Parente desafia governo e exige reembolso à Petrobras se houver subsídio

O presidente da Petrobras, Pedro Parente (Foto: Reprodução/GloboNews)

Pedro Parente precisa ser demitido com urgência

Gerson Camarotti
G1 Brasília

O presidente da Petrobras, Pedro Parente, deixou claro durante um “call” (conferência por internet) com investidores que, se o governo quiser dar qualquer tipo de subsídio no preço do óleo diesel, terá que reembolsar a Petrobras e formalizar o procedimento por contrato. Segundo relatos obtidos pelo blog, Parente lembrou que há uma possibilidade jurídica para essa operação, via Lei das Estatais.

Ele tranquilizou investidores, afirmando que a redução no preço do diesel anunciada nesta quarta-feira (23) foi uma exceção e não deve ser repetida.

POR 15 DIAS – Diante da paralisação de caminhoneiros, que pedem uma diminuição no preço do combustível, a estatal anunciou uma redução de 10% nos valores do diesel nas refinarias, mas só por 15 dias.

Parente voltou a usar o argumento de que agiu no melhor interesse da empresa, até porque a greve já começava a impactar as operações da Petrobras. Tanto que, segundo Parente, foi uma decisão unânime da diretoria. Isso porque a estatal queria sair de uma posição defensiva junto à sociedade. Ele também voltou a dizer que não houve interferência política.

Parente ressaltou que não vai deixar o cargo por causa da situação envolvendo a pressão dos caminhoneiros pela diminuição no preço dos combustíveis.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Parente é um mau brasileiro. Deveria arrumar suas trouxas e deixar o país. Está pouco ligando para os interesses nacionais. Se deixarem ele vende a Petrobras ao primeiro estrangeiro que lhe oferecer uma nota de três dólares. (C.N.)

23 thoughts on “Parente desafia governo e exige reembolso à Petrobras se houver subsídio

  1. O senhor editor pede tanto que sejamos educados e tal…
    Me desculpe, estou de saco cheio desses canalhas que nos governam.
    Ufa, conseguir me segurar, evitando emitir um milhão de impropérios.
    Confesso que foi muito difícil.

    Me desculpe o momento…..

    • A PGR Raquel Dodge tem que ser responsabilizada pela greve dos caminhoneiros !!!

      Se ela tivesse feito a 3ª denúncia contra Temer lá atrás como deveria nada disso estaria acontecendo.

      Ela cometeu e comete crime de prevaricação !!!

  2. Ai, caro CN, como diria Monicelli, o cineasta italiano, ‘PARENTE É SERPENTE”. Sujeito insensível. Então acha que todos somos burros? Se o preço do combustível subiu violentamente, sem diminuir os tributos, então a arrecadação aumentou muito, logo, mesmo com diminuição de alíquota, não haveria perda de 12 bil, como alardeado pelo Marum, outro paquiderme. Foi o que ocorreu quando diminuiram o IPI dos carros, e a arrecadação do tributo aumentou. Além de impactar toda a economia, nossa gasoinia é uma b…Aluquei um carro em Portugal fiz 19,5 km/l, aqui faria 10 km/l com o mesmo carro.

  3. Este sujeito frio e maquiavélico, Pedro Parente, foi aquele que inventou o racionamento de energia elétrica no fim do desgoverno FHC.

    É mais um escravo do tal “mercado”.

    Dolarizou e maneja o preço dos combustíveis, com uma empresa mastodôntica, que detém um monopólio indecente, como se o Brasil estivesse sob seus pés.

    Qual a vantagem da existência desta porcaria, que entrega um combustível caríssimo e de péssima qualidade, distribuindo dividendos pelo mundo, de um lucro de origem indevida com base no suor do povo brasileiro?

    Fica fácil dar lucro numa empresa que pode aumentar seus preços a vontade, sem concorrentes.

    Além disso os impostos são absurdos, para sustentar governos canalhas sem nenhum compromisso com a população.

    No RJ temos uma alíquota pornográfica de ICMS, de 34% sobre toda a matriz energética.

    Não existe país que possa dar certo, com a carga de impostos que nos sufoca.

    Me enoja ver os “especialistas”, tipo GloboNews, falarem em prejuízos ao Brasil com a greve dos caminhoneiros, esquecendo a origem de tudo que vivemos, os políticos canalhas e seus governos sugadores de impostos.

    Temos que apoiar quem luta por menos injustiças, seja um Juiz ou um Caminhoneiro.

  4. Sabia que Gilmar Mendes era herança do crápula do FHC. Agora, tem este escroto do Pedro Lalau que entrega até a mãe para o estrangeiro. FHC vc conseguiu ser pior que Sarney.

  5. A perda para a Petrobrás com os 10% é de 300 milhões na arrecadação, ou seja, nem vai fazer cócegas. Governo de ratos, Marum, Parente, Angorá, só gente escrota e mal caráter. Só tem vagabundo no governo do vampiro.

  6. Este bandido se diz “o gestor”. Gerar lucro colocando preço abusivo de produto/serviço monopolizado é fácil! Quero ver GESTÃO DE VERDADE. Isto esta anta não sabe fazer, é igualzinho à cambada que está no poder.

    Não pensam em reduzir custos, enxugar esta máquina inchada pública, ou seja, só sabem tirar do povo.

    A bomba estourou, agora é tarde! Pra cima destes pilantras todos!!!!

  7. Que vendam a Petrobras e acabe com os benefícios que a empresa tem. Precisamos de empresas privadas eficientes. Chega de Petrossauro para empregar parentes de cartolas.

  8. O petróleo é nosso, mas temos que pagar 9 reais para usá-lo….. GOVERNO FAKE de ACORDOS FAKE e de FAKE NEWS!

    A estratégia de marketing de inventar este acordo foi um grande tiro no pé, quiça, uma estaca no peito do drácula! Acabou para este bandido! Vice de BANDILMA, BANDIDO É!!!

  9. O único objetivo deste presidente da Petrobrás é entregar a empresa ao capital Internacional, não criaram nada, mas estão vendendo tudo que Getúlio. Vargas criou, são verdadeiros mercenários e entreguistas do Brasil.

  10. Esse episódio é muito instrutivo. Mostra bem o perigo de se cair naquela já velha cantilena da “independência do Banco Central”, que já goza de autonomia operacional. Ocorre que o BC regula, controla e fiscaliza todo o sistema bancário brasileiro.

    Inclusive, e principalmente, vejam só, o BNDES, aquele mesmo, que fez jorrar dinheiro público a juros de compadre para as empreiteiras “campeãs nacionais” brasileiras executarem obras no exterior, Cuba, Venezuela, Angola, Moçambique, etc.

    São 15 países no total, os citados deram calote (2,5 bilhões de dólares) ou estão com pagamento em atraso sem prazo definido para salda-los.

    As obras, em geral, foram superestimadas em seu aproveitamento, são deficitárias pelo custo de manutenção e fracassos como empreendimento.Por exemplo: o aeroporto de Nacala, segundo maior em Moçambique, é um elefante branco, fantasmagórico, tem capacidade para 500 mil passageiros por ano e movimenta apenas 20 mil, dois voos comerciais e dois privados, da mineradora brasileira Vale, por semana. O porto de Mariel em Cuba opera apenas com 50% da sua capacidade, por uma empresa de Cingapura e favorece a exportação de commodities para a ilha pelos estados do sul dos EUA, nossos principais concorrentes nesse mercado.

    • P. S. – Isso tudo apesar de vários pareceres do corpo técnico da instituição questionando essas operações, é preciso que se diga.

    • Faltou dizer o mais importante:

      Imagina se, mais do que essa “independência” que Pedro Parente pretende se autoatribuir na definição da política de preços na Petrobrás, a empresa vier a ser totalmente privatizada…
      Como vão ficar os preços dos combustíveis no Brasil, do ponto de vista dos interesses dos consumidores brasileiros?

  11. Esta situação lastimável não será resolvida em mesa de bar.
    Temer, ‘no Chacrinha’, já levou o abacaxi.

    IAGORA ?

    Tem café, içá e farinha pra todo mundo aguentar o tranco?
    Só espero que não tenha volta, que as urnas eletrônicas sejam vencidas…
    Que mais do mesmo é muito pior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *