Parabéns, Rio

Dezenas de seguidores aplaudem os elogios à conquista do Rio 2016, e principalmente a foto colocada no blog. Alguns dizem “o senhor mudou de posição, estava contra”.

Não poderia ser contra a Copa 2014 nem à Olimpíada de 2016. Estava (e continuo mil por cento na mesma convicção) desconfiado com os que irão manipular tanto dinheiro.

O exemplo do Pan

Esse acontecimento não dá muito entusiasmo. Nada do que prometeram, se concretizou. O povão ficou sem nada, vão citar muitas coisas, nenhuma verdadeira. As promessas para 2016 são ainda mais exuberantes e até mirabolantes. O que sobrará para o povão?

Metrô do Cantagalo, metrô de Ipanema

O primeiro levou 16 anos para funcionar. O segundo, que deve ser inaugurado no início de dezembro, vai completar 22 anos. Começou em 1987 para ser entregue em 1990.

E quanto custou a mais a quarta reforma do Maracanã?

Fechou agora para voltar em 2012. Gastaram (e ganharam) fortunas, com as outras obras. O que fizeram? Transformaram “o maior do mundo” num estádio comum. Do recorde oficial de 183 mil pessoas, passou para 60 ou 70. A que preço?

A Barra isolada e abandonada

Não tem nem metrô, agora querem realizar toda a Olimpíada lá, desprezando o resto da cidade. Ainda bem que arquitetos começam a protestar, não admitem os jogos apenas na Barra.

Por tudo isso, quem acredita?

Os custos “estimados” serão super-super-elevados, como sempre. Assim, acredito nos jogos, desacredito nesses carreiristas-aventureiros-aproveitadores.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *