Piada do Ano! Governo cobrará por SMS auxílio emergencial pago indevidamente de 2,6 milhões de pessoas

Charge do Pater (Arquivo do Google)

Marcelo Parreira
G1

O governo federal deve enviar, ainda este mês, mensagens de celular a 2,6 milhões de pessoas que receberam auxílio emergencial sem ter direito ao benefício. O objetivo é pedir que esses beneficiários cumpram os trâmites para devolver o dinheiro aos cofres públicos.

O Ministério da Cidadania, gestor do auxílio, estima que o governo poderia reaver R$ 1,57 bilhão se cada um desses beneficiários acionados devolvesse, ao menos, uma parcela de R$ 600. Os valores constam em um ofício obtido pela TV Globo. Ao todo, o ministério prevê o envio de 4,8 milhões de mensagens de celular “considerando a possibilidade de precisarmos enviar uma mensagem de reforço para o público que não proceder com a devolução após o recebimento da 1ª SMS”.

CUSTO – A TV pediu informações adicionais ao Ministério da Cidadania e aguarda retorno. O Ministério da Economia confirmou que as mensagens serão enviadas a partir do próximo fim de semana, porque a pasta ainda aguarda a lista de contatos telefônicos. Os envios devem custar R$ 162 mil ao governo.

Em novembro, o governo divulgou que a lista de beneficiários irregulares incluía pessoas com rendimentos acima do limite, com cargos eletivos, militares, servidores públicos, ou mesmo CPFs com alguma irregularidade.

COMO DEVOLVER –  Quem recebe o benefício indevidamente, sem se enquadrar nos critérios do governo, pode responder criminalmente pela infração. A medida está prevista no art. 2º da Lei n.º 13.982/2020, segundo o Ministério da Cidadania.

Em maio, o governo federal lançou um site para facilitar a devolução do Auxílio Emergencial: devolucaoauxilioemergencial.cidadania.gov.br. Ao acessar o sistema com o CPF, o usuário pode gerar uma Guia de Recolhimento da União (GRU) para ser paga nos canais de atendimento do Banco do Brasil ou em qualquer outro banco.

AUDITORIA –  A lista de beneficiários irregulares foi formada pela “indicação de órgãos de controle” e pela “identificação de repasse indevido por meio de ações da esteira da auditoria interna”, diz o ofício da Cidadania. O prazo para que esses inscritos justificassem a validade dos cadastros terminou em 16 de novembro.

“Assim, esta SAGI [secretaria] planeja enviar SMS a este público, objetivando orientar o procedimento a ser adotado para proceder com a devolução do recurso, de modo a dar uma resposta à sociedade, ao mostrar o esforço do governo federal em recuperar o recurso pago indevidamente, e ainda atender à recomendação dos órgãos de controle”, diz o documento.

4 thoughts on “Piada do Ano! Governo cobrará por SMS auxílio emergencial pago indevidamente de 2,6 milhões de pessoas

  1. Ué o governo perfeito não conseguiu pagar 100% dos beneficiários do auxilio emergencial corretamente sem fraude. Quando era o governo anterior dizia que o bolsa família era pago para vagabundo e pra quem não precisava.
    Na verdade ele nem teve capacidade de criar um novo sistema para pagar o auxílio emergencial e de qualquer jeito foi pagando a todo o direito o auxílio agora deu no que deu.
    Não quero ser pessimista mas é mais provável ele receber de volta somente dinheiro dos pobres, pois os maiorais sempre irão surfar la boemia de la nave…
    Realmente essa piada vai concorrer entre centenas a piada do ano kkkkkk

  2. Rubem Gonzalez

    Bota na cabeça uma coisa, Bolsonaro só destruiu a gente economicamente, ou melhor, manteve a destruição econômica já iniciada por Dilma Rousseff, ninguém foi perseguido politicamente, nenhuma tropa de ninjas sequestrou ninguém, ninguém foi para porão ser torturado, absolutamente nada.

    Todos os fantasmas e espantalhos criados pela New left redundaram em absolutamente nada, não passaram disso, espantalhos, criações assombradoras e assombrosas que nunca se concretizaram e nunca se concretizaråo porque o objetivo sempre foi outro.

    O grande inimigo do povo brasileiro, o grande algoz do nosso povo, do trabalhador é o massacre econômico, a imbecilização ideológica e pasmem, com o uso de grupelhos que se autodenominam de esquerda que junto a uma mídia podre espalham pautas identitárias e que nada tem a ver com a tragédia que assola o nosso povo no momento.

    Essa esquerda amestrada, essa New left em nenhum momento ataca as políticas econômicas do estado, em nenhum momento reclama do desemprego atroz que em nenhum momento fala do fim do auxílio emergencial, em nenhum momento fala do aumento de produtos da cesta básica em até 150%, não falam absolutamente nada sobre a barriga do nosso sofrido povo.

    o negócio deles são curvas forçadas, falas que o povo em geral não engole e inclusive tem raiva, como o caso do falso crime de racismo no sul, a defesa apaixonada de um assassino de policiais e a tentativa de colocar na conta da polícia e do Estado a morte de duas meninas em Caxias sem nenhuma prova sem nada que corrobore isso.

    Esses apaniguados do $i$t€ma, sardinhas patrocinados por tubarões só tem o objetivo de dividir, sisalhar, romper, rasgar e destruir o tecido social e ideológico, servem para mostrar ao grande público, ao povo em geral que a esquerda é algo pútrido, algo para ser execrado e evitado.

    Ou isolamos e nos separamos dessa turma ou então teremos Bolsonaro, e o que é pior, as políticas econômicas desse $i$t€ma por anos , até décadas ou quando tudo ruir, esse é o nosso tenebroso e sombrio futuro se nada fizermos.

    https://www.facebook.com/rubem.gonzalez.568/posts/426579298522631

  3. Rubem Gonzalez (via Facebook)

    Bota na cabeça uma coisa, Bolsonaro só destruiu a gente economicamente, ou melhor, manteve a destruição econômica já iniciada por Dilma Rousseff, ninguém foi perseguido politicamente, nenhuma tropa de ninjas sequestrou ninguém, ninguém foi para porão ser torturado, absolutamente nada.

    Todos os fantasmas e espantalhos criados pela New left redundaram em absolutamente nada, não passaram disso, espantalhos, criações assombradoras e assombrosas que nunca se concretizaram e nunca se concretizaråo porque o objetivo sempre foi outro.

    O grande inimigo do povo brasileiro, o grande algoz do nosso povo, do trabalhador é o massacre econômico, a imbecilização ideológica e pasmem, com o uso de grupelhos que se autodenominam de esquerda que junto a uma mídia podre espalham pautas identitárias e que nada tem a ver com a tragédia que assola o nosso povo no momento.

    Essa esquerda amestrada, essa New left em nenhum momento ataca as políticas econômicas do estado, em nenhum momento reclama do desemprego atroz que em nenhum momento fala do fim do auxílio emergencial, em nenhum momento fala do aumento de produtos da cesta básica em até 150%, não falam absolutamente nada sobre a barriga do nosso sofrido povo.

    o negócio deles são curvas forçadas, falas que o povo em geral não engole e inclusive tem raiva, como o caso do falso crime de racismo no sul, a defesa apaixonada de um assassino de policiais e a tentativa de colocar na conta da polícia e do Estado a morte de duas meninas em Caxias sem nenhuma prova sem nada que corrobore isso.

    Esses apaniguados do $i$t€ma, sardinhas patrocinados por tubarões só tem o objetivo de dividir, sisalhar, romper, rasgar e destruir o tecido social e ideológico, servem para mostrar ao grande público, ao povo em geral que a esquerda é algo pútrido, algo para ser execrado e evitado.

    Ou isolamos e nos separamos dessa turma ou então teremos Bolsonaro, e o que é pior, as políticas econômicas desse $i$t€ma por anos , até décadas ou quando tudo ruir, esse é o nosso tenebroso e sombrio futuro se nada fizermos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *