Pensava-se que Collor havia mudado, mas ainda é o mesmo corrupto de sempre

nf1-collor

Nota fiscal de 2013, fraudada, sem data limite para emissão

Carlos Newton

As pessoas geralmente costumam ter compaixão com quem erra e recebe severa punição. No caso de Fernando Collor, por exemplo, foi condenado à humilhação eterna de ser retirado da Presidência da República por atos de corrupção, e os eleitores alagoanos acabaram lhe dando uma segunda chance. Muitos pensavam que ele teria se arrependido dos erros anteriores, realmente havia mudado, seria merecedor de uma oportunidade de voltar à vida pública, como de fato voltou, consagrado pelos eleitores alagoanos.

Mas não houve mudança, confirma-se que Collor continua o mesmo e está sendo investigado em seis inquéritos no Supremo, todos por atos de corrupção, é um nunca-acabar. E tudo isso com objetivo único e exclusivo de se tornar mais rico, cada vez mais rico, como uma espécie de Tio Patinhas em versão política, empenhado na inconsequente busca de uma acumulação de riquezas que para ele não deveria significar nada, porque já nasceu numa família muito rica.

O COLECIONADOR

Impressionante reportagem do Estadão, assinada por Julia Affonso, Ricardo Brandt e Fausto Macedo, mostra que o senador Collor, além de colecionar automóveis de altíssimo luxo, investe parte do dinheiro da corrupção em valiosas antiguidades e obras de arte.

Ao Estadão, Collor alegou que todas as obras arte adquiridas nos últimos anos foram pagas com recursos próprios, de origem lícita, com emissão de notas fiscais em seu nome. Detalhe: sempre em dinheiro vivo.

“A ilação de prática de lavagem a partir de denúncia anônima sem qualquer comprovação é conduta absolutamente irresponsável e temerária, não merecendo qualquer credibilidade”, afirmou o parlamentar alagoano.

MONTAGEM GROTESCA

Os documentos exibidos por Collor evidenciam uma montagem grotesca. As aquisições teriam sido feitas em um só empresa paulista (Villa Antica – Espaço de Artes Ltda.), mas as notas fiscais emitidas em nome de Fernando Collor de Mello não tem o menor valor. Apesar de se tratar de aquisições recentes, não há notas fiscais eletrônicas. Todas elas são emitidas em modelo antigo, e no formulário não está registrado o prazo de data limite de emissão, ou seja, são inteiramente nulas, o que demonstra a montagem da fraude.

A numeração das notas fiscais, espaçada pelos anos, também evidencia que se trata de operação de lavagem de dinheiro (no caso, tentativa de legalização de bens ilicitamente adquiridos), porque fica demonstrado que a empresa Villa Antica ou não tira notas fiscais dos produtos ou simplesmente é uma empresa para fins ilícitos. Ou seja, Collor nos enganou mais uma vez e não mudou nada. 

###
PS – Já ia esquecendo. Vai daqui um forte abraço ao nosso advogado e brilhante comentarista João Amaury Belem, pelo aniversário que acabou de completar. Desejamos saúde, paz e prosperidade. E como diz nosso amigo Ancelmo Gois, que Deus o proteja e a nós não desampare. (C.N.)

25 thoughts on “Pensava-se que Collor havia mudado, mas ainda é o mesmo corrupto de sempre

    • Caro Dr. Jorge Béja,
      Muito obrigado também pelos parabéns pela minha data natalícia.
      Desejo ao nobre amigo, ao nobre editor Carlos Newton e a todos aqueles que incursionam neste blog democrático também vida longa com muita saúde, paz, amor e felicidade em todos os sentidos.

  1. A empresa Villa Antica “emite nota fiscal manualmente”, no valor de R$242.800,00, possuindo capital social de R$20.000,00, desde sua abertura em 1998, consultando a Jucesp.Detalhe:existe a obrigatoriedade de emissão de nfe, independente de cnae, desde 01.12.2010, principalmente em “operações interestaduais” , ou seja, a nota apresentada pelo senador é mais “fria” que a base Vostok na Antartida!O emissor e o comprador continuam em liberdade, isto é Brasil!

  2. Pois é…. Estamos vendo como “o tempo fez muito bem” ao agora “sereno”, “maduro” e “injustiçado” Fernando Collor….Parece que de fato ele “superou o trauma”…….INOCEEENTEEES,TADINHOS…..kkkkkkkkkkkkkk

  3. Felicito o Dr.Belem pelo seu aniversário.
    Curioso, que o presente fomos nós que ganhamos, com a sua presença diária neste espaço democrático, e neste blog incomparável!
    Muitas felicidades, alegrias, saúde e paz.
    Um abraço forte e caloroso, Dr.Belem.

    • Caro Francisco Bendl,
      O nobre amigo é quem me presenteou com a sua amizade nascida aqui neste blog inigualável como tem dito o nobre colega.
      Também desejo ao amigo felicidades, muitas alegrias, paz e, sobretudo SAÚDE.
      Um grande abraço.
      Belem

  4. Caro Jornalista,

    Sócrates já ensinava aos gregos, com muita clareza, como educar as crianças, e isso a mais ou menos uns 300 anos antes de Cristo:
    -Primeiro a educação da virtude e a arte de governar os vícios, a coragem de ser verdadeiro e assim se revelar…
    -Se você não ensinar ao jovem a arte de ser verdadeiro, muito cedo a mentira, a covardia e o vício se instalarão nele e nunca mais poderão ser extirpados…
    Depois que a formação moral estiver consolidada no homem, jamais poderá ser mudada.

    O ladrão não rouba porque precisa, por necessidade. Ele rouba porque está na FORMAÇÃO MORAL dele. Quando ele rouba, ele nem acha que esteja fazendo alguma coisa errada. Ele acha natural roubar porque se julga muito esperto, superior, e as suas vítimas, otárias, e por isso o arrependimento e a compaixão com as vítimas não fazem parte da sua personalidade. Acredita até mesmo que tenha um “fundo educativo, altruísta”, no seu ato: fazer com que as suas vítimas deixem de ser tão “otárias” e se tornem tão espertas quanto ele. No caso dele, os otários somos nós, os pagadores de impostos!
    Por isso os ladrões nutrem tanta admiração e respeito pelos outros ladrões!

    Se ELLE fosse eletricista, roubaria os fios da obra onde trabalhasse.
    Se fosse carpinteiro, sumiria com os pacotes de pregos.
    Se fosse caminhoneiro, sumiria com caixas de mercadorias.
    Se fosse empregada doméstica, levaria os garfos e facas para casa.
    Se fosse servente de pedreiro, roubaria o conteúdo das mochilas dos colegas de obra (não roubaria um saco de cimento porque é muito pesado, daria trabalho e ele poderia ser visto e chamado pelos amigos de “otário”!)

    Outra coisa:
    LADRÃO NÃO SE RECUPERA! Quando muito, ele se adapta às pessoas que o cerca ou se enquadra às regras, não por que mudou de caráter, mas para não ser punido pelo Estado ou para não ser excluído dos grupos informais da vizinhança ou do local de trabalho. Mas no dia em que alguém deixar uma coisa de valor “morrendo”…

    A SORTE DO LADRÃO é que todo dia, em cada tribunal deste país, nasce um ingênuo que acredita (ou um hipócrita, simpatizante da mesma “ideologia”, que finge acreditar) nas lágrimas de arrependimento dele!

    (“O ladrão só vem para matar, roubar e destruir.” – Biblia Sagrada)

  5. Quanto ao senador Collor, e sem eu fazer propaganda de mim mesmo, os mais antigos neste blog incomparável sabem que fui o crítico mas contundente do parlamentar desde que neste espaço democrático comecei a escrever, quatro anos atrás.

    E tive algumas encrencas e sérias com defensores do ex-presidente, pois houve ofensas pessoais e ameaças várias contra mim pelos comentários que eu postava a respeito.

    O tempo me deu razão, com o retorno do parlamentar às barras dos tribunais por corrupção, e o artigo de Carlos Newton, em tela, corroborando as minhas afirmações anteriores.

    Não me orgulho de ter acertado.

    Lamento, sim, o comportamento desonesto de um homem que teve o Brasil nas mãos, assim como Lula, e se apresentava como caçador de marajás!

    Uma pena que caçou o dinheiro do povo, e deixou os marajás mais ricos e poderosos, demonstrando que a palavra de um político deve ser interpretada sempre ao contrário, caso quisermos entender o recado que transmite.

    Pois Collor continua na sua trilha de se locupletar ilicitamente.

    Precisa?
    O cara é doente?
    O sujeito tem algum trauma?
    Ou esta é a conduta que se espera de um político, de um parlamentar brasileiro, de ser um ladrão, corrupto, imoral, um traidor do país e do povo?!

    Inacreditável, mas existem MAIS DE VINTE SENADORES SENDO INVESTIGADOS OU RESPONDENDO A PROCESSOS, dentro de um universo de 80!!!

    Sobre a Câmara Federal nem tenho ideia, de modo a não ter um ataque de ódio e raiva!!!

    Inaceitável, no entanto, é demora do STF sobre as investigações desses políticos, que deveriam estar na cadeia há muito tempo, mas desfilam pelo Congresso livres e soltos, e ganhando nababescos salários extraídos de um erário falido!

    Imagino – e tenho todo o direito de pensar desta forma -, as indenizações pessoais de Collor, que dobram os seus proventos, quantas irregularidades não teriam, e que o setor encarregado de creditar a despesa evidentemente faz vistas grossas.

    E se considerarmos a quantidade de senadores corruptos e desonestos que estão em “atividade”, temos MILHÕES DE REAIS sendo pagos a ladrões, bandidos, mas que ostentam ser senadores da República!!!

    Transferindo essa prática criminosa para a Câmara Federal, Assembleias Estaduais, Câmaras Municipais, o Brasil está sendo roubado diariamente por meliantes travestidos em parlamentares E NADA TEM SIDO FEITO COM BREVIDADE, ao contrário, parece que estão concedendo mais tempo para que roubem mais ainda, antes de serem condenados e presos, CASO ESTA HIPÓTESE SE TRANSFORMAR EM REALIDADE, pois tem mais essa ainda!!!

    Então não tem presidente que dará jeito neste País.

    Não há plano por mais elaborado que seja, que nos fará retomar o desenvolvimento com esses canalhas no Legislativo!!!

    O que está faltando para Collor ser preso?
    O STF pode explicar as causas dessa demora sobre o senador?

    O que podemos concluir que esta questão de Foro Privilegiado se explica dessa forma, a demora nas investigações, transparecendo que a Alta Corte É CÚMPLICE DESSES LADRÕES, haja vista a condescendência que tem tido com a bandidagem política, com aqueles que dilapidam o erário e o patrimônio nacional!!!

    A situação é muito grave no Brasil com a falta de ética, com a corrupção, a desonestidade, a falta de patriotismo … que são os fatores fundamentais que atravancam o progresso, o desenvolvimento, e que contagiam até mesmo a população para agir da mesma forma, e que nos tornam uma Nação que perde gradativamente a sua confiança perante os demais países, lamentavelmente.

    Sinceramente, ter de chamar Collor de senador e de Vossa Excelência, não sei de caio em gargalhadas ou acuso o STF de cumplicidade ou ambas manifestações, mas admitir e aceitar esse criminoso no Congresso Nacional, posso perfeitamente generalizar e afirmar que se trata de um antro de canalhas, ladrões, gente da pior espécie, e que detém, o poder de nos conduzir, inexplicável e injustamente!

    • Caro Bentl,

      Como já disse, que um BANDIDO procure a PROTEÇÃO da justiça, tudo bem! É da natureza do criminoso procurar usar todos os meios, legais e ilegais, para se safar do julgamento e da condenação dos seus crimes.

      Agora, um MINISTRO valer-se de artimanhas ou o Supremo Tribunal Federal para dar essa proteção, ostensivamente, seria considerado ASQUEROSO em qualquer país minimamente sério, para não se usar uma palavra mais chula!!!

      Ora, quando o Órgão Máximo da Justiça de um “lugar” age como está agindo o nosso, indiretamente está dizendo “-VAMOS ROUBAR, GENTE, QUE EU LIMPO A BARRA!!!”
      Por isso, hoje, atrás de cada escrivaninha de cada distrito, de cada município e de cada Estado existe um ladrão espreitando o dinheiro dos nossos impostos…

      -Medo da Justiça?
      -Só se for na Primeira Instância, onde tem juiz que não foi colocado pelos manos…

      • Francisco Vieira, meu caro,

        Complementaste com muita propriedade o que escrevi acima.

        Recai sobre o STF com essa demora em julgar parlamentares bandidos, uma espécie de permissão para aproveitarem esse tempo e dilapidar mais ainda a Nação!

        Ora, se esse meio de “foro privilegiado” para julgar parlamentares, se está se mostrando incompetente, que seja abolido, pois está até prejudicando a honra dos ministros, diante do tempo que levam para concluir as investigações, julgar e condenar o réu.

        Como escreveste, Francisco, se é medo da Justiça, então o STF, estão os parlamentares afirmando para a sociedade brasileira que, no Supremo, encontrarão a devida PROTEÇÃO, e não um tribunal isento, imparcial, e que seria ágil, eficiente e eficaz, em conseguir provas às condenações dos parlamentares criminosos!

        Nessas alturas, meu xará, o negócio não é criticar o ladrão do deputado ou senador, mas questionar o STF a respeito desse tempo absurdo que leva até vermos os bandidos na cadeia, observa a que ponto chegamos!

        Consequentemente, não adianta Suas Excelências, ministros da Alta Corte, reclamarem da sociedade se o serviço que estão prestando não atende as exigências desta sociedade roubada, violentada, humilhada, prejudicada, exatamente por aqueles que foram eleitos para representá-la no Legislativo, e não para que pudessem lesar como planejaram o povo e a Nação e com a complacência do Supremo!

        Cadeia para os criminosos e que o STF não tenha mais esta incumbência, pois se está até mesmo contrariando frontalmente a Constituição, onde reza que, TODOS SOMOS IGUAIS PERANTE A LEI!

        Ou também a Constituição é para ser desobedecida e somente existe para o cidadão, menos para as autoridades?!

        Que País é este?!

        Um forte abraço, Francisco.
        Saúde e Paz!

  6. O tempo fez sim um bem enorme se não ao Collor , pelo menos à sua coleção de automóveis. Pensem em um up-grade! De um Fiat Elba cansado de guerra hoje o cara desfila nas nossas caras de superesportivos como uma Ferrari vermelha 612 Scaglietti ,uma Lamborghini Aventador LP 700-4 Roadster, azul cheguei, e um Porsche Panamera, preto retinto.
    De resto , hoje casado com uma arquiteta Collor deve ter aprendido horrores sobre obras de arte , uma das mais manjadas formas de se lavar dinheiro imundo.
    Ou seja , aquele Collor de 1992 , com a frase do dia estampada na camiseta domingueira , era um “dimenor” na corrupção e tinha folha corrida para as pequenas causas.
    Collor é um dos políticos mais sórdidos da nossa República da carochinha.

    • Pimentel,

      O tempo refinou os métodos de Collor, e a sua arte em roubar o patrimônio do povo, se mostrou em seu apogeu quando optou em lavar o seu dinheiro emporcalhado obtido através de atos ilícitos, adquirindo falsamente objetos de … arte!

      Na razão direta que a arte de Collor é perniciosa, a arte que alega ter comprada igualmente se mostra nociva porque as comprovações são irreais, meras montagens, puros artifícios fiscais.
      Collor é isto, um artifício político, uma montagem como parlamentar, um senador irreal da República!

      Porém rouba, lesa, prejudica, ocasiona danos, então deveria estar na cadeia!

      Pergunto:
      O que diz o lento e preguiçoso STF, para se dizer o mínimo?!

      Um abraço, Pimentel.
      Saúde e Paz!

    • Caro Moacir Pimentel,
      Muito obrigado pelos parabéns em decorrência da passagem do meu aniversário.
      Também rogo a DEUS que o amigo também tenha saúde, paz, amor e muita prosperidade na vida.
      Um grande abraço.
      Belem

    • Prezado José Bortolotto,
      Agradeço de coração os votos de feliz aniversário.
      Também desejo ao amigo muita paz, muitas felicidades, muitas alegrias e, sobretudo plena SAÚDE.
      Um grande abraço.
      Belem

    • Caro Francisco Vieira Brasilia – DF,
      Também agradeço pelas felicitações pelo meu aniversário.
      A maior festa que poderia receber seria a de ter um Brasil JUSTO, PRÓSPERO, DIGNO em que todos os brasileiros e brasileiras tenham todos os serviços públicos que devem ser oferecidos pelo Estado brasileiro.
      Um grande abraço.
      Belem

    • Prezada Ofelia,
      Muito obrigado pelos parabéns que me oferece pelo meu aniversário.
      Também desejo à amiga paz, alegrias e, sobretudo MUITA SAÚDE, o maior bem que um ser humano possa ter.
      Um grande abraço.
      Belem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *