Planalto protesta contra a terceirização que Levy apoia

No plenário, PT exibe o repúdio do Planalto à terceirização

Geralda Doca / Isabel Braga / Júnia Gama
O Globo

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta quarta-feira, por 324 votos a favor, 187 contra e duas abstenções, o texto-base do projeto que regulamenta e amplia o processo de terceirização de trabalhadores. mesmo com a resistência do PT e de parte do governo. A votação deixou muito claro o racha dentro da base e do próprio governo em relação ao projeto.

Enquanto o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, negociou mudanças no texto com o relator Arthur Maia (SD-BA), o líder do governo na Câmara, José Guimarães (PT-CE), e o ministro Miguel Rossetto, da Secretaria-Geral da Presidência, posicionaram-se contra o projeto. Rossetto divulgou nota, após a votação, na qual afirma que “o projeto é ruim, pois permite que toda relação de trabalho seja terceirizada, portanto, precarizada. Reduz os salários e os fundos de seguridade social. Não é bom para os trabalhadores. Não é bom para o país”.

Na votação, o líder do governo na Câmara encaminhou posição contra a aprovação do texto de Maia, mas entre os partidos da base a orientação foi seguida apenas por PT e PCdoB. O PROS e o bloco formado por PRB e outros partidos nanicos liberaram suas bancadas. Os demais partidos da base e da oposição — à exceção do PSOL — encaminharam o voto aprovando o texto-base.

PT BOICOTANDO

A votação dos destaques está prevista para a próxima semana, mas pode atrasar por causa desse racha. O PT continua boicotando o texto apresentado pelo relator e tentará fazer modificações no plenário. Ontem, o deputado Alessandro Molon (PT-RJ) recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF) com mandado de segurança para tentar evitar a votação do projeto.

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), disse que o PT ficou isolado na votação e que José Guimarães tentou fazer com que a posição do partido prevalecesse como sendo a do governo. Para Cunha, o resultado mostra “dissonância” do governo com sua base.

— Quando o líder do governo encaminha a votação pelo governo contra todos os partidos da base, mostra que ele atua em dissonância com sua própria base. Eu sou testemunha de que o relator acordou com a equipe do Ministério da Fazenda pontos importantes que o governo considerou que tinham que estar no projeto. Não entendi, acho que o líder do governo levou a posição do seu partido como se fosse posição de governo — disse.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Se o PT considera tão maléfica a terceirização, por que não tomou a menor iniciativa, em mais de 12 anos de governo, para acabar com esta imoralidade? Parodiando Francelino Pereira, que partido é esse? (C.N.)

15 thoughts on “Planalto protesta contra a terceirização que Levy apoia

  1. Tudo jogo de cena. Nunca considerou maléfica a terceirização na prática. É como essa oposição traiçoeira e cínica em relação ao atual representante do sistema financeiro na gerência. Critica, mas o apóia. Vai aprovar todo o arrocho. Só está fazendo doce. Não duvide ou se admire se amanhã, quando a tucanagem retornar ao poder, seu negociador no Congresso seja esse mesmo Michel Temer mais velho.

  2. Quem pode explicar na prática como funciona essa terceirização? Por que o que tenho visto é que X paga a Y que vai pagar a Z. Y, claro que vai cobrar pelo seu trabalho de assumir todos os encargos de um trabalhador. Então, para mim, seria mais barato se X passasse diretamente a Z! Será que funciona assim, ou sou alguma imbecil que não entendi nada!

  3. Um pequeno exemplo. Um caixa de banco terceirizado nunca será afiliado ao sindicato dos Bancários, não auferirá os ganhos dos acordos coletivos dos bancários, ganhará menos e terá praticamente nulo seu poder de banganha pelo fato de seu sindicato ser débil. Você pode imaginar que maravilha isso é para os bancos. Nada a ver com competitividade que os partidários dessa terceirização defendem.

  4. Câmara dos Deputados do Brasil … Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. … A Câmara dos Deputados do Brasil, assim como o Senado Federal, faz parte do Poder Legislativo da União. São 513 deputados, que através do voto proporcional, são eleitos e exercem seus cargos por quatro anos.”
    … … …
    324 votos a favor, 187 contra e duas abstenções … total de 513 … … … parabéns aos Deputados – estão trabalhando!!!

    Art. 86. Admitida a acusação contra o Presidente da República, por dois terços da Câmara dos Deputados, será ele submetido a julgamento perante o Supremo Tribunal Federal, nas infrações penais comuns, ou perante o Senado Federal, nos crimes de responsabilidade.

    dois terços = 342 deputados federais … faltariam 18, o que dá alguma esperança de que não haverá impedimento … … … portanto, bom trabalho, Vice Temer!!! !!! !!!

  5. Quem estaria autorizado a dizer tempos atrás que um Governo Federal sob a gestão de um partido (com a maior bancada no Legislativo Federal) que se apresenta como sendo dos trabalhadores iria dia após dia promover a eliminação das poucas conquistas (que custaram a vida do Sr Getúlio Vargas) dos trabalhadores brasileiros.
    No fundo, bem lá no fundo mesmo, tudo consequência da TERCEIRIZAÇÃO que os trabalhadores fizeram de suas atuações politicas, delegando-as a vigaristas camuflados de comunistas.
    Assim a Classe Operária não vai ao Paraíso.

  6. Gostaria de saber por que o Planalto está protestando contra a terceirizacao se foi o próprio Planalto que colocou um terceirizado como Ministro da Fazenda por não ter alguém qualificado dentro do PT.

  7. Durante esses anos todos, os sindicatos pelegos complicaram tanto as relações entre empregadores e empregados, que o tiro acabou saindo pela culatra. Quem vai sair perdendo são os empregados. Com certeza.
    Os trabalhadores devem “agradecer” às centrais sindicais do ABC, cabos eleitorais do Lulla, por este presente de grego.

  8. Pessoal, SOS. A contratada recebe $$$$ da contratante pelos serviços, né, ou seja para contratar empregados e assumir as obrigações sociais. Então, é uma tabelinha! Não seria mais econômico como está – direito da empresa para o trabalhador. Por que então os parlamentares não vão ser terceirizados também? Fosse bom assim! Bom deve ser para a contratante que deve levar muito $$$$ para o seu bolso. Quem pode me explicar melhor? Vou voltar aqui para encontrar ensinamentos, tipo Mobral. Obrigada.

  9. Prezada Sra. CARMEN LINS, aqui no Jornal onLine TRIBUNA DA INTERNET, nada fica sem resposta, mesmo quando a Resposta a sua pergunta não é dada por um Advogado.

    A nossa Legislação Trabalhista CLT, altamente Regulatória, complexa e que exige das Empresas muito tempo e trabalho para manter-se dentro da Legislação, é fruto de um tempo ( +- 1930 ), de baixa concorrência internacional, baixo Fluxo de Capitais de um País para outro, grande autonomia das Nações dentro do seu Território, etc, enfim tudo antes da revolucionária TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, Robotização, automatização inteligente, etc. POLITICAMENTE sendo impossível mudar violentamente a CLT, nosso Governo sofrendo as pressões Internacionais/Nacionais, DA CONCORRÊNCIA, resolveu “atacar o problema” via Lei de TERCEIRIZAÇÃO do TRABALHO.

    Em 2003 no Governo PT-Base Aliada, veja que um hipotético Governo do PFL se tivesse feito algo semelhante seria TRITURADO pelos Sindicatos/MST etc, mas o PT pode, ( “Ele defende os Trabalhadores”), via MP 121/2003 criou os CONTRATOS DE TRABALHO TERCEIRIZADOS para ATIVIDADES MEIO ( Segurança,Limpeza, etc) das Empresas, proibindo-se ainda TERCEIRIZAR ATIVIDADES FIM ( aquelas que usam o Trabalhador na produção).
    Passados 12 anos, novamente o PT-Base Aliada dá novo passo, e ontem a Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei, PL 4330/04 que estende a TERCEIRIZAÇÃO também as ATIVIDADES FINS, isto é, A TUDO.
    Antes de analisarmos se isso é BOM ou RUIM, analisemos se isso é NECESSÁRIO. A meu ver É NECESSÁRIO, devido a Concorrência Internacional. Em outras palavras, sem isso NÃO ACELERA O INVESTIMENTO, e sem aumento de INVESTIMENTO não há crescimento Econômico.

    Agora, precariza a situação de quem já está EMPREGADO. Os que serão contratados daqui para a frente em Contrato de Terceirização perderão Direitos já adquiridos em Lutas Sindicais anteriores;

    Funcionários Públicos, de Autarquias, Empresas Públicas e Mistas:
    A maioria será Contratada por CONTRATO DE TERCEIRIZAÇÃO e não por Concurso, e perderá de cara a ESTABILIDADE NO EMPREGO. Uma grande PERDA.

    Bancários, (sofrerão os prejuízos explicados acima pelo nosso ilustre Colega Sr. CHAMBERLAIN), Empregados de Multinacionais, grandes Empresas Nacionais,etc, também boa parte serão Contratados em forma de TERCEIRIZAÇÃO e todos prefeririam ser Empregados de uma Volkwagem SA do que de uma FJB Fornecedora de Mão de Obra Ltda, além de não mais participar dos Lucros, Plano de Saúde, outros Benefícios, etc, Clube, da VW, etc e agora participar dos Lucros, Plano de Saúde se tiver, outros Benefícios, Clube, etc, da FJB F M O LTDA.

    Empregados atuais, poderão ser DEMITIDOS e recontratados por uma FJB Fornecedora de Mão de Obra Ltda, com menores Salários, etc.

    Vemos então, premidos pela NECESSIDADE que a CONCORRÊNCIA INTERNACIONAL da GLOBALIZAÇÃO nos impõe, que a nova Lei 4330/04, PRECARIZA e TIRA DIREITOS ADQUIRIDOS dos TRABALHADORES QUE ESTÃO TRABALHANDO. Mas que para CRIAR em boa quantidade de NOVOS EMPREGOS o TRABALHADOR ATUAL tem que pagar esse PREÇO. Abrs.

  10. A principio nem tenho muito idéia formada a respeito da terceirização. Mas adoto um posicionamento muito simples:
    -TUDO QUE FOR RUIM PARA A CUT E PARA OS PETRALHAS É BOM PARA O BRASIL!
    E PONTO FINAL!

  11. UÉ. Mas o Levy não é ministro da Dilma?
    Quando um jogador não concorda com técnico ou pede pra sair ou é mandado para o chuveiro…
    Ou será que a discordância é de mentirinha?

  12. Conheço a terceirização desde os anos 80, começou no “governo” Sarnei.
    A terceirização nada mais é do que: escravidão contemporânea.
    Sendo assim, me recuso a comentar as sandices ditas acima.

  13. E isso tudo tinha mesmo de acontecer durante o governo petista. Por isso posso dizer sem medo de errar: esse é o pior governo que os trabalhadores poderiam ter. A direita deita e rola aprovando tudo o que lhes interessa e a conta será paga pelos esquerdistas tolos que fazem de conta que governam. Valeu pete, destruidor do futuro dos trabalhadores. Nunca antes neste país …os capitalistas ganharam tanto em tão pouco tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *