber este indivíduo em audiência, será que não teve uma boa alma para alertá-lo do perigo a que ele estava expondo a igreja? Quantos católicos apoiaram essa farsa? Com certeza, uma minoria. Francisco não pode querer que a igreja católica seja à sua semelhança, não apoiando ladrões sem vergonhas. O tempo dirá o estrago que esse evento causou na igreja católica no Brasil e a seus fiéis. Francisco não está nem aí para isso. Infelizmente será um papa que passou, e não deixou grandes coisas para o rebanho. Sua ideologia morrerá com ele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *