Procurador da República pede desbloqueio de bens de Duda Mendonça e sócia

Débora Zampier Agência Brasil

O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, deu parecer no Supremo Tribunal Federal (STF) pelo desbloqueio de bens do publicitário Duda Mendonça e da sócia dele, Zilmar Fernandes. Ambos estavam com valores bloqueados desde 2006 por decisão do relator da Ação Penal 470 (processo do mensalão), ministro Joaquim Barbosa. Gurgel atendeu a pedido do Ministério Público, que alegava dívidas de mais de R$ 30 milhões com o Fisco.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) ainda não divulgou o documento nem a justificativa do procurador. A medida significa uma mudança na orientação do Ministério Público, que em março havia dado parecer contrário à liberação dos valores.

Absolvidos no julgamento do mensalão em dezembro de 2012, os publicitários entraram com pedido de liberação de bens em janeiro deste ano. A solicitação foi negada por Barbosa, e a defesa precisou reforçar a demanda duas vezes, alegando que a recusa significava constrangimento ilegal.

NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGA matéria é muito superficial. A nosso ver, essa absolvição de Duda Mendonça e de sua sócia é “meio mandrake. Ele receberam pagamento no exterior, em moeda forte, sem emitir nota e sem pagar impostos. Mesmo assim, foram inocentados. O ministro Joaquim Barbosa manteve o bloqueio dos bens para garantir que os impostos sejam pagos. Apenas isso. (C.N.)

 

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

2 thoughts on “Procurador da República pede desbloqueio de bens de Duda Mendonça e sócia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *