Piada do Ano! Ministra Damares pede “cadeia imediatamente” para o jogador Robinho

Você sabe quem é ?

Damares Alves desconhece que ainda existe direito de defesa

Roniara Castilhos e Pedro Henrique Gomes
TV Globo e G1

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, afirmou nesta segunda-feira (19) que defende “cadeia imediatamente” para o jogador Robinho, condenado na Itália por violência sexual contra uma mulher embriagada.

O jogador foi condenado em primeira instância, mas recorreu e diz ser inocente. No estágio atual do processo, Robinho não pode ser preso no Brasil. Quando as possibilidades de recursos se esgotarem, se a condenação for mantida, Brasil e Itália deverão chegar a um acordo sobre o cumprimento da pena.

DISSE A MINISTRA – “Cadeia imediatamente, não tenho outra palavra para falar. Ainda cabe recurso, mas o vazamento dos áudios, gente. Querem mais o quê? Cadeia. Nenhum estuprador pode ser aplaudido. O cara quer voltar para o campo para posar como herói”, declarou.

Damares comentou o caso ao chegar ao Palácio do Planalto, nesta segunda, para uma cerimônia com o presidente Jair Bolsonaro sobre tratamentos para a Covid-19. A ministra disse acreditar que o Santos Futebol Clube agiu certo ao rescindir o contrato com Robinho, que havia acertado seu retorno ao time no último dia 10.

“O clube já reviu, e parabéns ao Santos por ter rescindido. Eu sei que ainda cabe recurso, mas acho que está muito claro. O vazamento dos áudios está muito claro, a forma como isso chegou para nós”, declarou.

SEM FAZER CONCESSÕES – “Esse é um crime que não merece nenhuma consideração ao abusador, ao estuprador. A gente não tem que fazer concessão com esse tipo de crime. Tem que cumprir a pena que é estabelecida, ou lá ou aqui, imediatamente”, prosseguiu Damares.

Os áudios citados pela ministra foram revelados com exclusividade pelo ge.globo, que também detalhou a decisão da Justiça italiana que condenou Robinho.

Em nota enviada ao Fantástico neste fim de semana, a defesa “reitera que [Robinho] não cometeu o crime do qual é acusado e que sempre que relacionou sexualmente foi de maneira consentida”. Diz, ainda, que “há diversas conversas interceptadas que não foram corretamente traduzidas para o idioma italiano”, o que teria levado ao equívoco de interpretação.

DENTRO DE UMA BOATE – O caso aconteceu numa boate de Milão chamada Sio Café na madrugada do dia 22 de janeiro de 2013. Além de Robinho e Falco, outros quatro brasileiros teriam participado do ato classificado pela Procuradoria de Milão como violência sexual. Como esses quatro acusados deixaram a Itália no decorrer da investigação, o processo passou a tramitar num procedimento à parte, disse ao ge.globo o advogado Jacopo Gnocchi, que representa a vítima.

Robinho e Falco foram condenados com base no artigo “609 bis” do Código Penal Italiano, que fala da participação de duas ou mais pessoas reunidas para ato de violência sexual – forçando alguém a manter relações sexuais por sua condição de inferioridade “física ou psíquica”

ROBINHO NEGA – Ao ser interrogado, em abril de 2014, Robinho negou a acusação. Ele admitiu que manteve relação sexual com a vítima – mas disse que foi uma relação consensual de sexo oral – e sem outros envolvidos. No caso de Ricardo Falco, a perícia realizada por determinação da Justiça identificou a presença do sêmen nas roupas da jovem.

Diversas gravações de ligações telefônicas entre os acusados, feitas com autorização da Justiça, foram transcritas na sentença. Para a Justiça italiana, as escutas realizadas a partir de janeiro de 2014 são “autoacusatórias”.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
– A ministra Damares Alves é uma das personagens criadas por Bolsonaro e que não têm medo do ridículo. O caso é da Justiça italiana, ainda não transitou em julgado, mas ela já condenou Robinho em sua última instância pessoal. A ministra gosta de dar pitaco em tudo, deveria ser contratada para a nova versão da Escolinha do Professor Raimundo… (C.N.)

17 thoughts on “Piada do Ano! Ministra Damares pede “cadeia imediatamente” para o jogador Robinho

  1. A ministra tem tudo para ser concorrente do “Piada do Ano”. Parcela da sociedade perdeu valores, critérios e também a noção.
    A ministra é de uma mediocridade sem tamanho e peso. Ora, como condenar Robinho aqui, se ele está sendo julgado na Itália! Furou o balão de oxigénio! É canelada para to o lado!
    Por impossível que seja, acho que podemos remodelar a demonocracia e ao invés de eleger do presidente aos vereadores, deveríamos pensar em contratação para os cargos, com carteira assinada! Não serviu, demitimos! E ainda poderíamos ter um “bando de talentos”

    Fallavena

  2. Qual foi a piada? Por que a ministra acha que o cara acusado de estupro deve ser preso? Ela “mandou” a justiça italiana prendê-lo. Apenas fez um desabafo. Que texto triste hein….

  3. Damares, se não percebeu, paga através da mesma moeda que tanto o governo exigiu que, as prisões, só fossem autorizadas quando todos os recursos fossem julgados!

    Robinho foi condenado em primeira instância e no exterior.
    Nada se sabe desse processo.
    Muito menos se o julgamento manterá a decisão no primeiro grau.

    Concordo, no entanto, que um estuprador não pode ter regalias, dando entrevistas, passeando livremente, rindo, e se dizendo “inocente”.
    A sua condenação se deu em um país sério, onde as leis são cumpridas e se preocupa com a Justiça simultaneamente.

    Não quero condenar o jogador de futebol, mas entendo que o Santos foi imprudente nessa contratação – que já foi anulada -, pois deixou de considerar um dos aspectos mais violentos aqui, no Brasil, que é o estupro!

    Robinho deveria se manter discreto ou que fosse para outro país descansar.
    A sua imagem foi abalada de forma inexorável, e imagino como seria a sua primeira partida com a camisa que o Rei Pelé, que faz 80 anos, que usou em seus mais gloriosos momentos!

    Robinho não conseguiria jogar, só isso.

  4. Ai, ai, ai, Ministra Damares!

    Alô, Ministra!

    Se liga no papo reto, muié!

    Nenhum problema na senhora mostrar indignação com esse caso do Robinho, pelo contrário.

    Mas V. Exª lembra, há pouco mais de um mês, quando o Presidente da República, durante uma live e na frente de dois energúmenos puxa-sacos, fez uma piada de cunho sexual (Começou cedo? Como é que é? O que é que é?”) pra cima de uma menina que tem idade pra ser neta de vocês dois? O que a senhora fez?

    Primeiro, manteve silêncio. Depois, numa entrevista ao Pedro Bial, passou pano, não foi?

    Pois é… Eu sei que a senhora não é sonsa como tenta fazer parecer, ministra. Se é pra se indignar, nada de duplo padrão, talquei, ministra?

    Quanto ao Robinho, não há muito o que dizer. O que foi publicado fala por si. Os diálogos divulgados são de vomitar. Mostram o caráter excrementício desse rapaz.

    Um sujeito que trata uma mulher como se esta fosse um depósito de sêmen não é um homem, mas um porco bípede.

  5. Ah, esqueci. A ministra faz parte do grupo de alto nível, área técnica e de irretocável saber!
    Pergunte quais ministros tem a qualidade que o PR prometeu quando em campanha?
    Se aparecer mais do que ele e falar, ferrou!
    O dos transportes (não colo nome para não prejudicá-lo) dá continuidade a um belo trabalho. Se falar mais poderá ser candidato e ai…
    O competente chama mais competentes para ajudá-lo. Já o incompetente, escolhe figuras menores para não fazer-lhe sombra. E cala os que forem bons!
    Fallavena

  6. Ela agiu diferente no caso do tio que estrupou uma menina de oito anos e que engravidou. Estimulou a manada a impedir o aborto da criança, que pela idade poderia morrer no parto
    Ridículo é pouco para ela.

  7. Renato; o pior é que o “tosco” ´´e tão cara de pau que usará isto na propaganda para reeleição como descoberta do governo dele e que salvou a pátria.

  8. Deus tenha pena desta mulher, o caso do jogador corre na justiça italiana porque o fato deu-se lá e não cá, então não cabe à justiça brasileira fazer justiça. Talvez depois de pedido expresso da autoridade judicial italiana pedindo a detenção do jogador ele possa, aí sim ir em cana. No seu descabido zelo a ministra deu mostras do seus notável saber jurídico, dizem as más línguas que ela é formada em Direito, será mesmo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *