Para aliviar a tensão,  Bolsonaro propõe ‘pacto de entendimento’ entre os Poderes

O presidente Jair Bolsonaro ao receber os convidados para um café da manhã no Palácio da Alvorada Foto: Marcos Corrêa/PR

Bolsonaro ofereceu o café da manhã para tentar passar a borracha

Jussara Soares
O Globo

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni , afirmou nesta terça-feira que será assinado um “pacto de entendimento e metas” entre os Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário para projetos prioritários e a retomada do crescimento do país. O documento deverá ser formalizado em um ato no Palácio do Planalto no início de junho. A minuta do texto foi apresentada hoje, em um café da manhã no Palácio da Alvorada. O encontro reuniu o presidente Jair Bolsonaro e os presidentes do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP).

—  O Brasil precisa, nós temos reafirmado isso, ter harmonia e entendimento entre todos os Poderes de representação da sociedade brasileira.  Da reunião de hoje se consolida a ideia de que se formalize um pacto de entendimento e algumas metas de interesse da sociedade brasileira a favor da retomada do crescimento – disse o chefe da Casa Civil.

GUEDES E HELENO – Também participaram do encontro os ministros da Economia, Paulo Guedes, e do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno. Com exceção de Onyx, todos saíram sem dar declarações à imprensa.

A ideia inicial do texto foi apresentada pelo presidente do STF, Dias Toffoli, em outubro do ano passado. Segundo Onyx, a Casa Civil ficou responsável por fazer uma síntese do pacto e discuti-la com os presidentes da República, da Câmara e do Senado. Sem dar detalhes da proposta, Onyx afirmou que a reforma da Previdência é uma das metas do acordo.

Segundo ele, o documento foi “praticamente validado por todos” e agora passará por ajustes finais.

UM CAMINHO — “Estão todos preocupados e todos querem construir um caminho onde o Brasil, como a gente sempre diz, possa passar o portal do equilíbrio fiscal e aí ir para o caminho da prosperidade que é o que todos nós desejamos. O esforço de todos é no sentido de ver o Brasil daqui a um ano por exemplo ser visto pelo mundo todo como um pais que cresce, se desenvolve, gera emprego e melhor condição de vida para a nossa população “— disse Onyx.

Após os atos pró-governo, Bolsonaro, por meio do porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros, pontuou que “a voz das ruas não pode ser ignorada” e que é preciso um pacto entre os Poderes para o país avançar.

No domingo, foram defendidas pautas nas ruas como a reforma da Previdência e o pacote anticrime do ministro Sergio Moro (Justiça), mas também houve críticas a parlamentares do centrão e ao presidente da Câmara.

LÍDERES VÃO OPINAR – Rodrigo Maia disse que irá levar o texto aos líderes da Câmara e só assinará o documento se a maioria desses parlamentares concordarem com o “pacto”.

— O presidente Toffoli já tinha proposto esse pacto há dois meses. Agora se consolidou o texto, está bem organizado, simples, objetivo. Vou levar aos líderes para que os líderes leiam e deem o de acordo para que eu possa, no dia 10, assinar. Mas eu preciso respaldar minha decisão ouvindo os líderes e tendo, pelo menos, a maioria dos líderes para assinar esse documento em nome da Câmara — disse Maia, após se reunir com o

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Como peça teatral, funcionou perfeitamente e ninguém ficará sabendo o que Bolsonaro teve de ouvir de Rodrigo Maia, Dias Toffoli e Davi Alcolumbre, os principais alvos da manifestação, junto com Gilmar Mendes, é claro, que ganha qualquer um em matéria de rejeição popular. Qual ao tal pacto, na verdade, não terá o menor impacto. É uma tremenda conversa fiada, que disfarça bem na ficção, mas não funciona na realidade. Podem apostar. (C.N.)

12 thoughts on “Para aliviar a tensão,  Bolsonaro propõe ‘pacto de entendimento’ entre os Poderes

  1. Ao invés de um café da manhã, deveria ter sido servido uma porção de óleo de peroba, reforçada, para essa cambada descarada.

    Essas figuras, em sua grande maioria, só pensa no venha nós.

    Vade retro………

    • AndréBR,

      Assisti a primeira série que me indicaste na Netflix.

      Verdadeiramente surpreendente.
      Aconselho quem quiser assistir um documentário extremamente bem feito e utilíssimo, eis uma bela sugestão.

      Valeu.
      Obrigado.
      Abraço.
      Saúde.

  2. 1)https://www.brasil247.com/pt/247/nordeste/394840/Perdemos-a-batalha-pol%C3%ADtica-da-classe-m%C3%A9dia-diz-Dino-que-pede-%E2%80%98amplitude%E2%80%99.htm

    2) A esquerda eleitoral perdeu. Concordo com o governador Dino.

    3) A esquerda autêntica, democrática, vai ficar engatinhando.

  3. Estão todos com medo do poder do povo nas ruas. Pensaram que Bolsonaro não tinha mais força mas se enganaram.

    Aliás acho que até Bolsonaro ficou com medo porque, como vimos, o povo quer reformas, mas focou subentendido que essas reformas não são necessariamente “reformas com Bolsonaro”…

  4. Caro Jad Bal Ja,
    Nem precisava estar embaixo da mesa, essa conversa mole destes ladrões (todos na lava jato e lava toga) só pode ter sido uma. Com margem de erro ZERO!!
    Quem estiver em Plutão, sabe exatamente o teor da conversa destes CRÁPULAS!!
    Simples assim.
    Atenciosamente.

  5. Durante a campanha o candidato tem o dever de apresentar seu projeto ou metas de governo. Bolsonaro, já cumpriu 90% de sua proposta de governo: armar o cidadão para se defender dos bandidos.
    Um presidente que quer levar o país ao desenvolvimento e atender os mais pobres e miseráveis, na primeira semana de governo se reúne com os presidentes das duas casas: Câmara, senado e os principais líderes dos partidos, apresenta sua proposta ou metas de governo para discussão, havendo entendimento, a gestão do executivo irá fluir bem.
    Depois dos confrontos do executivo, legislativo e judiciário, depois de várias vezes ter que voltar atrás no que pretendia fazer, marca esse “pacto” com cinco meses de atraso.
    Essa meta que o governo está apresentando, durante o café da manhã, deve ter sido feito pelo Paulo Guedes.
    Espero que essa meta seja levada ao conhecimento do povo brasileiro e não fique apenas entre eles. O povo tem o direito de saber.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *