Projeto do abuso de autoridade volta à pauta após mensagens de Moro e Dallagnol

Resultado de imagem para abuso de autoridade charges

Charge do Régis Soares (Arquivo Google)

Andréia Sadi
G1 Política

A cúpula do Congresso e líderes do “Centrão” garantiram na noite desta segunda-feira (10) que o cronograma da reforma da Previdência não seria alterado com a repercussão do vazamento de mensagensentre procuradores da Operação Lava Jato e o ministro Sérgio Moro.

Mas, parlamentares da Câmara e do Senado defenderam, em diversas reuniões durante o dia, que seja retomada a discussão sobre um projeto contra o abuso de autoridade. A proposta já foi aprovada no Senado, mas ainda não chegou a ser analisada pela Câmara.

MOMENTO IDEAL – Deputados de oposição, por exemplo, defenderam que “este é o momento ideal” para sugerir a retomada do debate no Congresso.

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), já havia defendido que o tema fosse discutido ainda neste ano. Durante entrevista ao programa “Em Foco”, na GloboNews, em abril, Alcolumbre chegou a dizer que havia um “sentimento” para se retomar o tema no Congresso.

Nesta segunda (10), em reuniões para discutir o vazamento das mensagens, parlamentares usaram o mesmo discurso: de que há um “sentimento” para encampar o projeto de abuso de autoridade neste momento, aproveitando o cenário de exposição dos investigadores da Lava Jato.

NA CÂMARA – A proposta aprovada pelo Senado – e que está na Câmara – revoga a lei em vigor sobre abuso de autoridade, de 1965, e cria uma nova legislação, com punição mais rigorosa e com a inclusão de mais situações em que uma autoridade pode ser enquadrada na prática de abuso.

Se os deputados alterarem algum ponto do projeto, a proposta volta para nova análise do Senado. Mas, se a Câmara mantiver o texto, a medida seguirá para a sanção presidencial.

10 thoughts on “Projeto do abuso de autoridade volta à pauta após mensagens de Moro e Dallagnol

    • Cardoso,

      Não vais me dizer que não adoras um cachorro-quente?

      Que jamais te babaste saboreando a salsicha no meio do pão?

      Que nunca comeste uma salsicha?!

      Bah, mas os teus critérios são mesmo do outro mundo:
      relegas o alimento – o que não mata, engorda -, e aceitas o roubo, a exploração, as mentiras, como saudáveis!!!

      Credo!

  1. O tema é a reforma das leis contra a corrupção no Brasil. Foi o carro chefe da eleição de Bolsonaro, sem dinheiro, coligação ou formação de quadrilha política, horário de televisão e o toma lá dá cá usual. A Lava Jato e suas repercussões elegeram Bolsonaro e não outra coisa. Outros projetos, estão aí mais para tirar o foco da verdadeira vontade popular. Quanto as publicações, o caso é de polícia, apenas isso. Como a empresa é internacional, caberia colocar a Interpol, mas a preferência seria mesmo o FBI. Até por ser americana. Cairiam, ela e seus amigos, hackers ou meliantes de computador.

  2. Imagine que tudo que o PT fez na politica com relação aos empréstimos no BNDES, corrupção na Petrobras, entre outras centenas malversação do dinheiro público – imagine se fosse o PSDB, PSB, … os petistas não aceitariam e com certeza estariam corretos. Mas o raciocínio é sempre esse ” …que meu partido pode tudo e o outro não pode nada.” Estamos em terra arrasada com Bolsonaro “o cabeça vazia” e o representante dos banqueiros e sua turma que veio para acabar de arrasar – o país não aguentará!

  3. Podem me dizer o que quiserem, publicar o que acham importante com relação aos supostos de crimes de Moro e Dallagnol, podem ser contundentes em mencionar que a ética foi ofendida pelo juiz e procurador, podem fazer o que quiserem neste blog democrático.

    Mas não vão me convencer que tais reações não escondem que o objetivo é soltar Lula, de nivelar o fantástico e memorável trabalho da dupla de servidores na Operação Lava Jato, aos crimes praticados pela quadrilha de petistas!

    Em suma:
    Não há honestos no País; não há mais decência nesta terra; não tem quem possa acusar e condenar quem quer que seja porque todos são bandidos!!!
    Esta é a tática e intenção do PT e cúmplices.

    Só não percebe quem não quer ou for um sectário petista empedernido e dissimulado!

Deixe uma resposta para Alex Cardoso Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *