Por que tanta Dilma e pouco Lula?

Antonio Aurélio: “Desculpe, o senhor tem escrito diariamente quantos dias faltam para ela assumir, mas esquece o presidente Lula. Ela existiria sem ele?”

Comentário de Helio Fernandes:
Fico surpreendido com a tua pergunta. E o que você pretende, que eu fizesse uma série sobre “quantos dias faltam para Lula deixar o Poder”? Aurélio, ele se promove sozinho (ou com os amestrados) de tal forma, que não precisa de apoio ou de ajuda de ninguém. Ocupa variados espaços, deixa para Dona Dilma todas as dúvidas e dívidas.

A Veja publicou no número que está nas bancas, uma foto duplamente sensacional. Não é de hoje, mas vejam Lula no Maracanã, já consagrado por ele mesmo e pela mídia orquestrada. É um salto lembrando Nureyev. Não há explicação, como ele se sustenta no ar? Só pela admiração não do próprio corpo, mas é a mente autocrática que impulsiona tudo.

(A foto admirável, é da excelente fotógrafa Ana Carolina Fernandes, não tenho nada com isso. O Fernandes é meu, mas a categoria jornalística é dela. Estava com menos de um mês, quando a mãe viajou para o meu julgamento em Brasília, até hoje “cobra” que não foi “amamentada” como os outros),

Esses cinco dias do salto na condição de coadjuvante para a de presidente propriamente dita, apenas dela.  O país será beneficiado com o que fizer, prejudicado com o que não fizer.

Lula, que colocou Dona Dilma no Planalto, e logicamente na História, está dividido “entre ele, e ele mesmo”. Só fala, não esquece de pronunciar a palavra voltar, não explica de que maneira.

*** 

PS – Não pode torcer, (como diz a Ofélia Alvarenga) para dar tudo errado, pois os erros ou desacertos desabariam sobre ele mesmo. No geral, não escaparia: “Eu não disse, Lula inventou uma desconhecida, o resultado negativo está aí”.

PS2 – Ou o outro lado da meada, Dona Dilma faz um governo positivo e proveitoso, como tirá-la no meio do caminho? Normalmente, os presidentes agora, têm direito a 8 anos.

PS3 – Num processo nada pedregoso, Dona Dilma sairia em 2018, com 71 anos. Lula estaria então com 73, qual a diferença? A diferença está ou estaria no improvável, no não imaginável, jamais no impossível.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *