Para ajudar a transição, Kassab vai nomear um general para  presidir os Correios

Resultado de imagem para kassab

Kassab já fechou o apoio do PSD ao governo Bolsonaro

Bruno Góes
O Globo

O ministro das Comunicações, Gilberto Kassab, decidiu substituir o atual presidente dos Correios , Carlos Fortner, pelo general Juarez Aparecido de Paula Cunha. A intenção é que o militar ajude na transição, além de ser uma aposta do ministro para continuar à frente da pasta. A informação foi publicada pelo jornal “O Estado de S. Paulo” e confirmada ao Globo pelo próprio Kassab.

— O general Juarez já está há vários meses nos Correios, foi diretor de Pesquisa e Ciência e, quando se aposentou, chamei para vir para o ministério.  Ele esteve nos conselho da Finep e também dos Correios. Definimos ontem (sexta-feira) e a mudança oficial deve acontecer nos próximos dias, provavelmente na segunda-feira.

PRIVATIZAÇÃO – Perguntado se o general tem alguma interlocução com o atual presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), Kassab disse não saber. Em entrevista concedida à TV Band, uma semana antes do segundo turno, Bolsonaro afirmou que há grande chance de seu governo privatizar os Correios.

— Os Correios têm grande chance de entrar (na privatização), porque o seu fundo de pensão foi simplesmente implodido pela administração petista. Hoje os Correios têm muitas reclamações — disse Bolsonaro.

Na mesma entrevista, Bolsonaro avisou que sua equipe dividiria as estatais de acordo com suas características para então definir o futuro delas.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGKassab é camaleônico e já está se aproximando de Bolsonaro  desde o primeiro turno, “costeando o alambrado”, como dizia Leonel Brizola. O ainda ministro já se colocou contra a privatização da Telebras, porque soube que esta é a posição dos militares. Apenas isso. (C.N.)

13 thoughts on “Para ajudar a transição, Kassab vai nomear um general para  presidir os Correios

  1. Acredito que o Bolsonaro amarrou o seu governo no Moro. Que vai ter um forte aparato policial e judicial para averiguar ações dos ministros. Literalmente a tropa de choque é forte e creio que até meliantes vão segurar a onda.

  2. Este é outro vigarista que necessita habitar, por bom tempo, a cadeia. E irá para ela, em breve.
    E tudo está na cara, na cara dele.
    Ora, nomear alguém para ajudar na transição!
    Na verdade, está fincando uma coluna para se apoiar. Se o indicado aceitar, deve ser gente do mesmo nível do indicador.
    Alguém sério aceitaria ser indicado pelo Kassab?
    Fallavena

  3. Aproveitador notório.
    Mau caráter. Nomeia no final da gestão, um general, para tentar ficar bem com o novo governo.
    Vai se dar mal, pois o Bolsonaro conhece este tipo de político aproveitador.

  4. Infelizmente ao que parece Bolsonaro não vai privatizar a pior estatal do mundo.

    Neste caso sou obrigado a me opor ao seu governo, pois os Correios é tudo de ruim: Imprudutivo, lento, ignora seus clientes, caríssimo e ainda sequestra suas encomendas vindas do exterior (R$ 15,00) ou seja 1 LIXO!

    Fora Bolsonaro!

    PS:Brincadeira Carlos Newton

  5. Outro dia falei sobre o Coronel Botto. Entre outras, criou: SEDEX, Rede Postal Noturna, Escola de Administração Postal, entre tantos feitos. Foi presidente dos Correios 12 anos. Também foi Presidente da União Postal Universal. Os Correios é uma Empresa que sobrevive por ela mesma. E seus valorosos funcionários. Fomos sucateados pela corrupção que passou. Agora quando um General para levantar nossa Empresa, querem privatizar. Acreditamos que teremos um voto de confiança. E retornaremos a ser a grande Empresa de unificação deste País. Estamos em todos os municípios do nosso Brasil.

    Nota: Treze é o time da minha cidade e Guga é Galera unida do Galo.

  6. os correios, por administrações fraudulentas e irresponsáveis, ficou fora do mundo do trabalho.
    aquela que foi a mais bem avaliada empresa durante décadas, caiu em descredito após os 4 mandatos petistas: Lulla, Dilma e Temer.
    Hoje tem carência de servidores, serviços ridículos, custos elevados e está ficando sem razões para existir.
    precisa ser repensada, reorganizada sob uma direção competente e inteligente.
    Deveria assumir a tarefa e oferecer internet banda larga ou até mais.
    O que sobrou de trabalho precisa manter.
    Fallavena

  7. É duro você ver um colega seu -Carteiro Motorizado, preparando, classificando todas as correspondências para entrega e chega o horário de entrega e não tem carro disponível. Alguns comentaristas visitem os Correios – vocês são bem vindos na nossa Empresa, vocês terão e vão ver pessoalmente o sucateamento da nossa Empresa. Terão outra opinião. Estamos trabalhando. Estou pagando durante 23 anos o Postalis R$ 800,00 Todo mês. E alguns ainda querem que a corrupção continue. Fico abismado que muitos funcionários dos Correios votaram na continuação da corrupção. O General vai revisar estes roubos. Auditar. Depois privatizem, se assim acharem.

  8. Falavenna você é uma pessoa que tem conteúdo.
    Eu votei seis ou mais vezes em Lula e Cia.
    Não tenho viés ideológico desde quando entrei em uma Universidade Federal, início de 80. Nunca me apeguei a moda. Sempre tentei ser um cidadão cumpridor da constituição e a ela me atenho.
    Votei com muito bom gosto numa possível início de uma corrupção, digamos começando do zero. A anterior já tinha batido o motor 200 km/h (mensalão) acelerou com óleo diesel (Petrolao) a um velocidade estonteante. Se o novo Governo começar a rodar a mão, estaremos de olho mais aberto. Em um ou dois até quatro mudamos novamente.
    Bolsonaro vai dar um show. Se não der tiramos.

  9. O danosa gestão cleptocrata do PT e seus políticos satélites destruíram o Brasil. O Correios é um claro exemplo, teve seu fundo de pensão assaltado, virou cabide de empregos, como prestador de um serviço primoroso que era se transformou num caos e possivelmente a única empresa no mundo que detêm monopólio de uma atividade e conseguiu falir. Realmente PT e asseclas NUNCA MAIS !!!

  10. Kassab faz o jogo que sabe. Sem trocadilho. Passou sua gestão inteira ocupado jogando o xadrez das nomeações, com o beneplácito de Temer. O gen presidente da empresa já estava em posição estratégica há mais tempo no cargo de presidente do seu conselho administrativo e deve ter informações preciosas sobre a verdadeira situação dos correios. Sintomático é o ministro defender a não privatização da Telebras, na prática uma empresa dependente e deficitária e rifar os correios que durante anos pagaram vultosos dividendos ao tesouro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *