Piada do Ano: Cardozo diz que delação da família Odebrecht não atingirá Dilma

Antes da prisão de Marcelo, Emílio fez ameaça a Lula e Dilma

Eduardo Bresciani
O Globo

O ex-ministro José Eduardo Cardozo, que defende a presidente Dilma Rousseff no processo de impeachment, afirmou que não há preocupação com a delação premiada de Marcelo Odebrecht, ex-presidente da empreiteira Odebrecht. Para Cardozo, se Marcelo “falar a verdade” ficará esclarecido que não houve atuação irregular da empreiteira na campanha de Dilma em 2014.

– Não há porque ter preocupação. Se falar a verdade na delação, ficará evidenciado de que não há nenhuma situação irregular na atuação da Odebrecht em relação à campanha de 2014. Óbvio que não dá para saber o que foi dito, mas se foi dito a verdade, não tenho a menor dúvida em dizer que não haverá problema nenhum – disse o ex-ministro ao Globo.

MENTIRA REVELADA

Em entrevista ao jornal “Folha de S.Paulo” no último domingo, a presidente afastada Dilma Rousseff disse que “nunca” recebeu no Palácio da Alvorada o ex-presidente da Odebrecht Marcelo Odebrecht, alvo da Operação Lava-Jato. Sua agenda oficial disponível no site do Planalto, no entanto, mostra que Dilma recebeu pelo menos duas vezes o empresário para reuniões no Alvorada em 2014, ano em que disputou a reeleição. A presidente afirmou depois que se referia ao atual mandato, iniciado em 2015.

Marcelo Odebrecht está preso desde o primeiro semestre do ano passado e já foi condenado a 19 anos e quatro de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro. A força-tarefa da Lava-Jato investiga repasses da Odebrecht ao publicitário João Santana, marqueteiro responsável pelas campanhas de Dilma em 2010 e 2014.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Deve ser mais uma candidatura à Piada do Ano. Marcelo Odebrecht e seu pai, Emilio, vão contar tudo sobre o Caixa 2 da campanha de Dilma, com pagamentos ao marqueteiro João Santana no exterior e tudo mais, confirmando as declarações já feitas pela mulher dele, Mônica Moura, na Lava Jato. O esquema foi acertado pessoalmente entre Marcelo Odebrecht e Dilma, que recebeu o empreiteiro várias vezes também no Palácio do Planalto e até no México. É certo que Cardozo, ao dar essas declarações, está somente fazendo seu papel de advogado, mas quando Emilio Odebrecht começar a depor, a piada vai perder a graça. (C.N.)

5 thoughts on “Piada do Ano: Cardozo diz que delação da família Odebrecht não atingirá Dilma

  1. O José Eduardo Cardoso é daqueles que dizem, “o que vem de baixo, não me atinge”, só que não tem coragem de sentar sobre um formigueiro.
    É como todo petista, só vê verdade nas conveniências, mudam rapidinho o discurso conforme a situação.
    Se a delação do clã Odebrecht não vai atingir a Dilma, certamente também sera uma daquelas “marolinhas” as quais o velho sapo barbudo, costumava classificar os tsunamis políticos.

  2. Seria muito bom se o Supremo abrisse uma investigação a respeito da presidente afastada enquanto o processo de impeachment estiver em trâmite, acabando oficialmente com a sua pose de Soninha Toda Pura antes do julgamento final no Senado.

Deixe uma resposta para Lucas Silva Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *