Piada do Ano! Com apoio de FHC a Huck, Alckmin pede conselhos a Aécio Neves

Resultado de imagem para alckmin e aécio

Aécio sugere que se defenda a reforma da Previdência

Maria Lima
O Globo

No momento em que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso explicita sua aproximação com o apresentador Luciano Huck e passa a defender sua candidatura como “boa para o Brasil”, o pré-candidato a presidente do PSDB, governador Geraldo Alckmin, passou o dia em Brasília em reuniões políticas afinando seu discurso com lideranças tucanas. Ele se reuniu durante a tarde com o ex-presidente do partido, o senador Aécio Neves (MG), e, de noite, jantou com o senador Tasso Jereissatti (CE), para discutir sua posse no comando do Instituto Teotônio Vilela (ITV). Depois, encontrou com as bancadas da Câmara e Senado.

Na conversa com Aécio, Alckmin foi aconselhado a começar imediatamente uma defesa enfática das reformas para não ter que se justificar sobre uma possível omissão no futuro. Na reunião da Executiva nacional do partido, marcada para esta quarta-feira, em Brasília, para definir as regras das prévias com o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio, Alckmin deve fazer a defesa da reforma da Previdência, para tentar convencer cerca de 1/3 da bancada que está indecisa.

DIZ A AÉCIO – Segundo Aécio, com a inabilitação da candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, haverá mais espaço para um candidato de centro, que precisa marcar um discurso reformista. “Agora é a hora de radicalizar o discurso em defesa das reformas” — defendeu Aécio.

Na pauta do jantar com Tasso, estava a necessidade de decisão sobre a posse no comando do Instituto Teotônio Vilela. Até agora, há uma queda de braço com o atual presidente, o senador suplente José Aníbal. Mas, na semana passada, em uma reunião com Aníbal no Palácio dos Bandeirantes, Alckmin disse que era preciso fazer essa transição para Tasso e ficou acertada a posse para o início de março.

Houve disputa também sobre a composição da diretoria do ITV. Mas Tasso vai indicar os aliados do grupo conhecido como “cabeças pretas” para os principais cargos. O deputado Otávio Leite (RJ) será diretor de marketing político eleitoral, a deputada Mariana Carvalho (RO) será diretora financeira, o senador Ricardo Ferraço (ES) será diretor de institutos de pesquisa e o senador Ataídes Oliveira (TO) será diretor de formação e aperfeiçoamento.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGCom um amigo e conselheiro do tipo Aécio Neves, o candidato Alckmin nem precisa de inimigos. A piada é velha, mas continua valendo. (C.N.)

13 thoughts on “Piada do Ano! Com apoio de FHC a Huck, Alckmin pede conselhos a Aécio Neves

  1. de um partido, de um grupo de pessoas ou até mesmo de um punhado de idiotas que se reunem para ouvir conselhos de um tipo como aécio neves o que se pode esperar ?

  2. Vão acelerar a premiada do Paulo Preto …

    A força-tarefa da Lava Jato em São Paulo será reforçada em breve. Nesta terça-feira (06/02), o Conselho Superior do Ministério Público Federal (CSMPF) aprovou o aumento de 3 para 11 procuradores da República no grupo dedicado a investigar casos relacionados à operação na capital e no interior do estado.

    Segundo a Procuradoria da República de São Paulo, farão parte da força-tarefa as procuradoras regionais da República Adriana Scordamaglia e Janice Ascari e os procuradores da República Ana Cristina Bandeira Lins, André Lasmar, Daniel de Resende Salgado, Guilherme da Rocha Göpfert, Lúcio Mauro Carloni Fleury Curado e Luís Eduardo Marrocos de Araújo.

  3. É o enorme blocos palhaços paga …

    Michel Temer bateu o martelo: vai passar o carnaval na Restinga de Marambaia, no Rio de Janeiro, numa área da Marinha.

    Vai acompanhado por Marcela e pelo filho Michelzinho.

    Para garantir o bem-estar da família Temer, o contribuinte vai pagar um staff de cerca de 60 pessoas — segurança, babá, cozinheiros, garçons, entre outros.

    Para transportar toda essa entourage, o governo vai fazer duas viagens em aviões da FAB.

    Marcela quer cerca de 20 pessoas só do Palácio do Jaburu (entre eles, copeira e camareira) para acompanhá-la na viagem.

    A viagem da família Temer está prevista para acontecer na sexta-feira.

    A área da Marinha, que já é dotada de estrutura para este tipo de recepção, é a mesma onde Temer passou o réveillon de 2016, FH ficou em algumas temporadas e Lula descansou no carnaval de 2006.

    LAURO JARDIM

  4. FHC, velho malandro, sabe bem que não pode mexer com gente da mídia, por pior ou idiota que ela seja.
    O picolé de xuxu é outro do tipo”me engana que eu gosto”.

  5. A julgar pelas mais recentes declarações do FHC, ele já deve estar começando a descer a ladeira. Chegou a afirmar que a participação do Lula nas eleições de 2018 seria bom para o país. Melhor calar, quando não sabe o que falar.

  6. Passou da hora de deixar claro aos Tucanos o quanto eles estão cheirando mau!
    a começar pelos câmeras e jornalistas, que podiam fazer careta e afastarem-se dos tres patetas mencionados no titulo, sem fazer a entrevista…
    Afinal, ninguém mais quer saber desses pulhas fedorentos do passado…

  7. Radicalizar sobre reformas, indicações. A conversa dessa gente esta longe, muito longe da realidade dos fatos. A popularidade do substituto não passa de um dígito, não por outro motivo senão este. Só relembrando o passado, no inicio do governo FHC, houve a equiparação com o dolar, fictício ou não e houveram o trabalhador teve um aumento real em seu poder aquisitivo, a inflação ficou controlada e FHC foi reeleito. Em seu segundo mandato ele veio com as medidas duras, contra o funcionalismo, com demissão voluntária dos que se arrependeram depois, a pérola da CPMF, a mais baixa e perniciosa forma de se arranvcar dinheiro dos contribuintes, tudo para (NÃO) ajudar a saúde, como foi vendido ao povo. tiveram também as denuncias para aprovar a reeleição. FHC excrotizou com as FA, caçando as bruxas da ditadura e batendo em quem nem era nascido na época, trocando uma lei de remuneração por uma canetada sua, que de tão mal feita, sequer foi votada até o dia atual, causando um imenso mal estar e insegurança a quem prestou um concurso público com uma expectativa e descobriu que tudo pode mudar a depender da cabeça do político da ocasião. A opção feita na época do concurso não retrocede mais no tempo. Resultado do segundo mandato de FHC, Lula eleito e QUATRO mandatos do PT e FHC não conseguiu eleger a mais ninguém que apoiasse de forma aberta e não indireta, como fez para eleger Lula. Com certeza, começamos a perceber que a verdade sempre surge, de uma forma ou outra. FHC quer, mas não quer, seus pupilos do PSDB na cadeira que foi sua.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *