Presidente da Câmara fará nova tentativa para conseguir a renúncia do pastor Feliciano

(do jornal O Tempo)

O presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), classifica como “insustentável” a situação da Comissão de Direitos Humanos, que está em guerra desde a eleição do deputado e pastor Marco Feliciano (PSC-SP) como presidente. Alves prometeu uma solução para o caso até a próxima terça-feira.

Pede pra sair…

O peemedebista tem cobrado do PSC a saída de Feliciano do cargo, mas ele se recusa a renunciar.

“Do jeito como está, se tornou insustentável a situação. Eu asseguro que será resolvida até terça-feira da semana que vem”, afirmou o presidente.

Alves disse que o clima de “radicalização” não pode ser aceito na Casa e assumiu a responsabilidade por encontrar uma saída para o impasse. “Agora passou a ser também responsabilidade do presidente da Câmara dos Deputados”.

NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG – A situação é irreversível. Com o pastor Feliciano na presidência, a Comissão nunca mais terá condições de se reunir, porque suas sessões são públicas. É melhor que ele saia logo, para que possam ser discutidas questões mais sérias neste país. O pastor já ganhou seus 15 minutos de fama. (C.N.)

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *