Polcia Federal descobre que o casal de hackers movimentou R$ 627 mil em dois meses

Resultado de imagem para policia federal

Caso dos hackers um novo show de eficincia da Polcia Federal

Breno Pires e Patrick Camporez, Julia Affonso e Pepita Ortega
Estado

A Polcia Federal investiga supostos patrocinadores do grupo preso sob suspeita de hackear os celulares do ministro da Justia Srgio Moro, de delegados da PF e de juzes. Ao decretar a priso temporria de quatro investigados, o juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10 Vara Federal de Braslia, apontou para a incompatibilidade entre as movimentaes financeiras e a renda mensal de casal Gustavo Henrique Elias Santos e Suellen Priscila de Oliveira, que em dois perodos de dois meses abril a junho de 2018 e maro a maio de 2019 movimentou R$ 627 mil com renda mensal de R$ 5.058.

Diante da incompatibilidade entre as movimentaes financeiras e a renda mensal de Gustavo e Suelen, faz-se necessrio realizar o rastreamento dos recursos recebidos ou movimentados pelos investigados e de averiguar eventuais patrocinadores das invases ilegais dos dispositivos informticos (smartphones), registrou.

EM BRASLIA – Os presos foram transferidos para Braslia. Segundo a PF, por questo de espao, dois deles permaneceram na carceragem da superintendncia e os outros dois, levados por volta das 23h desta tera para local no informado.

Um dos endereos alvo de buscas nesta tera foi a residncia da me de Gustavo Henrique Elias Santos, em Araraquara. Porm, Santos foi preso na capital paulista. Ele trabalha com shows e eventos, segundo investigadores.

Alm do casal, detido em So Paulo, a PF prendeu em Araraquara Walter Delgatti Neto, que j responde a processos por estelionato. Segundo informaes da Justia Eleitoral, ele foi filiado ao DEM. A defesa de Delgatti Neto no foi localizada. H, ainda, um quarto preso, em Ribeiro Preto, Danilo Cristiano Marques.

EXPERIENTE – O inqurito est sendo conduzido pelo delegado Luiz Flvio Zampronha, que, em 2005 e 2006, presidiu o inqurito do Mensalo.

Alm de Moro, procuradores da fora-tarefa da Lava Jato no Paran e outras autoridades teriam sido alvo de hackers no mandado de buscas, h meno ao desembargador federal Abel Gomes, do Tribunal Regional Federal da 2. Regio, no Rio, ao juiz Flvio Lucas, da 18. Vara Federal do Rio e aos delegados da PF Rafael Fernandes, em So Paulo, e Flvio Vieitez Reis, em Campinas.

A PF informou tambm que vai investigar a suspeita de invaso nos aparelhos celulares do ministro da Economia, Paulo Guedes, e da deputada Joice Hasselmann (PSL-SP).

THE INTERCEPT – Desde 9 de junho, o site The Intercept Brasil divulga supostas mensagens trocadas pelo ento juiz federal titular da Lava Jato em Curitiba com integrantes do Ministrio Pblico Federal, principalmente com Dallagnol. Foram divulgadas pelo The Intercept e outros veculos conversas atribudas ao ex-juiz e a procuradores no aplicativo Telegram. O site afirmou que recebeu de fonte annima o material, mas no revelou a origem. Moro nega conluio ele e Dallagnol afirmam no reconhecer a autenticidade das conversas.

O ministro da Justia j afirmou que a invaso virtual foi realizada por um grupo criminoso organizado. Para ele, o objetivo seria invalidar condenaes por corrupo e lavagem de dinheiro, interromper investigaes em andamento ou simplesmente atacar instituies.

NO SENADO – Em 19 de junho, Moro passou oito horas e meia respondendo a questionamentos de senadores na Comisso de Constituio e Justia da Casa sobre supostas mensagens que sugerem atuao conjunta com os procuradores quando ele era juiz.

O celular de Moro foi desativado em 4 de junho. O aparelho foi invadido por volta das 18h. Ele percebeu aps receber trs telefonemas do seu prprio nmero. O ex-juiz acionou ento investigadores da PF. O ltimo acesso de Moro ao aparelho foi registrado no WhatsApp s 18h23 daquele dia. O suposto hacker teria tentado se passar pelo ministro no Telegram.

Spoofing, segundo a PF, um tipo de falsificao tecnolgica que tenta enganar uma rede ou pessoa fazendo-a acreditar que a fonte de uma informao confivel. As investigaes seguem para que sejam apuradas todas as circunstncias dos crimes praticados, informou a PF. A operao mira organizao criminosa que praticava crimes cibernticos.

###
NOTA DA REDAO DO BLOG
Fim de festa. A Polcia Federal, como sempre, agiu com extrema eficincia. Seguindo o dinheiro (following the money, como dizem os colegas do FBI, l na matriz USA), os federais vo garantir muitas emoes aos brasileiros, de fazer inveja a Roberto Carlos, porque todo mundo quer saber os detalhes. (C.N.)

29 thoughts on “Polcia Federal descobre que o casal de hackers movimentou R$ 627 mil em dois meses

      • Qual revelao, s li fofoca, e pelo visto o roteirista no era candidato ao Oscar pois no soube nem copiar, trocando datas, nomes, fatos, e outras cossitas mas,
        Sendo que se crime houvesse no precisaria de enredo para aguar a imaginao do leitor, ainda mais porque no recortaram e colaram os prints, esse pessoal gosta mesmo disso.

        • Se fosse s fofoca, no teria havido todo o esforo gigantesco em focar a questo na obteno ilegal dos dilogos e no no contedo. Moro e Deltan passaram dois meses oscilando em no reconhecer a autenticidade dos dilogos e aventando a “possibilidade de terem sido adulterados”.

          • Ainda no me mostrou a onde esta o CRIME, ache o crime nas publicaes que com toda certeza lhe darei inteira razo e ainda passarei a apoi-lo em campanha para o esclarecimentos dos fatos.

          • No disse que h crime. H, no mnimo, procedimento antitico, falta de iseno necessria ao cargo de juiz. Num dos dilogos, ao criticar uma procuradora, o prprio Moro pede para uma mensagem ser mantida reservada: “Favor manter reservada essa mensagem…. -” Ele deve saber por qu, n?

          • Peo por caridade que me mostre pelo ao menos um minimo indicio que seja, pois li reli e no vi nada, ache ao menos um minimo indicio de um possvel crime

          • No disse que h crime,

            “H, no mnimo, procedimento antitico, falta de iseno necessria ao cargo de juiz. Num dos dilogos, ao criticar uma procuradora, o prprio Moro pede para uma mensagem ser mantida reservada: Favor manter reservada essa mensagem. - Ele deve saber por qu, n?”

          • Se houve falta de iseno do juiz, isto um crime, mas onde se encontra o indicio deste fato?
            Como j falei li reli e no vi nada, mesmo nas mensagens no minimo suspeita que mistura datas e fatos, mesmo esquecendo os desencontros no acho o tal indicio, caso houvesse o indicio o Moro j tava fritado a muito, e como no ha o negocio fazer barulho s isso , e lula livre na cabea.

          • No viu falta de iseno?
            Indicar testemunha, combinar etapas de operao com procurador, falar sobre liberao de recursos da 13 Vara Federal para uma propaganda sobre medidas anticorrupo…Alis, como Deltan sabia desses recursos?
            Qual seria sua reao se fosse vazado um contedo similar entre Dias Toffoli e eCristiano Zanin, por exemplo? Acharia normal?

          • Continua na mesma, verba da propaganda, verba publica de conhecimento geral sob a guarda o juiz, e no foi repassada, se zanin tivesse pedindo isso ao tofoli eu apoiaria. indicar testemunha no forjar provas nem ser tendencioso, so obter maior numero de fatos para corroborar a verdade da mesma forma que em depoimento ao juiz o zanin fez tanta cagada tentando condenar o lula que o juiz parou a inquirio para garantir os direitos do acusado a uma defesa eficiente e de qualidade, o que realmente ele no teve uma defesa de qualidade que no se preocupou em refutar os fatos mesmo que irrefutveis.
            Etapas de operao so combinadas sim entre os envolvidos no caso o juiz de instruo, o pedinte no caso o MP, e a policia no caso federal, at concordo com a tese de que o juiz de instruo no deva ser o mesmo juiz do caso, mas toda via porem com tudo essa a nossa lei, isso no quer dizer que foram forjadas, destorcidas, moldadas provas apenas para prender lula, no aconteceu conluio dos discipulos do olavo pra condenar o lula nem nada, so os fatos as leis aplicadas por pessoas serias e comprometidas, inclusive na pena dada pelo juiz ve-se a correo do mesmo na dosimetria que foi de menor tempo e minimamente reformada pelo 3 grau de juridio.
            Alem do mais no s o lula que foi condenado nesse processo foram mais de 10 e alguns foram absolvidos,

          • Se contedo to incuo e s refora e lisura da operao, porque Moro e Deltan insistem em oscilar entre a negao da autenticidade e a possiblidade da adulterao? Ao invs de focar na forma de obteno das mensagens e lanar dvidas sobre sua veracidade, no deveriam estar dizendo: “Sim, tudo verdade! Olhem como somos corretos!” Ou temem que saia algo mais comprometedor? Eles sabem o que fizeram no vero passado, no?

          • Como saber o que se disse a 3 semanas atras, e a mais de 3 anos, no tem como afirmar nada.
            Mas vamos elucubrar, digamos que os envolvidos lembrassem das mensagens divulgadas , mas no tinham a certeza de todas as mensagens, a partir dai o que os jornalistas quisessem escrever seria verdade s por que as primeiras mensagens formam reconhecidas, e mesmo que no fossem, ai a desgraa j estava feita, mas se os jornalistas querem mesmo provar um crime por parte dos agentes pblicos , eu pessoalmente acho louvvel , tanto que acho que o intercepte no cometeu nenhum crime em divulgar material que lhe caiu no colo mesmo sendo contra a lava jato, s me causa suspeita que em mais de 2 meses esse material to fraco e os matrias que j divulgados deveriam ser disponibilizados para policia para a devida averiguao e confirmao de autenticidade para as devidas providencias, pois no podemos abrir inquritos inquirir e condenar a partir de uma noticia em jornal, pois sabemos que nem tudo o que se l.
            Ento vamos aguardar os fatos, no vai adiantar nada ficarmos elucubrando, aguardemos os fatos.

  1. Ser mesmo esse o hacker de Moro?

    Mas como, se Srgio Moro apagou o seu Telegram em 2017.

    E nessa poca, quando o hacker de Araraquara estava preso?

  2. Mas isso compromete a veracidade das mensagens?

    Cada um acredita no que quer. No incio de 1933, os nazistas incendiaram o Reichstag e colocaram a culpa num oligofrnico holands, Van Der Lubbe, que segundo Goering, ento chefe de polcia, era comunista. Em 68, o brigadeiro Bournier, usando o Para – Sar, explodiria o Gasmetro, mataria centenas de milhares de pessoas, e colocaria a culpa nos de sempre, os comunistas. Da mesma forma a comunidade de informaes fez no atentado a bomba na Tribuna da Imprensa, “cometido” pelo comando Herzog, assim como foi um marxista leninista que colocou a bomba do Riocentro no colo do Sargento Guilherme do Rosrio, verso oficial do coronel Job Lorena.

  3. KKK no se diz que o diabo mora nos detalhes? Felizmente gente no afeita a lidar com dinheiro d pixotadas como esta, aparecer na conta sem explicao. Agora cabe PF a tarefa trgica de descobrir quem que pagou estes amadores, porque algum pagou, s resta saber quem foi. Ou .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.