Parte da estratégia de defesa de Flávio, foro privilegiado já foi alvo de várias críticas do clã Bolsonaro

Os “novos tempos” mudaram o tom dos discursos da Família Bolsonaro

Deu na Folha

A prerrogativa de foro privilegiado, que agora faz parte da estratégia de defesa do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) no inquérito que apura suposto esquema de “rachadinha” em seu gabinete quando era deputado estadual no Rio,  já foi criticada tanto por Jair Bolsonaro quanto por seus três filhos políticos, Flávio, Carlos e Eduardo.  

“Eu não quero essa porcaria de foro privilegiado”, disse Jair Bolsonaro em vídeo gravado em 2017. O vídeo foi publicado por Eduardo Bolsonaro, mas quem apareceu ao lado de Jair Bolsonaro foi o filho mais velho, Flávio, que ao longo da cena se manteve em silêncio, apenas sorrindo e assentindo.

PRERROGATIVA – No vídeo de 2017, o atual presidente diz ainda que seus colegas de Câmara tentariam a reeleição apenas para manter a prerrogativa. “Dos 513 deputados, 450 vão ser reeleitos – porque eles têm que ser reeleitos, para continuar com o foro privilegiado”, afirma.

Também em publicação de 2017, mas desta vez pelo Twitter, Flávio Bolsonaro criticou intenção de alteração na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do foro privilegiado que ampliaria o benefício para ex-presidentes, atingindo assim o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Na época, Lula ainda não havia sido preso pela Operação Lava Jato e era o principal candidato do PT para concorrer na corrida presidencial de 2018.

Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), terceiro filho do presidente, também já advogou contra a medida pelas redes sociais. “Sou pelo fim do foro privilegiado”, declarou em publicação de 2017 no Twitter.

PRIMEIRA INSTÂNCIA – Já em 2018, o deputado também aplaudiu quando um pedido foi protocolado para que Geraldo Alckmin, como ex-governador de São Paulo, passasse a responder a inquérito em primeira instância.

Foi também pelo Twitter que Carlos Bolsonaro (Republicanos ), em 2018, comentou uma reportagem que anunciava a pré-candidatura de Rodrigo Maia à presidência. “Esse ai só está usando a mídia para ficar sendo lembrando até onde puder e ter mais chances de ser eleito deputado federal para exclusivamente continuar com foro privilegiado! Por que será?”, afirmou.

Agora, com a decisão desta quinta da Justiça do Rio, a investigação contra o filho mais velho do presidente, senador Flávio Bolsonaro, vai para a segunda instância. Ou seja, Flávio passa a ter direito ao foro privilegiado, em resposta a pedido de seus advogados.

9 thoughts on “Parte da estratégia de defesa de Flávio, foro privilegiado já foi alvo de várias críticas do clã Bolsonaro

  1. O Clã Bolsonaro deveria receber Status de Enclave dentro do território nacional: viver aqui, mas imune às leis punitivas da nossa legislação.
    Assim, a Prole Supradivina se equipararia a Lesoto e Vaticano; incrustados na África do Sul e Itália respectivamente.

  2. A TERCEIRA VIA DE VERDADE, com Democracia Direta e Meritocracia, está na área, de olho no lance, com o Bicho pronto para pegar de jeito, na reta, as famigeradas direita, esquerda e centro. BASTA DE 171, de direita, de esquerda e de centro. Chega de fake news, charlatões, charlatãs, mentiras e enganações. O fato é que a democracia indireta, representativa, da elite delinquente que domina o Brasil há 520 anos, não é democracia coisa nenhuma (como as ruas comprovaram, diretamente, em Junho de 2013), mas é, isto sim, plutocracia putrefata com jeitão de cleptocracia e ares fétidos de bandidocracia. E essa “estória” de “diretas já”, advogada pelos me$mo$ de sempre, em defesa da democracia dele$, fede a mais 171 eleitoral já em curso, que visa apenas o continuísmo da mesmice do sistema apodrecido dele$, que ai está há 130 anos, forjado e protagonizado pelo militarismo e o partidarismo, politiqueiro$, e seus tentáculos, velhaco$, com a mídia mercenária a bordo, dos quais somos todos vítimas, reféns, súditos e escravos, ainda que fantasiados de cidadãos e cidadãs. Portanto, Democracia Direta Nele$, Já, com Meritocracia, a Democracia de verdade, é a única arma que temos contra o continuísmo da mesmice dele$ e seus truques, confusões mentais no imaginários da população e manobras diversionistas. Basta de fake news, mentiras e enganações. Ademais, de nada adianta, nada muda e nada resolve, rezar e orar para Deus, pedir a paz, e, paradoxalmente, continuar apoiando golpes ou votando nos senhores e senhoras da guerra tribal, primitiva, permanente e insana, por dinheiro, poder, vantagens e privilégios, sem limite$, à moda todos os bônus para ele$, que vivem se refestelando no erário, e o resto que se dane com os ônus. https://www.brasil247.com/midia/folha-lanca-campanha-pela-democracia-apos-apoiar-o-golpe-contra-dilma

  3. Senadores só podem ser processados pela PGR e STF, conforme estabelecido no regramento jurídico atual. Essa regra é para evitar o que está acontecendo atualmente com o senador Flávio, que vem sendo vítima de perseguição da justiça regional (gangue do guardanapo, do Cabral). A regra é para todos. Que se acabe com o Foro privilegiado, então. O que não pode é fazer valer a lei em benefício dos diletos e em detrimento dos desafetos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *