Para limpar sua imagem, Gilmar Mendes critica espionagem de Fachin pela Abin

Resultado de imagem para gilmar ferreira mendes biografia

Gilmar até parece estar criticando Temer

Deu no Estadão

Após a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, o ministro Gilmar Mendes, do STF e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), criticou neste domingo, dia 11, a possibilidade de a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) ter investigado o ministro Edson Fachin, do Supremo. “A tentativa de intimidação de qualquer membro do Judiciário, seja por parte de órgãos do governo, seja por parte do Ministério Público ou da Polícia Federal, é lamentável e deve ser veementemente combatida”, disse o ministro Gilmar Mendes, por meio de nota.

O suposto uso da Abin por Temer é tema de reportagem da revista Veja publicada neste fim de semana. Segundo a publicação, o ministro do Supremo Edson Fachin – relator do inquérito contra o presidente Michel Temer – estaria sendo monitorado pela Abin a pedido do Palácio do Planalto. A ação teria como objetivo buscar fragilidades que poderiam colocar em xeque a atuação do ministro

DEVASSA ILEGAL – Começando pela presidente do STF, no sábado (10), as reações foram fortes à mera possibilidade de isso ter acontecido. Cármen Lúcia condenou a suposta “devassa ilegal” da vida do ministro e disse que isso, se confirmado, seria “prática própria de ditaduras”. Menos de 3 horas depois, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, criticou “práticas de um Estado de exceção”.

“É inadmissível a prática de gravíssimo crime contra o Supremo Tribunal Federal, contra a Democracia e contra as liberdades, se confirmada informação de devassa ilegal da vida de um de seus integrantes”, disse Cármen Lúcia. Segundo ela, se comprovada a prática, em qualquer tempo, “as consequências jurídicas, políticas e institucionais terão a intensidade do gravame cometido, como determinado pelo direito”

Até o momento, ainda não foi confirmado se já foi aberto algum procedimento de investigação sobre a suposta “devassa ilegal”, nas palavras da ministra do Supremo.

MINISTRO NEGA – O ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Sergio Etchegoyen, negou que a Abin tenha monitorado o ministro do Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin. “Tenho certeza de que isso não aconteceu. Confio na Abin, nos profissionais da Abin e eles têm dado reiteradas mostras de seu profissionalismo”, afirmou Etchegoyen ao jornal “O Estado de S. Paulo”.

A agência é subordinada ao gabinete do general. O Palácio do Planalto emitiu na noite de sexta-feira nota à imprensa negando a versão da publicação. Etchegoyen telefonou para a presidente do Supremo, Cármen Lúcia, para negar o teor da reportagem. “Eu não me prestaria a isso”. Para Etchegoyen, a Abin “não iria bisbilhotar ninguém”.

ATAQUE E DEFESA – Relator da Operação Lava Jato no Supremo, o ministro Edson Fachin tem recebido ataques que partem do Planalto e do Congresso. A “tropa de choque” do governo na Câmara quer cobrar explicações de Fachin sobre a relação dele com o Ricardo Saud, executivo da JBS e um dos delatores do Grupo J&F. Os deputados apontam que Fachin teria sido ajudado pelo delator no período em que estava se preparando para a sabatina no Senado para referendar a indicação ao Supremo.

Por outro lado, o deputado federal Alessandro Molon (Rede-RJ), opositor ao governo, informou na noite do sábado (10) que já começa a articular com parlamentares a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar suposto uso da Abin pelo presidente Michel Temer.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
No Supremo, todos sabem que Gilmar Pilatos Mendes despreza solenemente a dignidade, a seriedade e a sobriedade Edson Fachin. Ao divulgar essa nota, o Pilatos de Diamantino tenta apenas limpar a própria imagem, que está enlameada por sua atuação no TSE e dificilmente terá recuperação, não importa como ele passe a proceder, daqui para a frente. (C.N.)

12 thoughts on “Para limpar sua imagem, Gilmar Mendes critica espionagem de Fachin pela Abin

    • Gessé,

      O artigo diz que Temer pediu que a ministra Grace Mendonça requisitasse ao Supremo uma cópia da gravação de Joesley Batista, à qual ele tinha direito de ter acesso, apenas isso. Não pediu que a AGU o defendesse. Há uma diferença enorme.

      Abs.

      CN

  1. É só pesquisar a história de Diamantino, terra natal do clã mendes, e tudo fica claríssimo. Inclusive a famosa frase de Joaquim Barbosa: “Quando vossa excelência se dirige a mim, não está falando com os seus capangas no Mato Grosso”.

  2. Claro que é jogo de cena, o país demorou a conhecer Gilmar Mendes (FHC). Até a boca de caçapa é parecida com o criador. PT, PSDB, PMDB são corja da mesma organização criminosa, apenas jogam para a platéia.

  3. NR perfeita, como dizia minha avó, “pau que nasce torto, não indireita”, O estupro e vilipendio a Justiça, já está feita, ficará na história. Os outros 3 cumplices, que compartilçha, do estupro, para o Cidadão de Bem, não merecem o menor respeito, pois essa quadrilha, não o respeitou.
    O sistema dos ytribunais chamdos superiores, tem que mudar, para dignificar a Justiça, o stf, com seus sinistros, que dão com suas sentenças contraria as Leis, ao clamor da Cidadania, envergonham o Brasil perante o Mundo.

  4. Ė inocência ate ignorância acreditarmos que tribunais de justiça neste pais existam para garantir a ordem e os direitos da sociedade , pelo contrário , existem somente para tutelar um estado delinquente e usurpador no qual os mesmos fazem parte . ” Manipulam e interpretam leis de formas escusas e veladas conforme o interesses de seus comparsas , como vem sendo revelado .

  5. Ponto para o Estadão. Ponto para a sintética e esclarecedora nota do Moderador. Ponto para os leitores que opinaram até agora nesta página.

    Em separado, gostei, demais, do comentado pelo Vicente Quinane.,fotografando o exato instante em que vive, trôpego, como um morto-vivo, o poder judiciário do Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *