Percepções equivocadas levam Bolsonaro a decisões perigosas para ele e o país

Resultado de imagem para bolsonarocharges

Charge do Duke (dukechargista.com.br)

William Waack
Estadão

Jair Bolsonaro é um personagem político dos mais transparentes. Não deixa dúvidas sobre a maneira como percebe o mundo à sua volta – e as percepções mantidas pelos próprios personagens políticos (malucas ou não) são ferramentas úteis para entender as decisões que eles tomam. Bolsonaro se entende como escolhido por Deus para governar o Brasil. Missão que não está conseguindo cumprir, segundo admite, pois é vítima de um “sistema” que não se deixa moralizar, especialmente a esfera política.

Esse tipo de percepção explica a descrição que o presidente faz de compromissos políticos necessários em qualquer regime representativo democrático (como o brasileiro) como sendo “acertos” espúrios, sobretudo em relação ao Legislativo. E o faz colocar o “povo”, que Deus o encarregou de governar, como seu principal instrumento para quebrar de fora para dentro o “sistema” que tornou o País “ingovernável”. Maluca ou não, é uma sequência perfeitamente lógica.

SEM ESTRATÉGIA – Erros políticos ocorrem quando o personagem (no caso, Bolsonaro), conduzido por suas percepções, substitui estratégia por aspirações e acredita dispor de meios (pressão popular por meio de redes sociais, por exemplo) para atingir seus fins (controlar os poderes Legislativo e Judiciário). O chamado às ruas que o presidente implicitamente endossou é um desses erros políticos tão crassos a ponto de suscitar uma pergunta: será que não existiria por detrás uma forte jogada política?

Aparentemente, não. Esse chamado dividiu seus apoiadores e mesmo uma estrondosa manifestação popular no dia 26 não diminui – ao contrário, até amplia – as dificuldades de relacionamento do Executivo com o Legislativo. Menos que estrondosa, e ele sai enfraquecido diretamente.

A não ser que Bolsonaro tenha no recôndito das reuniões de família pensado no impensável, qual seria o próximo passo para tentar “emparedar” um Legislativo que, de fato, avança – ajudado principalmente pela incompetência do governo – na direção de um “parlamentarismo branco”?

VONTADE DIVINA – Visões messiânicas da própria atuação em geral impedem personagens políticos de amenizar relações conflituosas (como a atual entre Executivo e Legislativo), pois isso demandaria formação de consensos, e messiânicos tratam preferencialmente de impor a própria vontade, entendida ou não como divina.

Enxergam uma “revolução conservadora” numa onda disruptiva de transformação composta por múltiplos elementos antagônicos, que se dedicam agora a disputar o poder entre si (alguém acha que desapareceu a luta entre “ideólogos” e a ala militar, por exemplo?).

Se é que alguma vez a teve, o governo Jair Bolsonaro está perdendo o sentido de urgência para o que realmente importa e, no final das contas, vai de fato definir seu sucesso ou fracasso.

RECESSÃO – O rombo fiscal está se agravando, a economia está estagnada, o crescimento não veio ainda, a arrecadação ficou aquém, piorando dificuldades políticas, fechando opções de acomodação de interesses – tudo isso diante do grande quadro de sempre, caracterizado por infraestrutura precária (investimentos?), formação insuficiente de capital humano (produtividade?) e excessivo fechamento do País.

Percepções equivocadas ou fortemente distorcidas da realidade e do próprio papel conduzem personagem políticos a avaliações equivocadas das relações de força e de poder e, por consequência, ao erro. O problema é que não só o personagem em questão acaba sendo punido pelos fatos ou pagando um preço alto em termos de perda de capacidade de conduzir, liderar, governar. O País também.

38 thoughts on “Percepções equivocadas levam Bolsonaro a decisões perigosas para ele e o país

  1. As viúvas do tucano-petismo e seus inocentes úteis xingaram Bolsonaro de fascista, machista, homofóbico, torturador, ditador, totalitário, racista … o povão cagou, andou e atropelou as viuvinhas … depois do fracasso, chamam Bolsonaro de “messiânico” … chuif chuif chuif.

  2. Acho estranho que só agora esta mídia tirou a venda que a manteve cega durante os 14 anos que a quadrilha do pt governou este País. Roubaram no BNDES, na Petrobras, Eletrobras, nos fundo de pensões, bilhões para empresários acomodados, etc. Por que só agora sairam da sua letargia. Com is políticos, justiça e mídia que temos este País esta fadado ao fracasso.

    • Os petistas saquearam o País, doaram dinheiro do BNDES para ditaduras, e a mídia “inteligente” junto com mortadelas+sindicalistas+UNE + cut+ mtst+ mst+fube+ONGs+ lobotomizados nunca abriram o bico.
      Agora, que perderam as “boquinhas” vivem malhando o Governo que só tem 5 meses.
      Façam como a petista martha suplicy recomendou, relaxem ……..

  3. Pelo amor de Deus. A imprensa agora diz que o congresso está trabalhando , ajudando. Um congresso todo envolvido em maracutaias, corrupção, venda de medidas provisórias, agora quando o Brasil precisa mudar. Milhões de brasileiros vão às ruas, dizem que não aceitam mais essa política. Os Arruinados Azevedos ficam loucos sem saber o quer dizer. Um país que tem um STF, com Toffoli Gilmar Lewandowski precisa dizer mais nada? Temos que fazer o impeachment dessa trinca dos diabos. Urgentemente.

  4. Não vejo este misticismo exacerbado como afirma o jornalista em Bolsonaro.
    O presidente demonstra ser uma pessoa simples do povo ligado na moral cristã de querer o melhor para todos, não roubar, etc,etc,etc.

    Essa de ideal, uma doença que surge com o advento da mente ou consciência é que é o problema de todos nós: queremos o mundo e as pessoas do jeito que idealizamos.

    É preciso tirar conclusões da prática e não de teorias idealizadas.
    Criticar um filme só depois de assisti-lo.

    O bom senso, é que , com qualquer candidato que tenha sido eleito, ele representa todos nós e devemos dar um prazo razoável de tempo para podermos observar suas atitudes e não palavras, para depois avaliarmos com honestidade seu trabalho.

    No caso das manifestações, eles já existiam desde antes de Bolsonaro ser candidato e as de agora não é de apoio a ele, embora o que se pretenda com elas coincide com o seu programa de governo.
    Elas acontecem porque o povo sabe bem com quem Bolsonaro está lidando e todos sabemos disso: um congresso e um STF que sabemos o que são: tutti buona gente

  5. Se Bolsonaro está querendo inovar com a sua maneira de lidar com o antro de venais, colocando o povo para pressionar o parlamento, trata-se de um erro estratégico mortal!

    O erro clamoroso é que para se tornar efetivo esse protesto popular contra o Legislativo, Bolsonaro dá o tapa e esconde a mão.
    Assim não vale e não vai dar certo.

    O congresso é rancoroso, cheio de salamaleques, sensível, reacionário, além de inútil, corrupto, vagabundo, incompetente …
    mas, até os inimigos políticos se unem em defesa do corporativismo existente entre os parlamentares.

    Se Bolsonaro quer fazer este jogo, que não pode ter regras, precisaria ser como no MMA, luta livre, e partir com o que tem e o que não tem para enfrentar essa força poderosa.
    Não pode vacilar, conforme suas declarações à Record.

    Mostrar-se duro, e depois mudar a forma de jogar, amaciando, vai ser derrotado clamorosamente.

    Na condição de inimigo do povo, declaradamente, e o presidente quer melhorar a condição da população, deve ter consciência que jamais terá o apoio do congresso porque este defende sempre a crise, alimenta relações com o Executivo invariavelmente polêmicas, pois a oposição não permitirá que este governo seja competente, realizador, haja vista que tem como alvo a próxima eleição, que imagina poder derrotar Bolsonaro pelas dificuldades que enfrenta e estabelecidas pelo parlamento, cuja maioria é de oposição.

    Se quer mesmo a ajuda do povo, que seja aliado do povo, menos querer jogar a favor em certos momentos, e depois ser contra as nossas reações e manifestações, como de clamar pelo fechamento deste poder que apodreceu, deteriorou-se, implodiu!

    Não cabe, agora, jogo duplo.
    Ou o presidente escolhe a camisa que quer vestir ou manterá a derrota do cidadão brasileiro, que vem de décadas seguidas de humilhações, derrotas, injustiças, discriminações, segregações e indiscutivelmente desprezado pelos poderes constituídos!

    Presidente desse tipo não queremos e não vai nos ajudar em nada, mas dificultará mais ainda a nossa sobrevivência nesta republiqueta onde despontam as elites e as castas!

      • Eliel, meu prezado,

        O melhor é Bolsonaro tomar um posição.
        Não pode ficar em cima do muro, como pretende.

        Ou apoia o povo ou fica ao lado do congresso.
        Não pode e não deve servir a dois senhores.
        Ao povo o que é do povo;
        ao Legislativo, o que é do Legislativo.

        O presidente agindo dessa forma constrói os suas próprias trevas, e terá os dois chefes a empurrá-lo para ser queimado no mármore do inferno, e com o demônio lhe olhando e balançando o seu tridente, divertindo-se com o presidente sendo frito!

        Abraço.

        • Caro Bendl,

          Creio que tanto o Presidente como o povo, já escolheram a camisa que querem vestir.

          As MPs, PLs e Pacotes já estão no Legislativo desde janeiro. Como diz o Bolsonaro, a bola esta com o Legislativo e está mesmo. Cabe a eles decidir. A população já sabe quem está postergando o que deveria ter sido feito pra ontem.

        • Caro Bendl … Jânio, Jango, Collor e Dona Dilma tentaram peitar o Congresso e se deram mal, né???

          Bolsonaro não pode dar uma de Jango … e querer governar por decretos!!!

          Vai acabar com as FFAA desempatando kkk KKK kkk

          Cansei de alertar!!!

          SDS.

  6. O próximo passo é vincular Bolsonaro ao messianismo como se ele fosse a própria encarnação do Cristo.
    Consta que Temer era satanista mas isso não pegou, agora vão tentar com o capitão mais esse coice de porco.

      • Ser enviado de Deus é bem claro na Escritura: “Por isso, Deus lhes enviará um poder que os enganará e os induzirá a acreditar no erro”. (2Ts 2,11)

        Há um Poder ENVIADO POR DEUS para enganar os que querem o erro!!!

        Bolsonaro é para reiterar a VERDADE!!!

        Entendeu??? ??? ???

        Sds.

          • Nos meus escritos não dou uma de profeta; visto que não o sou, né???

            O que faço é lembrar de coisas que foram profetizadas … sou um papagaio … e tenho um apelido: chegamais … completo é: chegamais
            uma nova versão dos fatos – a RESTAURADORA da VERDADE!!! isso é desde 2005 no blogdonoblat.

            Não tenho poder nenhum … e aí sou maniquí – de corazón frio … porém, muy coqueta kkk KKK kkk

          • https://pt.wikipedia.org/wiki/Messias … Messias: Nome ou título do rei ideal da era messiânica;[1][n: 1] usado sem o artigo como nome próprio—Māxyāḥ,[n: 2] como Χριστός nos Evangelhos. O Grecized Μεσσιας do Novo Testamento,[2][n: 3] é uma transliteração da forma aramaica (Mĕxīḥā), língua popular, falada da Palestina no tempo de Yeshua, ou como os católicos, protestantes e religiosos em geral conhecem, Jesus.”

            Não é o simples fato de ser Jair MESSIAS Bolsonaro que o faz ser enviado de Deus.

          • Marcos,

            Sem querer, querendo, me intrometer nessa conversa tua com Lionço, sobre quais seriam os sinais de alguém ser enviado de Deus, AFIRMO CATEGORICAMENTE O SEGUINTE:
            TER NASCIDO!!!!!

            Como foi que Jesus veio para este mundo?
            Nasceu de uma mulher. Não veio através de uma semente, um ovo, uma bactéria … veio para este mundo conforme assim se reproduz a espécie humana.

            Logo, se o planeta onde vivemos, que faz parte do sistema solar, que compõe a nossa galáxia, que contribui para uma quantidade de trilhões de outros aglomerados de estreças, planetas e satélites, o ser humano por mais ínfimo que seja, é um enviado de Deus, assim como este Universo infinito!!!

            Obs:
            Não aceito opiniões em contrário.

            Abraço.
            Saúde cósmica.

          • Marcos,

            Se quiseres que eu provo que TODOS NÓS, sem exceção, somos enviados de Deus, te demonstro sem problemas.

            Basta tu me pedires.

          • “16. O Senhor respondeu a Moisés: “Junta-me setenta homens entre os anciãos de Israel, que sabes serem os anciãos do povo e tenham autoridade sobre ele. Conduze-os à tenda de reunião, onde estarão contigo.
            17. Então descerei e ali falarei contigo. Tomarei do espírito que está em ti e o derramarei sobre eles, para que possam levar contigo a carga do povo e não estejas mais sozinho.
            18. Dirás ao povo: santificai-vos para amanhã, e tereis carne para comer, pois chorasses aos ouvidos do Eterno, dizendo: Quem nos dará carne para comer? Estávamos tão bem no Egito!… O Senhor vos dará carne, e comereis.
            19. E comereis não só um dia, nem dois, nem cinco, nem dez, nem vinte,
            20. mas durante um mês inteiro, até que ela vos saia pelas narinas e vos cause nojo: porque rejeitasses o Senhor que está no meio de vós e dissestes-lhe chorando: por que saímos nós do Egito?”
            24. Moisés saiu e referiu ao povo as palavras do Senhor. Reuniu setenta homens dos anciãos do povo e os colocou em volta da tenda.
            25. O Senhor desceu na nuvem e falou a Moisés; tomou uma parte do espírito que o animava e a pôs sobre os setenta anciãos. Apenas repousara o espírito sobre eles, começaram a profetizar; mas não continuaram.
            26. Dois homens tinham ficado no acampamento: um chamava-se Eldad e o outro, Medad, e o espírito repousou também sobre eles, pois tinham sido alistados, mas não tinham ido à tenda; e profetizaram no acampamento.
            27. Um jovem correu a dar notícias a Moisés: “Eldad e Medad, disse ele, profetizam no acampamento.”
            28. Então Josué, filho de Nun, servo de Moisés desde a sua juventude, tomou a palavra: “Moisés, disse ele, meu senhor, impede-os.”
            29. Moisés, porém, respondeu: “Por que és tão zeloso por mim? Prouvera a Deus que todo o povo do Senhor profetizasse, e que o Senhor lhe desse o seu espírito!”. (Nm 11)

            Nas Escrituras Judaicas … só alguns enviados é que tinham o Espírito do Senhor … … … Jesus o dá para todo e qualquer batizado!!!

          • Só que ter o Espírito Santo não faz do batizado ter o dom de profecia; apesar de todo batizado ser um profeta, quando fala das coisas de Deus, né???

            “a outro, o dom de milagres; a outro, a profecia; a outro, o discernimento dos espíritos; a outro, a variedade de línguas; a outro, por fim, a interpretação das línguas”. (1Cor 12,10)

            “Mesmo que eu tivesse o dom da profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência; mesmo que tivesse toda a fé, a ponto de transportar montanhas, se não tiver caridade, não sou nada”. (1Cor 13,2)

            “A nossa ciência é parcial, a nossa profecia é imperfeita”. (1Cor 13,9)

            “Empenhai-vos em procurar a caridade. Aspirai igualmente aos dons espirituais, mas sobretudo ao de profecia”. (1Cor 14,1)

            Sds.

      • https://www.youtube.com/watch?v=G6LSb3i8OPY … INSTITUTO DO 3º TEMPLO ANUNCIA: O SINÉDRIO está PRONTO! Está na hora do TEMPLO e do ANTI-MESSIAS! … DESPERTE. – Thiago Lima – … Publicado em 8 de fev de 2019 … aos 5:01 o rabino afirma que “Ele não é Jesus…”

        aos 13:28 você verifica uma moeda com Ciro e Trump … em que estão na expectativa de que Trump, igual ao enviado Ciro … reconstruirá o Terceiro Templo.

        Só quando estas coisas acontecerem é que veremos como Bolsonaro se posicionará … e saberemos se ficará do lado da VERDADE (Jesus).

        Abraços.

  7. Dr. Beja, a Unajuf esta correta?

    MP 870: Constituição não permite que Congresso tire o Coaf de Sérgio Moro
    Guilherme Santiago – Diario do Brasil

    Decisão de Bolsonaro não pode ser revogada pelo Congresso

    A UNAJUF (União Nacional dos Juízes Federais do Brasil), representada por juízes de 1º grau, classificou como “inconstitucional” a votação da Medida Provisória 870, que retirou o COAF do Ministério da Justiça.

    “É inconstitucional a votação ocorrida no seio da comissão mista do Congresso Nacional e viola o processo legislativo, por vício de iniciativa de tramitação, considerando que o deslocamento do Coaf para o Ministério da Justiça já foi realizado e produz efeitos válidos e previstos na Constituição da República em razão do Decreto Presidencial 9.663 de 1º de Janeiro de 2019, que aprova o novo estatuto do Coaf, não cabendo ao Congresso Nacional sua revogação, alteração ou modificação, pois o referido decreto não se insere no processo legislativo, prevalecendo a independência do Poder Executivo para atos de gestão”.

    O artigo 84 da Constituição Federal dá ao presidente da República poder exclusivo para dispor sobre a organização e funcionamento da administração federal, quando não houver aumento de despesas.

    Art. 84. Compete privativamente ao Presidente da República:

    VI – dispor, mediante decreto, sobre: (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)

    a) organização e funcionamento da administração federal, quando não implicar aumento de despesa nem criação ou extinção de órgãos públicos; (Incluída pela Emenda Constitucional nº 32, de 2001)

    Os Juízes Federais do Brasil mantêm seu firme propósito de combater a corrupção e se colocar, lado a lado, das medidas voltadas para o aprimoramento dos sistemas que buscam coibir o crime organizado, lutar contra os delitos de colarinho branco e os decorrentes, entre os quais de corrupção e lavagem de dinheiro.

    Brasília-DF, 12 de Maio de 2019 – UNAJUF

  8. No Congresso 228 botaram a cara para evitar que o COAF “Monitore o grana da corrupção e a bandidagem” e tudo está certo??? Foi maioria de parlamentares ligados a corrupção senão elrs mesmos na SEM-VERGONHICE mostrando a cara que fizeram tal atentado contra a ética e o pudor e quando o povo sai as ruas para dar apoio a Bolsonaro que quer mudar o pais aparecem estas voces que querem que tudo continue igual a sempre TOMA LÁ DÁ CÁ, BANDIDAGEM, CORRUPÇÃO que sem isso nao existe de.ocracia, não?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *