Planalto minimiza denúncias de ex-diretor da Petrobras contra Edison Lobão

Mel Bleil Gallo
iG Brasília

A presidente e candidata à reeleição, Dilma Rousseff, reafirmou neste domingo (7) que aguardaria informações oficiais da Polícia Federal e do Ministério Público para tomar providências sobre as denúncias de corrupção entre a Petrobras e integrantes de seu governo.

De acordo com a revista Veja desta semana, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, seria um dos citados por recebimento de propina em depoimento do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, que aderiu ao regime de delação premiada.]

“Não acredito que os dados que têm sido fornecidos pela imprensa são oficiais. Quando alguns dos órgãos que investigativos tiverem uma posição oficial, tomarei todas as providências cabíveis, ainda que tenham de ser providências duras”, afirmou a presidente.

Dilma disse ainda que não conversou com Lobão nos últimos dias, mas citou as explicações oficiais apresentadas em nota pelo ministro, em que ele nega as denúncias.

“Ele não sabe nem do que está sendo acusado, a revista não diz. Vocês sabem?”, perguntou Dilma aos jornalistas.

3 thoughts on “Planalto minimiza denúncias de ex-diretor da Petrobras contra Edison Lobão

  1. Lá no Maranhão, um banquete de LOBÉLIA aguarda por Lobão e o seu filho, Edinho Lobão, candidato a governador da Unidade MÁ da Federação. Essa LOBÉLIA chama-se Flávio Dino. Dia 6 de outubro é o grande tira-teima! *LOBÉLIA, fruta venenosa que mata LOBO.

  2. Coitadinhos, não sabem de nada! Que maldade, estão sendo acusados, injustamente. Nem sabem o que é propina, surrupiar, malfeitos, caixa 2, paraísos fiscais e outras coisinhas mais. Cuidado PC/PT: o braço da maldade é grande e pode te alcançar.

    “Quando alguns dos órgãos que investigativos tiverem uma posição oficial, tomarei todas as providências cabíveis, ainda que tenham de ser providências duras”, afirmou a presidente.” Somente aqueles que recebem “esmolas dos bolsas” e os que ocupam carguinhos e cargões é que acreditam em tamanha desfaçatez!

    Mas tudo está certo para que vá de onde nunca deveria ter sido retirada: o ostracismo. Passará para a história pelas gafes, “boladas” e como um poste sem luz!

    Adeus Dillma, adeus PT, adeus saqueadores do patrimônio público.
    Com Marina, com Aécio ou com um outro qualquer, um dia esta gente vai toda para o mesmo lugar: presídio de alta segurança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *