Para retomar o desenvolvimento, Temer precisa de estabilidade e confiança

Charge do Duke, reproduzida de O Tempo

Flávio José Bortolotto

A dívida pública/PIB, (juros e amortização), será reduzida com crescimento econômico. O governo de Michel Temer (75 anos), do PMDB, e especialmente seu ministro da Fazenda Henrique Meirelles (70 anos), do PSD, sabem que o maior erro político/econômico da presidenta Dilma (68 anos), do PT, foi seu voluntarismo intervencionista, quase sempre sem ouvir os agentes econômicos, que criou uma instabilidade que desestimulou o investimento e a confiança, principais agentes do crescimento. O novo governo deverá, portanto, fazer “tudo ao contrário” para criar estabilidade e confiança. E assim o fará.

O ministro da Fazenda Meirelles sabe mais do que ninguém que primeiro é preciso sair rapidamente da recessão/desemprego, aumentando ainda mais o déficit/endividamento a curto prazo, para depois que estivermos crescendo sustentavelmente, via crescentes superávits primários, ir reduzindo a relação entre a dívida pública e o PIB.

JUROS ALTOS – Nossa taxa básica Selic é alta, sobretudo devido à inflação elevada, bem acima da meta de 4,5% ao ano. Hoje estamos com inflação de cerca de 9%, mas com viés de baixa.

Então, à medida que a inflação for baixando e a confiança voltando, a Selic também cairá bastante, talvez ao nível que “artificialmente” a presidenta Dilma levou em 2012, de inflação mais 2% ao ano, só que agora essa meta pode ser atingida de forma natural e sustentável.

E como sempre nos lembra o grande jornalista Pedro do Coutto, cada 1% de Selic a menos representa economia de cerca de R$ 35 bilhões/ano, o que equivale à arrecadação anual de uma CPMF.

GRANDE POTENCIAL – Nossa economia, jovem e subcapitalizada (renda per capita de US$ 10 mil) tem grande potencial de crescimento. No mínimo 1,5% de crescimento anual da força de trabalho, acrescido de 2% de produtividade, o que dá 3,5% ao ano, sem contar que estamos partindo “do fundo do poço”, e sem levar em conta os efeitos dos multiplicadores.

O potencial de talento e trabalho de nossos 205 milhões de habitantes é enorme, e no momento está tremendamente sub-utilizado. A partir do momento que se comece a se utilizar essa reserva, humana e de capacidade instalada, via investimentos, enfim teremos capacidade de ir gradativamente pagando juros/amortização para diminuir a relação entre a dívida pública e o PIB.

10 thoughts on “Para retomar o desenvolvimento, Temer precisa de estabilidade e confiança

  1. ” O Brasil tem um enorme potencial, já imaginaram se os 70 milhões de miseráveis tornarem-se milionários ” ….
    Quem vive de esperança, normalmente morre magrinho, magrinho” …. Ambas do Millôr.

  2. Ótimo artigo.

    O Brasil só recuperará a capacidade de crescer a 3,5% ou 4,0% depois de conseguir estabilizar a dívida pública. O que, como o próprio Meirelles falou, não se dará em menos de cinco ou dez anos de muito esforço fiscal.

    Nesse meio tempo, se crescermos de 1,0% a 2,0%, daqui a uns dois ou três anos, já será um grande feito.

    O estrago que Lula – em seu segundo mandato – e Dilma fizeram na economia, precisará de um freio de arrumação que não durará menos de cinco anos. Já tínhamos dito isso aqui na TI, Meirelles só veio confirmar.

    Concordo que temos potencial humano, caro Bortolotto, mas, temos que desenvolvê-lo primeiro. E isso também demandará tempo e esforço.

    Ou o Brasil encara desde já sua situação e enfrenta a superação de seus limites, ou entrega de vez os pontos e aceita se manter no rol das nações de terceira categoria.

    É a hora da verdade, caro amigo.

  3. PIB PER CAPITA BRASILEIRO
    ……2012………2013………..2014…………..2015
    R$24.120,62…R$26.444,63…R$27.229,00…R$28.876,00
    US$11.794,92..US$11.214,86.US$10.240,32..US$7.298,74

  4. Caro Sr. Flávio José Bortolotto,
    Ao seu bom e informativo artigo , eu peço licença para acrescentar uma notícia publicada no Estadão a qual, no meu entender , é positiva , primeiro porque , mesmo que tenha que enfrentar panelaços petistas , Temer sabe que “quem não se comunica se trumbica”. Segundo porque o ladino Delfim diz o óbvio ululante. Que a política , como a vida, é a arte do possível.Oremos!
    —————————————————————–
    Amanhã, na TV, Temer mapeia a economia do País

    Por Sonia Racy

    15/06/2016

    Se ao assumir a presidência interina Temer achou melhor não falar em cadeia nacional, nesta quinta-feira ele finalmente o fará. O presidente interino vai apresentar à Nação um balanço do que já foi feito na sua curta gestão (comemorará a grande queda do risco Brasil, sinalizando a retomada da confiança) e mapeará a situação econômica do País.

    A gravação da fala será feita à tarde, horas antes do pronunciamento, e incluirá explicações da proposta de emenda constitucional a ser entregue hoje ao Congresso.

    Sobre essa PEC, que pode vir a ser a maior reforma dos gastos federais desde a Constituinte, Delfim Netto é sucinto:

    “O Executivo precisa do apoio do Legislativo para ter êxito. E por isso, o governo hoje é constituído por quem tem votos para colocar à disposição do projeto”.

    “Gênios”, emenda Delfim com certa ironia, “só em nível técnico”. Repetindo que, no quadro atual, só a política pode salvar a economia.
    ————————————————–
    Abraço

  5. SENADO DIVIDIDO ENTRE GOLPISMO E LEGALIDADE

    As contas não fecham no Senado, aliados do interino Michel Temer buscam 2/3 de senadores para mantê-lo no cargo e contrários ainda não podem celebrar quantia menor de 1/3 pelo torno da presidente Dilma Rousseff. O quadro é instável a tal ponto que Temer emite sinais de fraqueza, enquanto se firma na consciência popular encarando as cúpulas do Congresso intolerantes e pervertidas (elas sim) que a afastaram. http://www.facebook.com/DilmaRousseff/videos/1139638212756435

    VEJAM ESSA – ‘Não podemos ter brasileiros brigando com brasileiros. Isso foge à tradição sentimental do nosso povo. Nosso povo sempre teve unidade muito grande’, afirmou Michel Temer, admitindo dividir palanque com a presidente legítima Dilma Rousseff na abertura das Olimpíadas. Se pensa em partilhar vaias o ‘Fora Temer’ será inevitável, aguardem pra ver. http://www.brasil247.com/pt/247/2016/238159/Temer-diz-que-n%C3%A3o-se-op%C3%B5e-a-Dilma-na-abertura-das-Ol%C3%ADmpadas.htm

    ESPERTEZA – Michel Temer afirma que por haver assumido em 12 de maio “já produziu efeitos positivos” na economia brasileira entre janeiro e março, pode? É mais uma prova do golpismo, se com Dilma Rousseff o país dava sinais de reação à crise as manchetes forçaram a barra. ‘O Executivo e o Legislativo estão trabalhando duro’, diz o temporário, outra desfaçatez quando sabemos que travaram governo golpeando o país. http://www.facebook.com/valmor.stedile/posts/1744829735733290

    NÓ DA QUESTÃO – Quem pediu ‘Fora Dilma’ fez péssimo negócio, mesmo que sem noção (os chamados analfabetos funcionais), conseguiram tirar a parte boa do governo mantendo a que não presta acrescida da banda podre que fazia oposição destrutiva. ‘Dilma não é corrupta, por isso será afastada do cargo. A maioria da população rejeita a corrupção, mas também rejeita a presidente que rejeita a corrupção’, analisa o jornal suíço. http://www.facebook.com/valmor.stedile/posts/1746317652251165

    Agora eclodem manchetes que desde a degola venho afirmando, não haverá saída pacífica ao país senão partindo de um ponto: As cúpulas golpistas do Congresso restituam o legítimo mandato de Dilma ou arquem com as consequências, que serão bem piores desse desenho de Temer. A Câmara dos Deputados produziu um lixo que o Senado recebeu com rótulo de impeachment, monstrengo sem pé nem cabeça. http://www.facebook.com/valmor.stedile/posts/1746328275583436

    ANTECIPAR eleições presidenciais agravam problema, ao contrário de resolver. As cúpulas que pregam isto sem cogitar as próprias renúncias são acovardadas, atuam culpando Dilma para livrar suas conivências ou responsabilidades diretas nas crises. http://www.facebook.com/valmor.stedile/posts/1747751875441076

    Que restaurem a Legalidade, nem que seja partindo do zero à esquerda. O lixo golpista produzido pela Câmara, que o Senado admitiu discutir como se fosse impeachment, precisa ser barrado. Os 12 senadores que ajudaram no afastamento da presidente Dilma devem sentir o abismo que essa cirurgia abre na democracia do país, só precisam ter coragem ou circunstância favorável para reconhecerem isso. Vamos ajudá-los! http://www.facebook.com/valmor.stedile/posts/1744947179054879

    HISTÓRIA NOS EIXOS – Não há caminho mais coerente e seguro senão repor nos trilhos da Legalidade os destinos do país, restabelecendo o mandato da presidente Dilma. Alguns senadores avaliam os fatos que vêm ocorrendo e as trágicas sinalizações emitidas pelo governo temporário de Michel Temer, considerando a hipótese de repensar seus votos. Na admissibilidade, o impeachment recebeu apoio de 55 senadores (apenas dois acima do que será necessário no juízo final). “O mérito é outro momento, estamos avaliando. Entendo que não há crime de responsabilidade por causa das pedaladas, mas a questão é mais pela governabilidade, pelo interesse nacional”, explica o senador Acir Gurgacz, admitindo que as circunstâncias podem modificar a decisão que adotou ao admitir o processo. Em entrevistas recentes, o senador Romário Faria (ex-craque da seleção brasileira de futebol) disse estar “pensando seriamente” na possibilidade de votar contra a cassação do mandato da presidente afastada, tanto que caiu fora da Comissão do Impeachment. http://www.facebook.com/photo.php?fbid=1744140879135509

    A presidente Dilma propôs ajuste com déficit primário de R$ 96 bilhões, mantendo programas e investimentos sociais para frear o desemprego e retomar o desenvolvimento. O Congresso negou e impôs o impeachment por meia dúzia de pedaladas fiscais (uma solicitada pela Justiça Militar). Agora Michel Temer apresenta ajuste que prevê déficit primário de R$ 170 bilhões, pedalando num saque de R$ 100 bilhões do BNDES e se propondo a torrar R$ 56 bilhões em aumento de salários para o Judiciário. Entenderam? Contra #GOLPE impeachment #urgente (com Kalmon Oliveira) http://www.facebook.com/photo.php?fbid=1744263699123227

    TEMERário – Goldfein antes atuou como economista-chefe do Itaú, maior banco privado do Brasil que é acusado de sonegar 18,7 bilhões em impostos, assessor do Banco Mundial e do FMI. https://panoramalivre.wordpress.com/2016/05/17/estrangeiro-vindo-de-israel-e-nomeado-presidente-do-banco-central-do-brasil

    O presidente do STF determinou a realização de perícias requeridas pela defesa e negada pela Comissão do Golpe. http://www.facebook.com/DilmaRousseff/videos/1138563869530536

  6. Variação das vendas do varejo ampliado, acompanhamento estatístico do IBGE que revela o que está ocorrendo com o nível de consumo, isto é, com a demanda, revela uma queda de 9,3% no acumulado em 2016 e de 9,7% no acumulado de doze meses.

    A continuidade da queda de consumo decorre do movimento de achatamento salarial, da retração do mercado de trabalho, da inércia inflacionária e da elevação da taxa de juros do sistema bancário.

    O movimento de queda no consumo, isto é, da demanda é um forte indicativo de que a economia continuará em trajetória de recessão.

  7. Os filhos do Marinho sapecaram o dunga-molusco, o famoso pseudo técnico que quando jogava somente dava ponta pés nos adversários.,
    Fritou o técnico no óleo Rimulla 30.
    A rede Globells demitiu o técnico da sua Selecinha For Sale.
    Na noite de domingo após o novo vexame (não conseguiu fazer um gol no Equador e Perú)., os jornalistas esportivos amestrados já davam a letra “temos de repensar o futebol brasileiro”.
    “Não dá mais”, é muito vexame”. novo vexame
    “Nunca na História deste Páis de Chuteiras fomos tão humilhados”.
    “Nhen nhen nhen nhen” como diria Don Capo de Paris, a proposito um dos que deixaram o futebol chegar a esse ponto.
    Mas os filhos bilionários do Marinho não tocaram num ponto crucial, que é o PRESIDENTE do seu téntaculo para assuntos de futebol DONA CBF.
    O ladrão Presidente da CBF-Globells del moro não pode ir na cidade de Puerto Iguazú, a poucos 15 quilômetros da outra cidade Brasileira Foz do Iguaçu, comprar uma jaqueta de couro pois será preso imediatamente pelos Homens de Preto do Bureau……
    Mas, para os filhos bilionários do Marinho isso é um cafezinho pequeno.
    Silêncio total lá pelos lados do Jardim Botânico, nem um piu contra o Presidente da Casa Bandida do Futebol
    È lá onde está todos os problemas do futebol brasileiro,, fora o Jardim Botânico no Rio onde fica a sede da emissora.
    E finalmente quem pagou o pato por todas as falcatruas, malvadezas, maracutaiais, corrupção foi o pobre do dunga-molusco……
    Bem feito.

    Je suis Cabral……

    PS. Por que os jornalistas amestrados não dizem ‘Temos de repensar a Rede Globells….”

    eh!eh!eh

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *