PMDB nada surpreendente, na caça aos cargos do segundo escalão

Helio Fernandes

Não sei porque criticam tanto esse partido, pelo fato de querer (exigir) cada vez mais cargos no governo. A cada eleição presidencial, registro (antes no jornal impresso, agora no blog) a posição: o PMDB não apresenta candidato a presidente. Se ganhasse, teria que dar aos outros, tudo o que recebe não se apossando do Planalto.

A Procuradoria Eleitoral Federal deveria investigar: por que o maior partido nacional nunca tem candidato a presidente? Enquanto não se explica essa abstinência eleitoral, o PMDB tem direito a cada vez mais cargos. Elementar.

 ***

GEDDEL VIEIRA LIMA EM BAIXA

Derrotado para governador da Bahia, está querendo um cargo importante no segundo escalão, depois de ser vetado para Ministro. Sua situação é desesperadora. Foi Ministro da Integração Nacional, que devia evitar (ou minimizar) tragédias como as do Rio e São Paulo.

*** 

ELETROBRÁS E OUTRAS ESTATAIS  

Dona Dilma falou: “Para a Eletrobrás e outras estatais do mesmo setor, só aceitarei indicações de alta credencial técnica”. Excelente. Para começar, devida trocar o Ministro das Minas e Energia, Lobão não sabe nem o que é um apagão.

Só que não pode demiti-li, desempregaria o filho suplente no Senado, o notório Edinho 30.

*** 

EDUARDO BRAGA PARA PREFEITO

Eduardo Braga, ex-governador reeeleito do Amazonas e senador eleito, está disposto a cumprir o que revelei aqui, em 2009: será candidato a prefeito. Para isso, colocou a mulher como suplente.

Motivo: está sendo construído um estádio, onde haverá jogos da Copa do Mundo e da Olimpíada de 2016. E ele prefeito, mesmo perdendo 6 anos do Senado.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *