PT decide entrar na fila e apresentará pedido de impeachment contra Bolsonaro

Charge do Aroeira (Jornal O Dia / RJ)

Renato Souza
Correio Braziliense

A Comitiva Nacional do PT decidiu, nesta sexta-feira, dia 15, que o partido vai apresentar um pedido de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro na próxima semana. Até então, a sigla tinha evitado endossar as solicitações de afastamento do chefe do Executivo, mesmo diante de dezenas de ações apresentadas no legislativo por outras entidades da sociedade civil e partidos políticos.

De acordo com o PT, o pedido será assinado em um “conjunto de movimentos sociais, organizações da sociedade civil, entidades e representantes da comunidade jurídica, além de outros partidos, como o PSOL, e frentes políticas”.

FILA – O caso será enviado para avaliação do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que tem outros processos do tipo parados em sua mesa. A presidente da sigla, Gleisi Hoffman, afirmou que uma das razões é a ingerência de Bolsonaro sobre a crise de coronavírus pela qual passa o Brasil e o mundo.

“Bolsonaro é incapaz de dar resposta à crise que estamos vivendo e não tem condições, nem capacidade administrativa e humana de conduzir o país. Briga com todo o mundo, e não protege o povo brasileiro”, apontou a deputada.

Além de apresentar o pedido de impeachment, o PT quer se articular com outras legendas para aprovar uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que permita a realização de eleições diretas em caso de vacância da presidência por um prazo de até seis meses antes das eleições.

6 thoughts on “PT decide entrar na fila e apresentará pedido de impeachment contra Bolsonaro

    • O PT somente aparece como ave de rapina.
      É o flamengo da política pois quer se fazer de popular mas não passa de um carniceiro.
      A história do urubu no flamengo começa em 1967, mas sua trajetoria de perseguição aos pobres e trabalhadores vem da sua fundação.
      Um é cara do outro, se parecem em tudo, e até no vermeho comum.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *