Paulinho da Força (Sindical) só abre a boca para dizer bobagens

Humberto de Luna Freire Filho

O deputado Paulo Pereira da Silva, o tal Paulinho da Força (PDT-SP), acaba de mostrar quantos neurônios tem, ao pronunciar a seguinte frase: “Não dá para aceitar que a imprensa fique derrubando ministro de 15 em 15 dias”. Uma frase histórica, digna de placas a serem fixadas na CUT e na Câmara.

Nobre deputado, quem derruba ministro não é a imprensa, não lhe informaram isso? Eles estão caindo porque são ladrões do erário e foram denunciados por uma imprensa não comprometida com esse governo corrupto.

E mais, um rato decapitado a cada 15 dias é pouco. Se o Judiciário fosse independente, se o Legislativo não tivesse sido comprado e o Executivo perdesse a chave do cofre, todo o governo seria derrubado em um só dia. E as quadrilhas (inclusive a sua), eufemisticamente chamadas de partidos políticos, seriam imediatamente extintas para o bem do Brasil e em respeito ao cidadão.

(Texto enviado pelo comentarista Mario Assis,
extraído do Estadão)

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *