POBRE NÃO ENTRA: Novo Maracanã é sem povão, sem bandeiras e com ‘trajes adequados’

Claudio Nogueira (O Globo)

Fazer do Mário Filho mais que um estádio, e sim um novo centro esportivo, cultural e de convivência do Rio de Janeiro. De acordo com o presidente do Consórcio Maracanã S. A., João Borba, esta é a proposta do empreendimento, que recebeu do governo do Estado a concessão para administrar o complexo por 35 anos. Polêmicas, porém, não faltam no projeto.

Entrará em vigor uma nova maneira de torcer, sem mastros de bandeiras, com lugares reservados e sem destruir o estádio, quebrando cadeiras por exemplo, até porque todo o complexo é monitorado por câmeras, desde as entradas até todo e qualquer assento. De acordo com Borba a ideia é instalar , já no Brasileiro, grades com cerca de 1,70m de altura, nos “cantos” do estádio, atrás de cada gol, para separar as torcidas e isolar torcedores baderneiros.— Temos de trabalhar com os clubes nesta mudança de hábitos. Bandeirões gigantes, mastros de bambu, torcedores, sem camisa, não assistir aos jogos em pé… — diz Borba. — Fui no último fim de semana às finais do tênis em Wimbledon, e no convite, estava escrito que não é recomendável ir com uma determinada roupa… Quando um inglês lê “não recomendável”, entende que não deve usar aquele tipo de roupa.

Com tudo isso, Borba ressalta querer entregar à sociedade um novo Complexo Maracanã:

— Terá restaurantes, museus, estacionamento, lojas temáticas, de modo que o torcedor possa vir ao Maracanãzinho de manhã, para assistir a um espetáculo, depois almoce, visite o museu e à tarde vá ao jogo. A ideia é a de fazer do estádio um centro de convivência da família — ressalta Borba, que anteontem, assinou com Peter Siemsen, presidente do Fluminense, a parceria por 35 anos.

NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG – Traduzindo: querem nos convencer que o Brasil já é um país desenvolvido e de “elite”. Como já dissemos aqui, a partir de agora os pais dirão para os filhos: “Se comporta, estuda, faz tudo direito. E eu te prometo que no fim do ano, com o dinheiro do décimo terceiro salário, compro um ingresso para você ir ao Maracanã”.  (C.N.)

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

7 thoughts on “POBRE NÃO ENTRA: Novo Maracanã é sem povão, sem bandeiras e com ‘trajes adequados’

  1. CN
    JÁ PASSAMOS DE 2.000 SEGUIDORES NO FACEBOOK. BREVE CHEGAREMOS A 3.000.NÃO SEI SE HELIO FERNANDES ACESSA O FACE, CASO NEGATIVO SERIA BOM INFORMAR AO MESMO ESTE NÚMERO DE SEGUIDORES, COMO TAMBÉM REGISTRAR NO BLOG.

  2. AS TORCEDORES CARIOCAS TÊM QUE SE UNIR CONTRA ESTA DISCRIMINAÇÃO, QUE TEVE INÍCIO COM OS CORRUPTOS SÉRGIO CABRAL, EDUARDO PAES, EIKE BATISTA E AFINS.COM TOTAL IMPARCIALIDADE CLUBÍSTICA, LEIAM ESTA MENSAGEM, ABAIXO, ATÉ O FINAL.
    —————————————————-

    Em nota, Força Jovem afirma que continuará torcendo de pé no Maracanã
    Sexta-feira, 12/07/2013 – 17:42
    Nota de Repúdio sobre o novo consórcio do Maracanã

    O G.R.T.O. Força Jovem do Vasco vem através de sua Diretoria, repudiar veementemente o novo consórcio que esta administrando o novo Maracanã, que esta querendo implementar medidas absurdas e totalmente sem noção!

    Em primeiro lugar, o flamengo e o fluminense podem “ALUGAR” o Maracanã, mas não gastaram um único real na recente reforma que foi custeada com o dinheiro público, que girou em torno de um bilhão e duzentos milhões esta brincadeira !

    Em segundo lugar, temos o DIREITO HISTÓRICO E ADQUIRIDO, há 63 anos, de ter o lugar FIXO no Maracanã, que é na UERJ, pois fomos os primeiros campeões do Estádio, além de termos milhões de torcedores a mais que o fluminense, da logística e do nosso deslocamento que nos reunimos e caminhamos juntos até o referido local, este local agora administrado por estes “FANFARRÕES”, que não entendem nada de futebol !

    O Maracanã foi construído pelo povo, para o povo e sempre será o lugar mais DEMOCRÁTICO do Mundo !

    Eles querem nos ensinar a TORCER como EUROPEUS, mais lembramos que na Inglaterra, Rússia, Croácia, Alemanha e muitos outros Países da Europa (basta ver a festa que a torcida do Bayer de Munique e do Borrusia Dortman realizam nos estádios da Europa), eles torcem como agente, em pé, com bandeiras e instrumentos.

    Quem assistiu a Copa das Confederações, são 70% de turistas fora do Rio de Janeiro, a elite e a Burguesia, aonde o ingresso mais barato era 300 reais, e o mais caro, por onde os jogadores receberam a Taça, custava algo em torno de 1500 reais, daí perguntamos: São pessoas que vivem o futebol toda quarta, quinta, sábado ou domingo?

    Torcemos como brasileiros e sempre iremos torcer, pois pagamos ingresso, e nós temos o direito garantido pela Constituição Federal Brasileira.

    Gostaríamos de ressaltar que o Maior espetáculo da terra, o desfile de Carnaval das Escolas de Samba, fica no Rio de Janeiro, os maiores times de futebol do Brasil ficam no Rio de Janeiro, além do estádio mais tradicional de futebol do mundo também fica no Rio de Janeiro, então lembramos aos novos administradores do Maracanã, deixem de ser FANFARRÕES e pensem na besteira que estão querendo fazer e nas consequências que pode haver nisso!

    Todos nós se desejarmos ficar em pé assim ficaremos, a não ser que a Presidente Dilma Rossef sancione uma nova Lei dizendo que as pessoas não podem ficar em pé no campo de futebol, senão serão presos, achamos melhor chamar o BOPE, CORE e toda a FORÇA NACIONAL então, pois prender 70 mil pessoas no Maracanã lotado, tem que haver muita policia e cadeia, e se ela já existe, por favor nos digam o artigo, inciso e parágrafo da mesma cambada de “Sem Noção” que não entende nada do estilo brasileiro de torcer!

    Queremos que a Ordem e o Progresso seja mantida ou faremos um “Mega-Protesto”, porque não vai ser somente a Força Jovem do Vasco, vamos convocar a FETORJ, para que todas as torcidas organizadas dos 4 grandes do Rio de Janeiro, estejam junto nesta luta, e vamos fazer muito barulho ate que este absurdo não venha acontecer!

    Isso aqui é Brasil, e o Maracanã não é a casa da mãe Joana!

    Estamos de olho e já acionamos o nosso Departamento Jurídico, e vamos acionar a FETORJ (Federação de torcidas Organizadas do Rio de Janeiro), a CONART (Confederação de Torcidas Organizadas do Brasil) e a OAB, junto com a A.B.I. para intermediar este imbróglio se acontecer!

    Amamos a paz, mas nunca fugiremos da guerra!

    Diretoria do G.R.T.O. Força Jovem do Vasco

    Fonte: Site oficial da Força Jovem Vasco

  3. Sr. Newton, Nota da redação, diz tudo.o Sr Paulo Perez faz análise perfeita, o FLU, no passado conhecido como “pó de arroz”, com essa assinatura, aceitou que o Maraca se transforma-se no Jokey, onde a elite se esbalda.
    O torcedor, que ama o futebol, não deve ir ao Maraca, veja pela TV, ou ouça pelo velho rádio, pois, indo, estará “referendando” a patifaria da FIFA com nossos governantes, de alijar o Zé Povinho de seu “pão e circo”.
    Me assalta uma pergunta que não quer calar: Para toda essa safadeza feita com o dinheiro do povo, onde estão: Ministérios Públicos Federal e Estadual, Tribunais de Contas da União e Estadual, Controladoria Geral da União??, na OMISSÃO de SEUS DEVERES CONSTITUCIONAIS DE ZELAR PELO PROBIDADE E DIGNIDADE!?
    Tudo isso é uma afronta ao “Zé e Maria Povinho” em sua CIDADANIA.
    RUI, você está atualíssimo, e De Gaulle,não consigo te desmentir!.

  4. Sujeito ético não frequenta nem de graça estádio feito com dinheiro público num país onde faltam escolas, hospitais, saneamento básico e transporte público decente.

    O resto é demagogia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *