Piada do Ano! Meirelles ainda pensa que sua candidatura é apoiada por Temer

Resultado de imagem para meirelles charges

Charge do Kacio (Arquivo Google)

Laura Maria
O Tempo

Candidato à Presidência da República pelo MDB, o ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles disse, na tarde deste sábado (18), que não há possibilidade de o presidente Michel Temer (MDB) apoiar Geraldo Alckmin (PSDB) às eleições presidenciais marcadas para outubro deste ano. A declaração do candidato emedebista veio após Temer falar em entrevista ao jornal “Folha de São Paulo”, concedida na última quarta-feira (17), que o atual governo apoiaria o tucano.

“Não tem essa possibilidade (de Temer apoiar Alckmin). Ele tinha essa opinião antes de eu definir a candidatura”, destacou o presidenciável ao jornal O Tempo.

O ALCKMIN, NÉ? – Ao jornal paulistano, Temer cogitou a possibilidade de seu atual governo se atrelar ao do tucano, caso seja eleito. “Se você dissesse: ‘Quem o governo apoia?’ Parece que o Alckmin, né?”, comentou o presidente.

Meirelles também reforçou que o MDB vai pedir impugnação da candidatura de Alckmin por problemas de irregularidade nas atas de coligação do tucano. “Existem irregularidades do partido (PSDB) ao querer fazer um registro que não foi feito”, destacou.

De acordo com os advogados do MDB, o registro das atas dos partidos que se coligaram ao PSDB não teriam sido atualizados após as convenções partidárias e, consequentemente, o apoio ao candidato não teria sido formalizado.

DEBATE – Em relação ao debate realizado na RedeTV!, na noite dessa sexta-feira (17), Meirelles afirmou que o resultado foi positivo. “Foi uma boa oportunidade de me apresentar para pessoas que não me conhecem. Cada vez que apresento meus planos para o futuro, a tendência é de voto”, comentou.

Sobre seu posicionamento de afirmar-se como “não político”, Meirelles afirmou que quer se aproximar das pessoas por meio do discurso de geração de empregos. “À medida em que o emprego cresce, há geração de renda para os estados e municípios nos serviços básicos, como segurança e educação básica”, disse.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
A declaração de Temer teve objetivo de fazer Meirelles desistir e aceitar ser vice de Alckmin. Apenas isso. Mas o candidato Meirelles é carne de pescoço e não ainda não soltou a franga que Temer tanto almeja. (C.N.)

5 thoughts on “Piada do Ano! Meirelles ainda pensa que sua candidatura é apoiada por Temer

  1. Quem o temeroso apoiar; perderá.
    Pode ser que seja contrainformação. Eu digo que apoio o picolé de chuchu e ele se estrepa.
    Após as eleições; o mdb ficará com o vencedor e o vencedor ficará com o mdb com temeroso e tudo o mais; inclusive a “operação abafa”.

  2. Com qual prestígio Temer poderia apoiar algum presidenciável? Quaisquer moções nesse sentido, resumir-se-iam ao poder que Michel ainda detém, para saquear os cofres públicos e repassar os recursos ao candidato da preferência dele!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *