Prisão domiciliar para Queiroz e sua mulher pode se tornar um presente de grego

Leitores comentam prisão domiciliar de Queiroz - 09/07/2020 ...

Foragida, Márcia teve de se apresentar e enfim prestará depoimento

Marcelo Auler

A aparentemente benéfica decisão do ministro João Otávio de Noronha, presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), de conceder a prisão domiciliar a Fabrício Queiroz e à sua mulher Marcia Oliveira de Aguiar poderá se transformar em um grande transtorno ao casal.

Não por correrem qualquer risco de vida como alegou o ex-advogado da família Bolsonaro, Frederick Wassef. Foi a forma cínica de ele justificar a “gentileza” em abrigar o amigo e ex-assessor de Jair Bolsonaro, nos últimos meses, em suas residências espalhadas por cidades paulistas como Guarujá, São Paulo e Atibaia. Risco de vida, propriamente dito, nem Queiroz, nem Marcia aparentam correr.

TEVE DE SE APRESENTAR – Os transtornos, porém, serão outros. O primeiro deles é que Marcia, desaparecida desde a prisão do marido, no último dia 18 de junho, se viu obrigada a sair do esconderijo. Para que ela e o marido usufruam do polêmico benefício ofertado pelo ministro Noronha, ela teve de se apresentar na polícia para instalar sua tornozeleira e depois foi para a casa no bairro da Taquara. 

Com isso, o Ministério Público do Rio de Janeiro poderá, finalmente, ouvi-la em depoimento, dando mais um passo no andamento do processo que continua sendo preparado. Processo esse que, certamente, gerará uma denúncia criminal, tão logo, em agosto, o Supremo Tribunal Federal (STF) defina a pendenga em torno do foro privilegiado com o qual dois desembargadores fluminenses premiaram o hoje senador Flávio Bolsonaro.

Quando isso acontecer, muito provavelmente não apenas Queiroz, mas também Marcia e o próprio senador Flavio se tornarão réus em ação criminal. Algo nada agradável ao pai de Flávio, o presidente Jair Bolsonaro.

(do Blog de Marcelo Auler)

6 thoughts on “Prisão domiciliar para Queiroz e sua mulher pode se tornar um presente de grego

  1. Até as ações mais simples tornam se objeto de discussão acaloradas. E todos estes barracos sempre ligados ou ou próprio Presidente ou ligados aos seus familiares ou a seus “assessores” íntimos e de longa data. Sempre envolvendo ilícitos praticados. Será que iremos passar mais dois anos somente com notícias deste nível?

  2. Sobre a decisão do presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), João Otávio de Noronha, que tirou Fabrício Queiroz da prisão no caso das “rachadinhas” e presenteou a mulher de Queiroz com um Habeas Corpus, este presidente do STJ deveria ser cassado, destituído da magistratura e merece ficar na prisão na mesma sela de Queiroz e sua esposa fugitiva da Justiça por vários anos.

  3. Os pombinhos estão em prisão DOMILICIANA.
    Bom, dizem que, é nos detalhes que se vê o diabo.
    O “destino” deles se chama, noronha, juntou os pombinhos como certa vez, um outro tipo de “destino” juntou PC Farias e Suzana Marcolino. Lembram?
    Ambiente propício pra um matar o outro, rsrs… e ficar por isso mesmo.
    Anotem aí, É PULE DE DEZ!!
    Esse foi o servicinho do noronha com a estapafúrdia decisão.
    O resto é balela!
    Essa turma de milicianos é perigosa e esses dois sacripantas serão devidamente catapultados para o inferno.
    Adriano que o diga.
    Tá tudo tão escancarado e tão claro, que só eliminando pessoas a quadrilha miliciana se mantém no poder. Mais uma semelhança da facção petista, que tiveram que matar a rodo pra se perpetuar. Até a tal da marisa não foi poupada. Te cuida michelle.
    Estes que estão aí, só estão começando… não tenham dúvidas que outras mortes acontecerão.
    Pode ser que o início do fio, tenha sido a Mariele…
    Simples assim.
    Atenciosamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *