Segue o entreguismo e a Petrobras anuncia venda de mais quatro unidades

Deu na Folha / Charge de Alexandre Beck

A Petrobras divulgou nesta sexta (13) os prospectos de venda das ltimas quatro refinarias includas em seu plano de desinvestimentos, que prev o repasse de cerca de 50% da capacidade nacional de refino a empresas privadas. O pacote inclui a Refinaria Gabriel Passos, em Betim (MG), a nica unidade da regio Sudeste que ser oferecida pela estatal as quatro localizadas em So Paulo e a Refinaria Duque de Caxias (Reduc), no Rio, ficaro com a empresa.

Com a Regap, a estatal vender 720 quilmetros de dutos, que ligam o terminal de recebimento de petrleo na Baa de Guanabara refinaria. “Essa transao transformar o mercado de derivados de petrleo no Brasil”, escreveu a empresa, no prospecto de venda.

TAMBM VENDA – As outras refinarias do pacote so a Issac Sab (Reman), em Manaus, a fbrica de lubrificantes Lubnor, no Cear, e a unidade de industrializao de xisto do Paran. A maior delas a de Manaus, com capacidade para processar 46 mil barris por dia e responsabilidade de abastecer regies mais remotas do pas.

Em junho, a Petrobras lanou os primeiros quatro prospectos de vendas de refinarias, incluindo no pacote as de maior porte: Abreu e Lima (Rnest), em Pernambuco, Landulpho Alves (Rlam), na Bahia, Presidente Getlio Vargas (Repar), no Paran, e Alberto Passos (Refap), no Rio Grande do Sul.

As oito unidades venda podem processar 1,1 milho de barris por dia, metade da capacidade nacional de refino. A empresa est vendendo tambm a infraestrutura logstica associada aos ativos. Nos prospectos, diz que se trata de “oportunidade nica para acessar o mercado brasileiro de produtos derivados de petrleo”.

COMPRADORES – O primeiro pacote atraiu interesse de tradings internacionais de combustveis, petroleiras chinesas e da Razen, parceria entre a Shell e a Cosan para este mercado. O processo, porm, ainda no entrou na fase de propostas firmes pelos ativos.

No setor, h dvidas sobre a possibilidade de venda das refinarias, j que o mercado brasileiro tem histrico de intervenes nos preos dos combustveis em momentos de alta do cmbio e do petrleo.Em 2018, por exemplo, o governo Michel Temer criou uma subveno ao diesel para encerrar a greve dos caminhoneiros. Em abril, diante do risco de nova greve, o presidente Jair Bolsonaro determinou que a Petrobras recuasse em aumento no preo do produto.

DIZ A EMPRESA – “O Brasil o stimo maior consumidor de derivados e o dcimo maior produtor de petrleo do mundo, e seu mercado de derivados de petrleo est projetado para crescer acima da mdia do crescimento mundial”, defende, nos prospectos, a Petrobras.

A estatal diz que precisa reduzir suas dvidas e focar no desenvolvimento da explorao do pr-sal. O governo defende a venda de refinarias como uma medida para implantar maior competio no mercado brasileiro de combustveis hoje, a Petrobras dona de 98% da capacidade de refino.

PRAZO FATAL – Em junho, a Petrobras e o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econmica) assinaram acordo estabelecendo prazo para a venda de refinarias at o fim de 2020, em troca da suspenso de investigaes sobre abuso de poder econmico no mercado.

O acordo foi considerado positivo para a empresa que j havia anunciado o interesse em reduzir sua fatia neste segmento , mas criticado por concorrentes, que acusam a Petrobras de manter prticas anticompetitivas mesmo aps a suspenso das investigaes.

###
NOTA DA REDAO DO BLOG
Com aval dos militares, Paulo Guedes vai vender o que resta da economia brasileira, cobrando preos de promoo apenas 30 dinheiros. E as justificativas so grotescas. S idiota vendem refinarias de primeira qualidade e altamente lucrativas como as da Petrobras. (C.N.)

12 thoughts on “Segue o entreguismo e a Petrobras anuncia venda de mais quatro unidades

  1. Boa noite , leitores (as):

    Ao Deu na Folha / Charge de Alexandre Beck e Senhor Carlos Newton , moro em Manaus e sou martimo , vrios poos de petrleo foram privatizados e dados literalmente de graa aqui no Estado do Amazonas , mas nenhum empresrio quer ou quis investir em dutos para escoar o petrleo da mata e esto devolvendo os poos , sendo que s existem trs ou quatro pases no mundo tem esse tipo de petrleo .

  2. Boa noite , leitores (as):

    Adendo :
    O petrleo extrado na regio Amaznica levado para o Estado do Rio de Janeiro , lavado , depurado , semi – manufaturado e exportado para o mundo preo de banana como matria prima , e volta para o Brasil e para a indstria ” farmacutica e txtil ” , a preo de ouro.

  3. Gzuis, vcs insistem nesse modelo desenvolvimentista boc que s trouxe atrasos ao Brasil. Aprendam uma coisa de uma vez por todas, estatais s servem para cabides de emprego e para os polticos roubarem. isso.

  4. Carlos Marchi (via Facebok)

    Bolso quer implantar a CPMF, mas no quer parecer que quer implantar a CPMF.

    Tudo comeou quando ele perguntou pro Posto Ipiranga: “Como que a gente sai dessa merda?”

    Bolso simplifica. Ele no sabe o que dficit pblico. E muito menos como resolve-lo.

    No faz a menor ideia de como virar o disco e promover o desenvolvimento.

    Nem desconfia do que o governo pode e/ou deve fazer para combater o desemprego.

    Ele simplifica ao reunir esses problemas todos dentro da expresso “sair dessa merda”.

    O Posto Ipiranga no tinha nenhum plano, nenhum projeto, nenhuma ideia para “sair dessa merda”.

    Mas disse pra Bolso que s tinha um jeito de o governo se salvar – aprovar a CPMF.

    Bolso empalideceu: “P, t querendo me phoder?” O Posto Ipiranga rebateu: “No, t querendo te salvar.”

    Bolso no entende nada de economia mas sabe que a tbua da salvao altamente impopular. resgatar a CPMF e cair na boca do sapo.

    Ento o brilhante Bolso articulou um plano: declara publicamente que contra a CPMF. Demite quem apoia-la.

    No vai pedir a nenhum deputado ou senador pra votar a favor da CPMF.

    Mas in pectore acalenta a enorme esperana de que o milagre se faa: o Congresso se suicide e aprove sozinho a CPMF.

    Afinal, esta a nica maneira de sair dessa merda.

  5. Tem mais que privatizar mesmo, conheo funcionrio da Petrobrs que deve estar pelos 25.000 e s vai trabalhar 3 vezes por semana. Ser que esse cabidismode de emprego no um fator que agrega ns termos os combustveis MAIS CAROS dentre todas as naes produtoras de petrleo? isso mesmo! Elles sempre justificam que os nossos preos esto alinhados internacionalmente, mas, alinhados com Alemanha, Frana, Reino Unido, Portugal, Espanha, Itlia, etc… naes que no produzem UMA GOTA de petrleo !!! Comparemos nossos preos de combustveis com os pases da OPEP – Arglia, Angola, Equador, Ir, Iraque, Kuwait, Lbia, Nigria, Catar, Arbia Saudita, Emirados rabes Unidos e Venezuela. Resumindo, o povo brasileiro sustentando a estrutura que nos comanda e seus “funcionrios” satlites, todos vivendo no Pas das Maravilhas, graas a misria desse mesmo povo que paga tudo absurdamente caro graas a uma absurda carga tributria que j nem mais consegue sustentar o sistema que se instaurou. E pensam em CPMF…

    • Sylvio Rocha,
      desde que foi quebrado o monoplio da Petrobras e colocadas aes em NY para venda, ela segue os preos internacionais (para que investidores sejam bem remunerados). Isso no acontece nos pases citados, porque elas so estatais e no seguem tais preos internacionais. Por exemplo, hoje, mesmo com a paridade dos preos internacionais, o preo da gasolina na refinaria em torno de 2 reais. Como grande parte do petrleo extrado com um custo de uns 7, 8 dlares por barril, ento o valor de custo bem abaixo desse valor de venda na refinaria que citei acima.
      Tambm h o problema do etanol. Se o preo da gasolina diminuir muito, a indstria alcooleira quebra.
      Alm disso, h os impostos e outros custos que encarecem o produto. Resumindo do preo final: Realizao Petrobras = 29%, ICMS = 30%, CIDE + PIS + PASEP = 16%, Custo etanol anidro = 13%, distribuio e revenda = 12%.
      Para ter uma ideia, o preo de realizao nas refinarias dos EUA maior que nas refinarias daqui, mas o preo final menor, porque os impostos e demais custos so menores l.
      Portanto, no so os salrios dos funcionrios, os responsveis pelo preo dos derivados, como a gasolina, aqui no Brasil. A privatizao, com venda para empresas estrangeiras poder aumentar os preos no diminu-los.

  6. So empresas lucrativas e estratgicas, se as refinarias pararem de produzir, trava o pas.
    um governo vendilho da ptria. E, se um futuro governo quiser retomar essas empresas. os pases que essas empresas pertencem, no vo admitir. A histria entre naes mostra isso.
    Por muito menos: por criar a lei de Remessa de Lucros, foi o estopim para Joo Goulart ser deposto. O primeiro ato do Castelo Branco ao assumir o governo foi revogar a lei de Remessa de Lucros.
    O que esto fazendo com o Brasil, torna-lo totalmente dependente das multinacionais.
    No Brasil, um governo no pode defender os interesses nacionais e querer fazer a nossa independncia, o contrrio pode.

  7. Sr Jacob,
    Goulart caiu porque o inflao era muito alta e a Economia ( sempre a Economia) no ia bem.
    O Regime Militar ( Figueiredo) acabou porque a Economia entrou em crise.
    Dilma caiu, porque a Economia entrou em depresso pesada ( e no saiu at agora).

  8. Caro Vitor,
    A inflao de todos os governos aps a ditadura foram altas, tanto que o o FHC pegou uma inflao de 1000% ao ano. Era comum ir ao supermercado de manh ver as mercadorias com um preo e a tarde com outro preo majorado. Inflao nunca foi motivo para depor um presidente.
    A verdade que o horror que a cpula militar da poca tinha pelo Jango era to grande, que no queriam que ele nem tomasse posse.
    Um abrao, sade e paz.

  9. E no s isso no. Em reportagem o representante dos fiscais da Receita disse que Bolsonaro demitiu o chefe da fiscalizao do Porto de Itagua por causa da atuao implacvel dele aos milicianos que mandam nas transportadora que trabalham no Porto. Vai trazer um fiscal do Nordeste “alinhado” s ideias do Bolsonaro.

    O Brasil est sendo comandado por um bandido da maior periculosidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.