Procura-se um Lider de Oposição

José Carlos Werneck

O Brasil vive hoje uma crise moral em todos os seus Poderes. A corrupção tomou lugar de honra no Executivo, no Legislativo e no Judiciário.

E o mais grave é que permanecem calados os que, por dever de ofício, deviam denunciar .

Desnecessário citar aqui todos os casos da endêmica roubalheira que campeia em todos os setores da administração pública de nosso país. Para isso basta ler os jornais independentes, acessar o noticiário das emissoras de rádio e televisão não estatais e principalmente, até por uma questão de bom gosto, desligar o rádio quando a “Voz do Brasil” for começar.

Realmente, se não fosse a Imprensa livre e independente, não teríamos conhecimento dos escândalos que assolam o país.

Atualmente não temos Oposição, digna deste nome, no Congresso Nacional. O papel que deveria caber à Oposição tem sido ocupado pela Imprensa.

No Brasil atual o povo tem Sáude, Educação,Previdência e Segurança de péssima qualidade, embora seja obrigado a conviver com uma carga tributária digna de países escandinavos.

Essa carga tributária se faz presente nos alimentos e nos serviços essenciais e alcança todas as classes sociais.

Uma Democracia não se faz sem Oposição. Fazer Oposição não significa criticar indiscriminadamente tudo o que o Governo faz. Ao contrário. Por dever de honestidade e coerência, nada impede que um oposicionista aplauda e dê apoio às propostas governamentais que beneficiem o país e principalmente o povo.

Porém, o que estamos assistindo, hoje, no Congresso Nacional, são alianças espúrias e imorais que visam única e exclusivamente o benefício pessoal dos contratantes.

Jamais se viu tanto cinismo, desfaçatez e principalmente desrespeito ao eleitor.

Inimigos de outrora, inimigos mesmo, não simples adversários, que antes trocavam ofensas e graves acusações, hoje trocam sorrisos, de olho no gordo butim que dividirão amistosamente.

Vergonha é palavra esquecida. O negócio, agora, é tirar proveito. O povo que se lixe, que morra nas filas dos hospitais públicos e postos de saúde à espera de um atendimento péssimo, que tenha seus filhos matriculados em escolas que não ensinam, que esperem infinitamente por aposentadorias e pensões miseráveis, que habitem moradias indignas de qualquer ser humano, que morram nas ruas nas mãos de bandidos.

Por todas essas mazelas, é necessário que surja alguém entre os integrantes do Parlamento brasileiro, que queira de fato assumir o importante cargo de Líder da Oposição, que de fato se encontra vazio, como o coração do eleitor, que não acredita mais na classe política.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *