Piada do Ano! Marco Aurélio Mello culpa Cármen Lúcia pelo desgaste do STF

Resultado de imagem para marco aurelio mello charges

Charge do Sponholz (sponholz.arq.br)

Bernardo Mello Franco
O Globo

O feriado prolongado não deve aliviar a crise no Supremo Tribunal Federal. Sob críticas desde a semana passada, o ministro Marco Aurélio Mello culpa a presidente Cármen Lúcia pelo desgaste da Corte. Ele afirma que a ministra errou ao antecipar o julgamento do habeas corpus do ex-presidente Lula.

Na opinião de Marco Aurélio, a decisão de Cármen expôs o Supremo às tensões da guerra política. Ele insiste que era melhor ter julgado as duas ações genéricas que questionam a prisão de réus condenados em segunda instância.

“O desgaste para o tribunal está terrível. Isso demonstra que a estratégia da presidente foi falha”, afirma. “Foi muito ruim julgarmos só o caso do ex-presidente. Agora estamos pagando um preço incrível”.

APEQUENAR O STF – O ministro é relator das duas ações na gaveta de Cármen. Ele liberou os processos em dezembro, mas a presidente resiste a submetê-los ao plenário. Ela já declarou que reabrir o debate agora significaria “apequenar” o Supremo.

“Não sei por que a presidente não quer colocar essas ações em pauta. Pode ser a preocupação com o acompanhamento da sociedade. Talvez ela não tenha tido visão das consequências que isso teria para o tribunal. Agora o estilingue tem atuado”, diz Marco Aurélio.

Na última quinta-feira, o ministro protagonizou uma cena inusitada ao interromper o julgamento de Lula. Ele sacou um bilhete aéreo do bolso e informou que precisava pegar um voo para o Rio. Em seguida, a Corte decidiu suspender a sessão e conceder um habeas corpus provisório ao ex-presidente.

“CRUCIFICADO”– No dia seguinte, Marco Aurélio reclamou das críticas e disse estar sendo “crucificado”. “Acabei pagando o pato. Outros três colegas tinham viagens marcadas na mesma noite”, defende-se. “Não podia deixar de cumprir um compromisso que assumi com antecedência”, argumenta.

O ministro diz que o tribunal não deve se preocupar com a cobrança das redes sociais. “O patrulhamento hoje em dia é inexcedível. Faz parte, é a nova realidade brasileira”, afirma. “Há um segmento barulhento que pressiona e busca resultados na Corte. Nós não devemos ter preocupação com isso. O Supremo às vezes tem que ser contramajoritário, desde que siga o que está na lei e na Constituição”.

18 thoughts on “Piada do Ano! Marco Aurélio Mello culpa Cármen Lúcia pelo desgaste do STF

  1. Suspeitos de atentado contra Lula são identificados e denunciados ao MP

    A denúncia foi feita pelo Coletivo Advogadas e Advogados pela Democracia (CAAD) e a notícia crime teve como base relatos obtidos por e-mail; segundo a advogada Tânia Mandarino, foram recebidos mais de cem e-mails com denúncias, dentre eles o planejamento do atentado contra a caravana.

    ‘Na denúncia, um suspeito é considerado de grande perigo, pois tem porte de armas e seria ligado ao MBL. Estamos considerando esse grupo como é formação de quadrilha, pois eles planejavam um atentado contra a caravana”

  2. Os onze ministros da mais alta corte do Brasil, apesar de apoiar-se em quase 3.000 funcionários, não conseguem dar conta do recado. Sua ação se traduz basicamente em inação, confiando-se tudo ao tempo, que teoricamente cura até dor de dentes. Já os nove juízes da suprema corte americana, com a ajuda de uns 600 funcionários, não hesitam em excluir de sua pauta de trabalho matéria alheia à constituição federal.
    Deixemos para outro dia considerações sobre produtividade. E a respeito de currículo para ocupar certos cargos de destaque em qualquer república que se julgue merecedora de atenção.

    • Adriano, por favor, não vamos comparar a justiça americana com a brasileira, né??? Seria desrespeitar a seriedade de lá, onde as pessoas são presas conforme a lei (sem embargos dos embargos…criados só para empurrar a condenação). Manda um ladrão roubar dentro da comunidade, para ver o quê acontece com ele???? O Brasil até tem boas leis e excelentes juristas, porém meu caro, tem muitas brechas, e muita gente se especializando nisso, e aí, acontecem esses embargos de embargos, e por aí vai. Na verdade, está próximo dos poderosos começarem a sentir dor nas costas e nas “juntas” e começar a “puxar” cana em casa…kkkkkk….já percebeu que todo mundo agora está tendo que ir para casa para usar fraldão??? kkkkkkk

  3. Os que votaram contra a prisão em segunda estância em 2016, estão inconformados com a derrota e querem, por que querem, que entre em pauta , para julgar outa vez, se deve, ou não o condenado em segunda estância ser preso, na tentativa de saírem vitoriosos, para liberar geral os presos em segunda estância e os que estão para serem presos.

  4. Se os onze do STF seguissem a Constituição, poderiam trabalhar apenas um minuto por dia, que seria suficiente. Agora, eles precisam de milhares de horas para explicar o inexplicável.

  5. A pocilga , STF, está repleta de canalhas que ali chafurdam.
    Só fechando este antro.
    Aposentar todos por decreto.
    Não perdem por esperar!
    Bolsonaro, 2018, no primeiro turno, com mais de 70%.

    • As três primeiras frases eu apoio com todo meu entusiasmo.
      Já as duas últimas eu qualifico como sonhos de uma noite de outono.
      Bolsonaro derrete no 1º turno por falta de consistência intelectual e política.

    • Fernando, quem tem “peito” para fechar o STF??? Exército??? Manifestação Popular??? Está última está preocupada com o próximo paredão do big brother, e o primeiro (exército), não vai meter a mão nesse formigueiro, porque depois que arrumar a casa, a população vai para às ruas pedir diretas já, e aí voltam todos os inúteis de antes (formando uma reação em cadeia)…lembre-se que o país não tem mais jeito…se tivesse que fazer algo para melhorar, seria por via de educação escolar e familiar. Como ensinar dignidade e moral ao povo a essa altura do campeonato???? Temos que ser sinceros, não existe um candidato ou bandeira que irá dar um resultado positivo, pois a vaca foi para o brejo. Estou fazendo todos os esforços que posso, para ir embora desse país (de preferência para não voltar mais). No ano passado, estive conversando com Bolsonaro e ele me disse que cresceu muito a quantidade de pessoas pedindo cidadania em outros país. Isso quer dizer que a população digna deste país está desanimada e não tem mais esperança (meu caso).

  6. “Não podia deixar de cumprir um compromisso que assumi com antecedência”. Compromisso assumido com antecedência, desde que foi nomeado, é exercer a função de julgador no tribunal. Ou isso é apenas um “bico”?

    • Alam, aquilo foi uma piada…kkkkkkk….só fez isso porque é ministro do STF aqui no Brasil, e aqui pode tudo. Deu diploma de otário para todos nós, que estávamos assistindo à sessão. Na minha opinião, a presidente do STF deveria liberar o ministro e continuar a sessão, dizendo: – “Pode ir, ministro, ficarão aqui os ministros que tem compromisso com seu povo, vai pegar seu vôozinho e boa viagem”!!!! Agora, vai eu ou você falar para nosso chefe que vamos embora antes de terminar o trabalho?? Queria saber do MAM, se um filho dele estivesse numa mesa de cirurgia, e desse o final do plantão médico, se ele iria concordar em ver o médico deixar seu filho todo aberto na mesa de cirurgia e vê-lo indo embora porque marcou a passagem para um determinado horário…mas é aquilo, como sempre fomos feito de palhaços por esse pessoal, isso se tornou uma prática normal, sem contar que trabalham de terça à quinta.
      Uma piada rápida, teve um dia que um amigo foi ingressar em um emprego, e ele perguntou qual o horário a ser seguido, e seu empregador respondeu, tantas horas pelo horário de Brasília, e meu amigo brincando disse: mas é também para trabalhar só de terça à quinta???? kkkkkkkkk

  7. Que tiro foi esse?
    Que tiro foi esse que tá um arraso?!
    Que tiro foi esse?
    Que tiro foi esse que tá um arraso?!

    Que tiro foi esse, descaso?
    Que tiro foi esse que tá um arraso?!
    Que tiro foi esse, ocaso?
    Que tiro foi esse que tá um arraso?!

Deixe uma resposta para Fernando Albuquerque Lima Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *