Privatizao um projeto bem mais complexo do que a reforma da Previdncia

Resultado de imagem para privatização

Charge do Caco Galhardo (arquivo Google)

Pedro do Coutto

Na edio de domingo O Estado de So Paulo publicou reportagem de Jos Fucs sobre o programa de ampla privatizao das empresas estatais, acentuando que o resultado da iniciativa pode fornecer ao pas 450 bilhes de reais que seriam recolhidos pelo Tesouro Nacional. A matria acentuou quais as empresas que poderia ser privatizadas, dividindo-as por grupos e ressaltando que alm dos 450 bilhes haveria tambm ingresso de receitas pblicas atravs de investimentos macios dos compradores.

preciso contudo estabelecer uma diferena natural entre a teoria e a prtica, sobretudo porque na realidade a prtica que projeta as teorias, na medida em que os experimentos passam para a fronteira dos mtodos e dos resultados concretos.

VARIAES – Os setores so os mais variados possveis percorrendo uma estrada capaz de unir subsidirias da Petrobrs com as empresas de energia eltrica. Mas a questo no termina a s com a colocao da ideia. preciso pesquisar e fixar reflexos no direito dos trabalhadores e tambm os reflexos inevitveis no universo dos impostos federais.

Alm disso, indispensvel se torna considerar as projees em torno da inflao porque, simplesmente, a receita de 450 bilhes estimada na edio de ontem do OESP no focaliza a forma de pagamento decorrente das empreSas que vierem a ser adquiridas por grupos internacionais, uma vez que se torna explcita a incapacidade do empresariado nacional adquirir, mesmo que seja pela forma de compra de aes, empresas de porte da economia nacional.

E OS PREOS? – A problemtica no termina a, vai adiante. Refiro-me a questo do preo, pois fundamental uma negociao muito bem elaborada para que no ocorram diferenas enormes nos valores de compra e venda.

Pela experincia brasileira sabemos que projetar preos dentro dos valores de mercado, no afinal de contas, o que tem acontecido com preciso nas transaes que so motivo de festa tanto para os compradores como tambm para os vendedores.

Em boa parte os saltos patrimoniais de pessoas que atuam na estrada de mo dupla terminam acumulando patrimnios muito alm das receitas dos trabalhos tcnicos que tm exercido na estrutura das administrao e sem vrios perodos que antecederam negociaes por valores menores do que os da realidade.

DUAS PGINAS – A matria de Jos Fucs ocupa nada menos do que duas pginas do jornal que circulou ontem. Por isso, sugiro que tanto os tcnicos que comandam as estatais quanto os sindicatos de trabalhadores leiam a matria, pois ela de grande interesse comum.

Finalmente, todos os envolvidos no projeto de privatizaes do governo Jair Bolsonaro devem comear a preparar os pontos de vista que vo defender quando a privatizao se concretizar, mesmo que seja por etapas. Nas etapas, toda ateno pouca.

4 thoughts on “Privatizao um projeto bem mais complexo do que a reforma da Previdncia

  1. A privatizao sem uma auditoria na dvida pblica algo de extrema incompetncia ou m f. Incompetncia porque o dinheiro ser utilizado para pagar juros de um ano dessa aberrao que chegou a nossa dvida. E m f, por ser justamente o que querem nossos credores, trocarem papis que podem ser questionados por nossos patrimnios, as estatais.

    • Pedro Rios,
      Perfeito seu comentrio.
      Privatizar, empresas estratgicas e lucrativas um atentado ao desenvolvimento do pais e at a segurana nacional.
      As multinacionais, ao comprar essas empresas nacionais, a primeira medida enxugar a mquina, isto , diminuir a folha de pagamentos.
      A iniciativa privada no tem compromisso com o social, seu compromisso o Lucro que no trs nenhum benefcio ao pas, haja vista que remetido matriz,

  2. A privatizao fundamental, ainda mais num pas em que o crime compensa.
    Em pases srios existe perptua e pena de morte para corruptos.

    Mas, a privatizao sem a proibio de monoplio e com esses impostos absurdos que existem por aqui, para manter o nosso estado socialista-fascista (Getulio,1935 – Estado Novo) no dar o resultado que o povo espera, que so os empregos e preos condizentes com os do resto do mundo, que so a metade, no mnimo, daqueles que pagamos por aqui.
    Nos combustveis, por exemplo, que so fundamentais na produo e no seu transporte, o imposto aqui de , pasmem, 62%, enquanto nos EUA 7% e no Chile, 19%.

    Aqui paga-se impostos at em alimentos e remdios. Inacreditvel.

  3. Acompanho a TI desde 2014.
    A New TI est chata, beirando o ridiculo.
    O prezado Editor, diga-se a verdade, nunca escondeu o fato de ser comunista. Perfeito, puramente democrtico, inclusive sendo admirador de um pais que est se erguendo graas a prticas consistentes de um peculiar capitalismo.
    Votei no Alvaro Dias (que tb chamaria o S.Moro) e depois votei em Bolsonaro.
    No me arrependo.
    Gostei da Maioria dos Ministros, inclusive da Damares..me surpreendi com ela.
    O da Infraestrutura genial…..so para ter uma idia, ele trabalhou em governos (?) Petistas e foi aproveitado. Eita governo Fascista e Sectrio…..s rindo.
    Acabou a vidinha. Esquerdistas da Lapa e do Leblon. Fim de papo…
    Tirem as carteiras de trabalho da Gaveta….ou tirem uma nova (primeira via) e sigam a vida.
    Privatizaes so fundamentais. Queda da estabilidade tambm.
    Teve um m8nistrio com 32 operadores de copiadora, para uma copiadora apenas. Isso o certo?
    Se sim, ferrou tudo..
    Com relao a embaixada, trata-se um cargo extritamente politico.
    At o crpulado do Chat foi embaixador.
    Para isso, no existe Nepotismo… decreto.
    E para completar, existiam dois nomezinhos na fila, dois vermelhinhos. O dito bozinho, tirou o doce da boca.
    Sendo que a inficao do filhite, foi um acordo com o nosso maior aliado (graas a Deus).
    Vermelhada Ballatines, acabou a vidinha

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.