Para evitar panelaço, último discurso de Dilma será nas redes sociais

Brazil's President Dilma Rousseff reacts during a meeting with jurists defending her against impeachment at the Planalto Palace in Brasilia, Brazil December 7, 2015. REUTERS/Ueslei Marcelino ORG XMIT: BSB02

Visivelmente abatida, Dilma gravou o discurso no Alvorada

Aguirre Talento, Gustavo Uribe e Marina Dias
Folha

No que pode ser seu último pronunciamento no cargo, a presidente Dilma Rousseff gravou na tarde desta quarta-feira (11) um discurso à nação. A intenção é reforçar o tom do Palácio do Planalto de que o impeachment é um “golpe” e de que o governo ainda tem expectativa de reverter a decisão na análise final processo de afastamento. Para a gravação, veículos da EBC (Empresa Brasil de Comunicação), ligada à Secretaria de Comunicação Social, chegaram de manhã ao Palácio da Alvorada, onde a presidente deve passar o dia.

A ideia é que a gravação seja divulgada nas redes sociais, já que há o receio de que a convocação de cadeia nacional de rádio e TV possa trazer implicações jurídicas.

A equipe presidencial avalia se o melhor é publicar o vídeo na noite desta quarta ou na manhã de quinta-feira (12), antes da petista ser notificada da eventual decisão do Senado de afastá-la do cargo.

TEMER FICA QUIETO

O vice-presidente Michel Temer também evitará a cadeia nacional para fazer um pronunciamento caso assuma interinamente o cargo. A intenção é fazer um discurso a veículos de imprensa na quinta-feira (12). Segundo aliados do peemedebista, como estará no cargo interinamente, ele quer evitar um gesto que seja interpretado como desrespeito à posição da petista, que, embora afastada, ainda estará na condição de presidente até a análise final do processo.

No discurso que está sendo preparado, o vice-presidente pretende ressaltar que a situação econômica do país é crítica e que a solução diante do quadro atual não será imediata.

O tom realista tem como objetivo passar a ideia de que Temer assume uma máquina pública com dificuldades financeiras, reforçando o apelo por unidade do país em torno da aprovação de medidas no Congresso para recuperar a economia nacional, blindando a nova administração de eventuais cobranças nos primeiros meses de gestão interina.

Nas palavras de um aliado do peemedebista, a ideia é pontuar as dificuldades enfrentadas pelo país, que passa por um agravamento do quadro fiscal e pelo aumento da dívida pública, e “revelar a situação nacional sem propaganda”.

7 thoughts on “Para evitar panelaço, último discurso de Dilma será nas redes sociais

  1. Por falar em panelaço Sr. Newton, veja que interessante, um dos lideres da Patrulhinha Franco-Tucanica-Suiça, e seus amiguinhos de impitiz. atolados em corrupção, aliás, os três foram prefeitos de São Paulo…..
    Sr. Newton, o Vampiro da Móoca está em todas….
    Quero ver quando abrir a caixa-preta do Metrô, Rodoanel, Sabesp, Precatório, Rio Tietê, e agora o Roubo das Merendas, vai sair francês pelo ladrão……
    No Estado do Capo cardoso.

    http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,stf-recebe-investigacao-que-envolve-serra–kassab-e-marta,10000050256

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *